Empate em Itália coloca Portugal na fase final

Portugal empatou 0-0 em Itália e confirmou o apuramento para a fase final que vai acolher em Junho de 2019.

Os jogadores de Portugal festejam o apuramento para a Fase Final após o empate 0-0 em Itália
©AFP/Getty Images

Itália e Portugal empataram 0-0 em Milão, um resultado que garantiu à equipa de Fernando Santos o primeiro lugar do Grupo 3 da Liga A e, consequentemente, uma vaga na fase final da prova. Os jogos decisivos vão ser realizados entre 5 e 9 de Junho de 2019, no Estádio do Dragão, no Porto, e no Estádio D.Afonso Henriques, em Guimarães.

Os italianos precisavam vencer e tiveram uma entrada muito forte, aos cinco minutos Lorenzo Insigne teve um disparo fortíssimo que obrigou Rui Patrício a uma bela defesa, na recarga Ciro Immobile rematou por alto. Dois minutos depois, foi Alessandro Florenzi que falhou por pouco o alvo em mais um remate de meia distância.

A equipa de Fernando Santos reagiu, Bruma e João Cancelo criaram jogadas de perigo, aos 11 e 15 minutos, mas a bola não chegou a ser rematada à baliza de Gianluigi Donnarumma. A pressão da equipa da casa regressou no final da primeira parte, Marco Verratti desmarcou Immobile aos 34 minutos, mas Patrício evitou o golo com uma defesa com o pé, logo a seguir foi Leonardo Bonucci que quase marcou com um cabeceamento na sequência de um pontapé de canto. O resultado ficou em 0-0 até ao intervalo, um resultado que servia as ambições de Portugal.

A equipa de Roberto Mancini continuou a dominar na segunda parte, Federico Chiesa esteve perto de marcar aos 50 minutos, mas José Fonte desviou o remate no último instante. O jogo ficou depois mais equilibrado, com as jogadas de perigo a regressarem apenas aos 73 minutos, João Cancelo trabalhou bem pela direita e descobriu o suplente João Mário na área, o remate do médio saiu por alto. Três minutos depois foi William Carvalho que rematou forte de pé esquerdo, da entrada da área após um ressalto, Donnarumma evitou o golo com uma boa estirada. 

Insigne voltou a exibir o forte remate aos 84 minutos, mas falhou o alvo, já em período de compensação foi Lorenzo Pellegrini que cabeceou para defesa fácil de Rui Patrício, que manteve i marcador em branco até ao final. 

Figura: João Cancelo (Portugal)

O jogador da Juventus fez um exibição sólida a defender, num jogo nada fácil para os visitantes, e ainda teve energia e determinação para subir por diversas vezes ao ataque para criar jogadas de perigo para os italianos.

Momento: Defesa de Patrício

A Itália teve um início de jogo demolidor e esteve perto de marcar aos cinco minutos. Rui Patrício respondeu com classe e evitou que a avalancha italiana sufocasse Portugal.

Topo