O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ugra - Inter: antevisão da final da Taça UEFA Futsal

Na sétima final entre clubes espanhóis e russos, o Inter ambiciona o quarto título na prova, enquanto o Ugra vai tentar terminar a sua época de estreia da melhor forma.

Kaká, treinador do Ugra, e Jesús Velasco, do Inter, antes da final
Kaká, treinador do Ugra, e Jesús Velasco, do Inter, antes da final ©Sportsfile

O Inter ganhou dois dos seus três títulos na Taça UEFA Futsal frente a equipas russas, e os anfitriões esperam aumentar esse palmarés para quatro quando defrontarem o Ugra na final.

O Ugra atingiu a final na sua campanha de estreia após bater o Benfica no desempate por grandes penalidades, mas a expulsão do guarda-redes Zviad Kupatadze significa que não vai contar com o seu capitão frente ao Inter, enquanto Eder Lima, o seu melhor marcador, vai ter um teste para aferir a sua condição física. O campeão espanhol tem em Ricardinho uma grande dúvida, pois o jogador magoou-se no tornozelo durante o triunfo sobre o Pescara, enquanto Cardinal não participou no treino de sábado, após também ter sofrido um toque.

  • O que disseram:
Veja: Ugra bate Benfica nos penalties
Veja: Ugra bate Benfica nos penalties

Kakà, treinador do Ugra
É sempre um grande desafio disputar uma final, especialmente frente à equipa da casa, mas creio que, com os jogadores que temos e a experiência que o adversário tem, o encontro vai ser equilibrado.

Penso que ontem gastámos mais energia em termos mentais, por se tratar de uma meia-final, do que físicos, já que na Rússia cada jogo dura 50 minutos.

Eder Lima vai enfrentar um teste físico, mas sabendo como ele é, quererá sempre jogar. Quando é uma final, encontra-se sempre maneira de jogar, dê por onde der.

Veja: Inter alcança a final
Veja: Inter alcança a final

Jesús Velasco, treinador do Inter
Não creio sejamos capazes de recuperar a nossa fluidez normal, porque se ontem foi difícil, amanhã será ainda mais, por se tratar de uma final. O adversário vai fazer os possíveis para nos impedir de praticar o nosso melhor futsal, e será um jogo onde tudo terá a ver com competir, concentração, cometer o menor número possível de erros. A equipa que conseguir dar um pouco mais de si provavelmente ganhará.

Quem conhece o Ricardinho, e me conhece a mim, sabe o quanto eu ficaria surpreendido se ele me dissesse que não podia ajudar, nem que fosse por pouco tempo. Ele vai ter um teste físico para ver o quão grave é a sua lesão. Mesmo que não esteja a 100 por cento, é um jogador que pode deixar a sua marca e ajudar bastante a equipa.

  • Caminhada rumo às meias-finais

Ugra
Fase principal
: Kremlin Bicêtre United 5-0, APOEL 4-3, Georgians Tbilisi 3-0 (vencedor do Grupo 1)
Ronda de Elite: Kairat Almaty 5-2, Chrudim 4-1, Győr 5-4 (vencedor do Grupo C)
Meias-finais: Benfica 4-4 (3-2 nos penalties)

Inter
Ronda de Elite: Dobovec 8-0, Kremlin Bicêtre United 10-2. Lidselmash Lida 4-2 (vencedor do Grupo A)
Meias-finais: Pescara 4-2

  • Factores-chave

Ricardinho em dúvida, Kupatadze de fora
A ausência de Kupatadze é uma baixa de peso para o Ugra, devido à liderança e carisma do capitão, bem como as suas qualidades na baliza. O conjunto russo espera que, pelo menos, Eder Lima, melhor marcador da competição até ao momento, possa jogar. Já no Inter, a possível ausência de Ricardinho pode ser tão importante quanto a de Kupatadze. O talento do ala português é inquestionável, e costumar brilhar ainda mais nas grandes ocasiões, como esta.

Conseguirá o Ugra aumentar o nível do seu jogo?
Frente ao Benfica, o Ugra foi permissivo na defesa mas compensou com qualidade ofensiva. No entanto, a retaguarda do Inter é mais difícil de quebrar e o campeão russo terá de ser mais sólido a defender para proporcionar ao talentoso ataque hipóteses de fazer a diferença. Mas a tarefa não é impossível, como quando eliminou o campeão Kairat, na Ronda de Elite.

Andrei Afanasyev: não é estranho a finais entre clubes russos e espanhóis
Andrei Afanasyev: não é estranho a finais entre clubes russos e espanhóis©Sportsfile

Mais uma final entre russos e espanhóis
Pela sétima vez nas últimas 11 edições, clubes russos e espanhóis disputam a final, já para não falar das cinco vezes em que os dois países mediram forças no UEFA Futsal EURO. Actualmente, a vantagem é espanhola. Será aumentada ou reduzida?

  • Finais entre Rússia e Espanha: lista completa.

Taça UEFA Futsal
2006: Inter (ESP) 6-3/3-4 Dínamo (RUS) – total: 9-7
2007: Dínamo (RUS) 2-1 Inter (ESP) – Murcia
2008: Sinara Ekaterinburg (RUS) 4-4, 3-2 penalties Murcia (ESP) – Moscovo
2009: Inter (ESP) 5-1 Sinara Ekaterinburg (RUS) – Ekaterinburgo
2012: Barcelona (ESP) 3-1 Dínamo (RUS) – Lleida
2014: Barcelona (ESP) 5-2 ap Dínamo (RUS) – Baku

Final de Belgrado: Espanha derrota Rússia por 7-3
Final de Belgrado: Espanha derrota Rússia por 7-3

UEFA Futsal EURO
1996: Espanha 5-3 Rússia – Cordoba
1999: Rússia 3-3, 4-2 penalties Espanha – Granada
2005: Espanha 2-1 Rússia – Ostrava
2012: Espanha 3-1 ap Rússia – Zagreb
2016: Espanha 7-3 Rússia – Belgrado

  • Jogadores a observar
Robinho será fundamental para o Ugra
Robinho será fundamental para o Ugra©Sportsfile

Ugra: Robinho – Autor do penalty decisivo frente ao Benfica, sabe o que é vencer esta prova, já que o conseguiu ao serviço do Action 21 Charleroi, em 2005.

Inter: Ortiz – Campeão em 2009, comanda a defesa do Inter mas mostrou qualidade ofensiva ao assistir Ricardinho para o empate nas meias-finais.

Robinho marca o penalty decisivo frente ao Benfica ...
Robinho marca o penalty decisivo frente ao Benfica ...©Sportsfile
... e afasta-se para festejar
... e afasta-se para festejar©Sportsfile