Inter goleia Sporting e soma quarto título

Sporting 0-7 Inter
Aproveitando quase todos os erros do Sporting, o Inter de Ricardinho alcançou o inédito quarto título europeu.

Highlights: Watch seven-goal Inter sweep to Futsal Cup final victory
  • Inter vence final de Almaty e conquista a sua quarta Taça UEFA Futsal, mais duas do que qualquer outra equipa
  • Inter torna-se na primeira equipa a marcar sete golos numa final da competição
  • Ortiz e Jesús Herrero vencem segundo troféu pelo Inter após o título ganho em 2009
  • Ricardinho consegue segundo título depois daquele ganho pelo Benfica em 2010
  • Sporting soma a segunda derrota em finais, depois da averbada em 2011, também em Almaty
  • Homem do Jogo: Ricardinho
  • Veja o resumo a partir das 23h00 (hora de Portugal continental)

O Inter conquistou o seu quarto título europeu ao derrotar o Sporting por 7-0 na final da Taça UEFA Futsal, em Almaty, no Cazaquistão. Na sua sétima presença no jogo decisivo, reergueu um troféu já ganho em 2004, 2006 e 2009, tornando-se no único tetracampeão europeu.

Apesar da entrada forte dos "leões", que dispuseram das melhores oportunidades para abrir o marcador, foram o guarda-redes Marcão e Fortino – no dia do seu 34º aniversário - os primeiros protagonistas da partida, negando golos ao campeão espanhol. Ainda assim, o Inter colocou-se a vencer através de Gadeia, a concluir um contra-ataque de Humberto, e foi num lance igual que Lolo ampliou a vantagem, agora a passe de Ricardinho.

Marcão voltou a ter protagonismo num remate que o desvio no peito de Ortiz quase transformou em golo do Sporting, que em cima do intervalo, numa emenda de Caio junto ao poste, voltou a estar perto de reduzir.

Rafael fez o terceiro golo logo a abrir a segunda parte, depois do Sporting somar a terceira falta, antes de Rivillos aproveitar uma desatenção da defesa portuguesa para ampliar o marcador e colocar a tarefa do campeão nacional acima das suas capacidades.

A perder por 4-0 a 17 minutos do fim, Nuno Dias colocou o Sporting a jogar 5 contra 4, mas no meio de tanta insistência "leonina", foi Rivillos quem aproveitou para bisar, rematando para a baliza deserta, sendo pouco depois imitado por Ricardinho, também num remate a partir da zona defensiva.

O azar perseguia a equipa portuguesa, com Déo a acertar na trave, respondendo Ricardinho com o 7-0, resultado que fez do clube espanhol o primeiro a marcar sete golos numa final.

Reeleito Melhor Jogador do Mundo no sábado, Ricardinho alcançou o seu segundo título europeu – o primeiro fora em 2010, pelo Benfica, contra a actual equipa – ajudando a condenar o adversário português à segunda derrota em outras tantas finais da competição. 

Reacções
Ricardinho, Melhor em campo
Sinto-me maravilhado depois de ter vencido esta taça outra vez sete anos depois. Uma vez pelo Benfica, em Lisboa, e agora pelo Inter. Sinto-me maravilhado, a equipa trabalhou muito bem. Demos o nosso melhor em ambas as partidas, pelo que penso que merecemos o título.

Nos últimos sete anos o Inter apenas disputou uma final. O clube precisa de voltar a estar no topo europeu. No último ano, não fomos capazes de ganhar este troféu em casa mas hoje com o 7-0 mostrámos que somos os melhores.

Jesús Velasco, treinador do Inter
Penso que o resultado diz tudo. Sabíamos que o Sporting iria pressionar alto, viemos preparados para isso. Após o jogo com o Kairat corrigimos os nossos erros e hoje estivemos muito bem na final. Os jogadores fizeram um grande trabalho e fiquei particularmente satisfeito pela forma como defendemos a situação de 5 contra 4.

Esta vitória é, ate à data, o momento mais importante da minha carreira, é um sonho tornado realidade. No ano passado estivemos na final mas perdemos com o Ugra. Desta vez conseguimos ganhar a Taça UEFA Futsal.

Nuno Dias, treinador do Sporting
Gostaria de dar os parabéns ao nosso adversário pois mereceu vencer. Penso que não estivemos pior do que na sexta-feira, mas hoje não foi claramente o nosso dia. Não conseguimos converter as nossas oportunidades, enquanto o Inter foi capaz de capitalizar os nossos erros. Esta é a natureza do futsal.

Topo