O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Benfica, Inter, Pescara e Ugra na fase final da Taça UEFA Futsal

O Benfica, campeão em 2010, e o Inter, triplo vencedor do troféu, vão ter a companhia dos estreantes Pescara e Ugra, em Abril, na fase final da Taça UEFA Futsal.

O Inter comemora um dos golos no triunfo por 10-2 sobre o Kremlin Bicêtre
O Inter comemora um dos golos no triunfo por 10-2 sobre o Kremlin Bicêtre ©Inter FS

• Inter, três vezes vencedor da prova, e Benfica, campeão em 2010 frente aos espanhóis, terminam no topo dos grupos
• Estreantes Pescara e Ugra Yugorsk vão estar na fase final depois de também terem vencido os agrupamentos na Ronda de Elite
• Os quatro clubes passam à fase final, organizada por um deles no final de Abril

Grupo A: Vencedor Inter FS
O Inter FS, que detém o recorde de três triunfos na prova, encantou os adeptos em Torrejon de Ardoz com três vitórias e a qualificação para a primeira fase final desde a derrota com o Benfica na final de 2010, em Lisboa. Nesse jogo, Ricardinho alinhou pelo Benfica, mas agora foi decisivo na qualificação do Inter. O ala português marcou quatro golos no Grupo A, incluindo um no triunfo, por 4-2, sobre os campeões bielorrussos do Lidselmash Lida, num desafio em que o outro português da equipa, Fernando Cardinal, também marcou.

©Massimo Mucciante

Grupo B: Pescara
Fabricio Calderolli, Leandro Cuzzolino e Rogerio Da Silva – veteranos do único triunfo da Itália nesta competição, com o Montesilvano, em 2011 – ajudaram o anfitrião e estreante Pescara a tornar-se na primeira equipa no actual formato a atingir a fase final depois de começar na fase preliminar. Os italianos bateram o Zelezarec Skopje na estreia e depois garantiram a qualificação ao baterem o Halle-Gooik. O Pescara atingiu as nove vitórias em nove desafios europeus ao vencer também o Tulpar, por 4-0, no sábado.

©Győri ETO FC

Grupo C: Ugra Yugorsk
Depois de conquistar o título russo ao FC Dynamo, campeão europeu em 2007, o Ugra garantiu um lugar na fase final graças em grande parte ao triunfo frente ao Kairat Almaty, detentor do troféu, no jogo de estreia, por 5-2. O Kairat derrotou depois o Chrudim por 4-1, pelo que um triunfo sobre o Győr valia a passagem do Ugra à fase final. Os russos tiveram de lutar muito, mas ganharam por 5-2 e terminaram a participação na Ronda de Elite com uma goleada de 6-0 ao Chrudim.

©Slov-Matic Bratislava

Grupo D: Benfica
O Benfica, campeão europeu em 2010, está de regresso à fase final pela primeira vez desde 2011, mas teve de esperar por um emocionante triunfo na última jornada para levar a melhor sobre o Lokomotiv Kharkiv. Os dois clubes ganharam a abrir: o Benfica frente ao Ekonomac Kragujevac, por 3-0, com três golos na segunda parte; o Lokomotiv diante do anfitrião Slov-Matic Bratislava por 2-0. Os ucranianos golearam depois o Ekonomac por 6-1, mas o Slov-Matic surpreendeu o Benfica, por 5-4, perante 4000 espectadores no Zimny štadión Ondreja Nepelu, novo recorde de assistência para um jogo de futsal na Eslováquia. Marek Belaník colocou o Bratislava em vantagem aos 35 minutos e Gabriel Bartosek bateu por duas vezes Bruno Coelho, que jogou com guarda-redes avançado e marcou um golo ao cair do pano, depois de Alessandro Patias ter reduzido para a equipa de Lisboa.

Estes golos no final terminaram com as esperanças do Slov-Matic e obrigavam o Benfica a bater o Lokomotiv por dois golos de diferença para garantir uma vaga na fase final, independentemente do resultado que depois fizesse o Bratislava. O Lokomotiv deu muita luta, mas Wilhelm colocou a equipa de Joel Rocha em vantagem com sete minutos para jogar e, apenas a dois segundos do final, Fábio Cecílio assegurou a segunda presença do Benfica numa fase final. E o triunfo por um golo até teria bastado, já que o outro jogo terminou com 2-2 no marcador.