O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Suécia 0-2 Portugal: Campeão volta a vencer em noite histórica de Ronaldo

Cristiano Ronaldo bisou no segundo triunfo de Portugal, detentor do troféu, em dois jogos.

Resumo: Suécia 0-2 Portugal
Resumo: Suécia 0-2 Portugal

Cristiano Ronaldo marcou os seus golos 100 e 101 pela selecção em nova vitória de Portugal.

Suécia - Portugal: como aconteceu

O jogo em poucas palavras

Portugal, detentor do troféu, somou a segunda vitória em dois jogos na presente edição da UEFA Nations League, ao triunfar em Solna frente à Suécia com dois golos do seu emblemático capitão.

Os suecos desperdiçaram uma excelente ocasião para ganhar vantagem bem cedo no encontro, quando Marcus Berg, de cabeça. errou por muito pouco o alvo. Pouco depois, a equipa anfitriã viu-se com uma árdua tarefa pela frente quando Gustav Svensson foi expulso, ainda no primeiro tempo, por acumulação de cartões amarelos.

A situação piorou ainda mais logo a seguir para os nórdicos, pois Ronaldo disparou certeiro um autêntico míssil num livre que nasceu da falta consequente e chegou, desta forma, aos 100 golos pela selecção principal de Portugal.

Ronaldo remata para o segundo golo de Portugal
Ronaldo remata para o segundo golo de PortugalAFP via Getty Images

No segundo tempo, Bruno Fernandes acertou na trave da baliza da Suécia, antes de Ronaldo festejar o tento 101 com mais outro grande remate, desta feita à entrada da área.

A opinião dos repórteres

Sujay Dutt, repórter da Suécia: A Suécia colocou em campo uma equipa menos experiente do que o habitual, mas de pendor mais ofensivo ao que o havia feito contra a França, no sábado. Podia ter marcado cedo, mas acabou por sofrer um duplo golpe perto do intervalo, com um cartão vermelho seguido de um livre extraordinário de Ronaldo. Com a Suécia reduzida a dez, Portugal pôde controlar a seu gosto as operações na segunda parte e Ronaldo acabou por marcar mais um. Uma derrota dura para a selecção sueca, que certamente ficará a pensar no que poderia ter acontecido se não tivesse acontecido o lance do cartão vermelho.

Luís Piedade, repórter de Portugal: Quando está em campo, Cristiano Ronaldo é invariavelmente o centro das atenções e quase parece que o jogo o procura para ser protagonista. Nesta partida, no seu regresso após um problema físico, isso aconteceu novamente. Após ver Olsen roubar-lhe as luzes da ribalta, respondeu como só ele sabe: de forma implacável com dois belos golos. Com isso conseguiu mais um recorde, alcançou a centena de golos e ajudou Portugal a somar mais uma vitória.

Reacções

Cristiano Ronaldo, capitão de Portugal: "Estou muito feliz, em primeiro lugar pela equipa ter ganho. Era um objectivo que queríamos, continuar este caminho que temos feito nos últimos anos e nos últimos jogos. Obviamente que a marca dos 100 e depois o 101, com dois golaços… Estou muito feliz. Sinto-me bem, contente de jogar neste lote de jogadores jovens. É desfrutar do momento, tanto individual como colectivo, que é o mais importante. Consegui chegar aos 100 golos e agora quero chegar ao recorde [de golos por uma selecção, 109]. É continuar a ir passo a passo. Não estou obcecado com isso, porque sei que os recordes acabam por chegar naturalmente."

Fernando Santos, seleccionador de Portugal: "Obviamente que a expulsão teve influência decisiva no jogo. Penso que a vitória é justa. Não estivemos tão bem quanto no jogo anterior mas controlámos os acontecimentos. Faltou-nos imprevisibilidade, algo que este s jogadores costumam ter. Se tivéssemos conseguido circular a bola mais rapidamente, o resultado podia ter sido mais dilatado, mas vencemos e isso é que importa."

Pontus Jansson, defesa da Suécia: "Batemos-nos muito bem até ao momento do cartão vermelho e, depois, dois grandes golos de Ronaldo, um dos melhores jogadores do mundo, fizeram a diferença. Mas, no conjunto dos 180 minutos que jogámos esta semana, penso que há aspectos positivos a retirar, embora os resultados não tenham sido os melhores."

Janne Andersson, seleccionador da Suécia: "Após a expulsão optei por manter dois avançados na segunda parte, para tentarmos discutir o resultado. Se começássemos a jogar em 4-4-1, a equipa ficaria muito atrás e com apenas um ponto de referência para lançar ataques. O único ponto positivo neste jogo é que tivemos a hipótese de experimentar o 4-3-2, algo que em determinadas circunstâncias pode voltar a acontecer."

Curiosidades e estatísticas

  • Ronaldo marcou os seus golos 100 e 101 por Portugal no jogo 165 pela sua nação.
  • O seu primeiro golo no jogo foi o décimo que apontou de livre por Portugal.
  • Ronaldo apontou sete golos contra a Suécia e igualou a Lituânia como a selecção à qual mais marcou.
  • Ronaldo marcou pelo menos um golo por Portugal em todos os anos desde 2004.
  • Pepe igualou Fernando Couto como o quinto jogador mais internacional por Portugal com 110 jogos.

Equipas

Suécia: Olsen; Krafth, Jansson, Helander, Augstinsson; Kulusevski (Ekdal, 90), Svensson, Olsson, Forsberg (Svanberg, 79); Berg, Isak (Quaison, 71).

Portugal: Lopes, João Cancelo, Pepe, Rúben Dias, Guerreiro; João Moutinho (Rúben Neves, 73), Danilo, Bruno Fernandes; Bernardo Silva (Gonçalo Guedes,22), João Félix, Ronaldo (Diogo Jota, 81).

A seguir

O Grupo A3 é retomado no próximo mês, com os jogos França - Portugal e Croácia - Suécia, agendados para domingo, 11 de Outubro.