Factos: Eintracht Frankfurt - Vitória SC

O Eintracht Frankfurt sabe que outro triunfo sobre o Vitória SC, que já está eliminado, garante a presença nos 16 avos-de-final pela segunda época consecutiva.

Evan N'Dicka (segundo à direita) é felicitado depois de marcar o golo da vitória do Eintracht Frankfurt em Guimarães
Evan N'Dicka (segundo à direita) é felicitado depois de marcar o golo da vitória do Eintracht Frankfurt em Guimarães ©Getty Images

O Eintracht Frankfurt regressa a casa depois de dois jogos seguidos como visitante e com nove pontos no Grupo F, sabe que se somar mais três frente ao Vitória SC, já está eliminado, garante um lugar nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League pela segunda época consecutiva.

• A equipa alemã reentrou na luta na quinta jornada, ao vencer por 2-1 no reduto do Arsenal, líder do grupo, com a reviravolta a surgir na segunda parte depois de dois golos do médio japonês Daichi Kamada, os primeiros que marcou nas competições europeias. O Eintracht está em segundo no grupo, com menos um ponto que os ingleses e dois de vantagem sobre o Standard Liège. O Vitória recuperou de um péssimo arranque, empatado os dois últimos desafios depois de ter começado com três derrotas, mas já não pode ir além do quarto posto.

• O Eintracht garante a qualificação com uma vitória ou se o Standard não vencer o Arsenal em Liége. Se perder e o Standard ganhar, o clube alemão será eliminado, mas se empatar e ficar em igualdade com os belgas e com o Arsenal com dez pontos, as três primeiros lugares serão determinados pela diferença de golos nos confrontos directos entre os três clubes, depois pelos golos marcados e finalmente pelos golos marcados fora. O saldo de golos do Frankfurt nos quatro jogos cm Arsenal e o Standard está em -2 (5-7), com o Arsenal com +6 (8-2) e o Standard com -4 (3-7).

Resumo: Vitória SC 0-1 Eintracht Frankfurt
Resumo: Vitória SC 0-1 Eintracht Frankfurt

Encontros anteriores 
• O Frankfurt venceu o Vitória por 1-0 em Guimarães na segunda jornada, com o defesa francês Evan N'Dicka a marcar o único golo aos 36 minutos.

• Todos os confrontos anteriores do Eintracht com clubes portugueses ocorreram na fase eliminatória da UEFA Europa League. Os alemães foram eliminados pelo Porto devido aos golos marcados fora de casa nos oitavos-de-final em 2013/14 (2-2 f, 3-3 c), mas afastaram da mesma forma o Benfica nos quartos-de-final da época passada, vencendo por 2-0 em casa depois de uma derrota por 2-4 em Lisboa.

• Os outros jogos europeus do Vitória com clubes alemães colocaram um ponto final na melhor campanha de sempre dos minhotos nas provas da UEFA, mas o Borussia Mönchengladbach impôs-se com um total de 5-2 nos quartos-de-final da Taça dos Vencedores das Taças de 1986/87 (0-3 f, 2-2 c).

Resumo: Arsenal 1-2 Eintracht Frankfurt
Resumo: Arsenal 1-2 Eintracht Frankfurt

Guia de forma
Eintracht
• A aventura do Frankfurt na UEFA Europa League de 2018/19 teve 14 jogos e incluiu triunfos memoráveis na fase a eliminar sobre três equipas que a meio da época foram transferidas da UEFA Champions League – Shakhtar Donetsk, Inter e Benfica – antes de ser eliminado nas meias-finais, nas grandes penalidades, pelo Chelsea, que viria a conquistar o troféu. Na época passada o clube terminou no sétimo lugar na Bundesliga.

• Os vencedores da Taça UEFA de 1980 iniciaram esta campanha na UEFA Europa League na segunda pré-eliminatória. Afastaram facilmente o Flora, da Estónia, e o Vaduz, do Liechtenstein, antes de garantirem a terceira presença na fase de grupos ao eliminarem o Estrasburgo no “Play-off”, depois de terem estado em desvantagem (0-1 f, 3-0 c). Na primeira participação, em 2013/14, também seguiram em frente, antes de serem afastados pelo Porto nos 16 avos-de-final.

• O registo total do Eintracht na UEFA Europa League, em casa e fora e incluindo as pré-eliminatórias, é de 24V 6E 5D. O registo em casa na prova é um impressionante 13V 3E 1D, sem derrotas até à recepção ao Arsenal na primeira jornada. Esta derrota por 3-0 terminou com o registo perfeito de seis vitórias em seis jogos em casa na fase de grupos, mas os alemães reagiram bem e bateram o Standard por 2-1 na terceira jornada.

Resumo: Vitoria SC 1-1 Standard Liege
Resumo: Vitoria SC 1-1 Standard Liege

Vitória SC
• Quinto na liga portuguesa da temporada passada, o Vitória SC apurou-se para a quinta participação europeia nesta década e a primeira desde 2017/18, quando foi último no seu grupo da UEFA Europa League.

• As vitórias na qualificação sobre Jeunesse Esch (1-0 f, 4-0 c), Ventspils (3-0 f, 6-0 c) e FCSB (0-0 f, 1-0 c) permitiram ao clube de Guimarães garantir a terceira presença na fase de grupos da UEFA Europa League, que nunca conseguiu ultrapassar, tendo ficado em terceiro em 2014/15. Em 2005/06, foi último no seu grupo na Taça UEFA.

• O Vitória esteve 13 jogos sem ganhar fora de casa nas provas da UEFA (3E 10D) - um jejum que remonta ao triunfo por 1-0 no terreno do Wisła Cracóvia em Setembro de 2005, até bater o Jeunesse por 1-0 na segunda pré-eliminatória desta época. Os minhotos nunca venceram fora em dez jogos da fase de grupos Taça UEFA/UEFA Europa League (2E 8D), tendo perdido os últimos cinco desafios.

Resumo: Standard Liège 2-1 Eintracht Frankfurt
Resumo: Standard Liège 2-1 Eintracht Frankfurt

Ligações e curiosidades
• O internacional português André Silva, que está emprestado pelo Milan ao Eintracht, iniciou a carreira no Porto, tal como o colega de equipa Gonçalo Paciência.

• O avançado Bas Dost foi contratado esta época pelo Frankfurt ao Sporting, onde marcou 93 golos em três épocas, dois dos quais ao Vitória numa goleada por 5-0 em Guimarães no início da Liga de 2017/18.

• A próxima vitória do Eintracht na UEFA Europa League, da fase de grupos à final, será a 18ª na prova, um novo recorde para um clube alemão. Actualmente está empatado com o Schalke, com 17 triunfos, mas menos cinco jogos disputados.

Resumo: Vitória SC 1-1 Arsenal
Resumo: Vitória SC 1-1 Arsenal

Os treinadores
• O treinador austríaco Adi Hütter foi escolhido pelo Eintracht Frankfurt para suceder a Niko Kovač, que rumou ao Bayern, em Maio de 2018, depois de conduzir o Young Boys ao primeiro título da Liga suíça em 32 anos. Confirmou ser uma boa aposta ao conduzir o Frankfurt às meias-finais da UEFA Europa League e a um lugar europeu na Bundesliga. Um antigo médio, que passou sete anos no Salzburgo, regressou ao clube para conseguir a “dobradinha" na Áustria em 2014/15, após passagens pelo comando de Altach e Grödig. Atravessou depois a fronteira para passar as três épocas seguintes no Berna. 

• Um surpreendente sexto lugar ao leme Moreirense na Liga Portuguesa em 2018/19 - na sua única temporada no clube - garantiu a Ivo Vieira uma transferência este Verão para o Vitória, que terminou com o mesmo número de pontos, mas um lugar acima na tabela. Natural da Madeira, passou toda a sua carreira de jogador no arquipélago com o Nacional, onde também se iniciou como treinador. Chegou a Portugal continental em Maio de 2016, quando orientou o Aves no segundo escalão. Seguiram-se passagens por Académica e Estoril.

Topo