O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal 4-1 Croácia: Detentor do troféu começa bem

João Félix, Diogo Jota, João Cancelo e André Silva fizeram os golos de Portugal no início da defesa do título.

Watch the best of the action from Porto as the holders got their defence off to the perfect start.
Resumo: Portugal 4-1 Croácia

Portugal iniciou a defesa do título da UEFA Nations League com um triunfo sobre a Croácia, no Porto, e já não perde em casa há 17 jogos.

Portugal - Croácia: como tudo aconteceu


O jogo em poucas palavras

Na ausência do capitão Cristiano Ronaldo, devido a lesão, Portugal dominou a primeira parte e acertou três vezes nos ferros da baliza antes de abrir a contagem. João Félix, Diogo Jota e Guerreiro viram os remates serem devolvidos pelos postes, antes de João Cancelo bater finalmente o inspirado Dominik Livaković com um espectacular remate de fora da área.

Pouco antes dos 60 minutos, Diogo Jota estreou-se a marcar pela selecção com um belo remate após desmarcação rápida. João Félix fez o 3-0 com um disparo fortíssimo que Livaković não conseguiu segurar. Bruno Petković ainda reduziu para a Croácia, mas André Silva mostrou oportunismo ao cair do pano e coroou uma bela exibição do detentor do troféu.

Opinião dos repórteres

Diogo Jota festeja o primeiro golo pela selecção
Diogo Jota festeja o primeiro golo pela selecçãoAFP via Getty Images

Luís Piedade, repórter junto de Portugal: Mesmo sem Cristiano Ronaldo, Portugal não deixou os créditos por mãos alheias e arrancou a defesa do título da UEFA Nations League com uma exibição dominadora e uma vitória concludente sobre a Croácia. Foram três golos mas podiam ter sido mais, negados pelo guardião Livaković e os ferros da sua baliza. A decisão de Fernando Santos em apresentar um ataque móvel também foi crucial, destacando-se a exibição de Diogo Jota e João Félix, que se estrearam a marcar pela selecção principal. Neste começo de época atípico, o campeão deixou boas indicações para o futuro.

Elvir Islamović, repórter junto da Croácia:
Até os mais optimistas sabiam que a Croácia teria um desafio complicado em Portugal por não poder contar com jogadores como Luka Modrić, que continua a ser insubstituível. O capitão assegura a ligação entre os sectores e, sem ele, a equipa fica fragilizada. Com Ivan Perišić e Marcelo Brozović no banco, era inevitável passar por momentos difíceis frente aos detentores do troféu. Zlatko Dalić deu oportunidade a alguns jogadores que são considerados o futuro desta equipa, mas esta noite não estiveram à altura do desafio.

Reacções

Fernando Santos, seleccionador de Portugal: "Pelo que fizeram durante a semana, os jogadores mostraram-me que era possível fazer uma boa exibição. Esta equipa conhece-se bem, o trabalho foi o de relembrar o que tem sido feito, e corresponderam a 100 por cento. Se o Ronaldo estivesse em condições, tinha estado aqui, mesmo que fosse para poder entrar no jogo. Hoje já fez um treino, sente-se melhor e, à partida, viaja até à Suécia. Não há nenhuma lesão, tem é que recuperar da infecção".

João Cancelo, defesa de Portugal: "Fico contente quando marco e jogo bem, mas ainda mais pela vitória da selecção e pelos três pontos conquistados, num grupo forte como é o nosso. Agora vamos à Suécia tentar de novo ganhar, repousando bem nestes dois dias e ver os erros que cometemos, para não os repetirmos".

Zlatko Dalić, seleccionador da Croácia: "Faltou mais energia e agressividade nas nossas acções. Esta derrota deixa mossa mas é preciso ser realista: Portugal foi muito melhor e mereceu vencer".

João Felix esteve muito activo no ataque de Portugal
João Felix esteve muito activo no ataque de PortugalAFP via Getty Images

Estatísticas-chave

  • Portugal nunca perdeu nos seis jogos com a Croácia (V5 E1).
  • Portugal não perde um jogo oficial em casa quando marcar dois golos desde Setembro de 2008.
  • Portugal não sofre dois golos num jogo oficial em casa desde Novembro de 2011.
  • Vinte dos últimos 25 golos de Portugal foram marcados na segunda parte.
  • Golo tardio de Petković significa que a Croácia marcou nos últimos 14 jogos.
  • Antes deste jogo, os visitantes não perdiam há seis jogos (W4 D2).

Equipas

Portugal: Lopes; Cancelo, Pepe, Rúben Dias, Guerreiro; Danilo, João Moutinho (Sérgio Oliveira 81), Bruno Fernandes; Bernardo Silva (Francisco Trincão 78), Diogo Jota, João Félix (André Silva 87)

Croácia: Livaković; Jedvaj, Lovren, Vida, Barišić; Pašalić (Brozović 61), Kovačić; Brekalo (Perišić 61), Vlašić, Rebić; Kramarić (Petković 74)

O que se segue

Ambas as equipas voltam a jogar na terça-feira, com Portugal a visitar a Suécia e a Croácia a viajar até França para uma reedição da final do Campeonato do Mundo de 2018.