Factos: Sporting - PSV

O Sporting lidera o Grupo D após três vitórias seguidas e sabe que um triunfo na recepção ao PSV garante a qualificação para os 16 avos-de-final.

Os jogadores do Sporting festejam na quarta jornada
Os jogadores do Sporting festejam na quarta jornada ©AFP/Getty Images

Líder do Grupo D após três vitórias seguidas, o Sporting CP recebe em Lisboa um PSV Eindhoven fora de forma, sabendo que um quarto triunfo consecutivo vale a passagem à fase seguinte, a uma jornada do fim.

• O Sporting reagiu bem à derrota em Eindhoven, na ronda inaugural, vencendo por 2-1 na recepção ao LASK, seguindo-se mais dois triunfos, frente ao Rosenborg (1-0 c, 2-0 f). Ao invés, o PSV quebrou após um arranque promissor, somando apenas um ponto nos dois jogos com o LASK, na 3ª e 4ª jornadas, tendo perdido o segundo jogo por 4-1 após chegar ao intervalo a vencer. Dessa forma, tem os mesmo sete pontos que os austríacos, estando ambos a dois do Sporting.

Resumo: PSV 3-2 Sporting CP
Resumo: PSV 3-2 Sporting CP

Confrontos anteriores
• O PSV venceu o Sporting por 3-2 em Eindhoven no primeiro encontro oficial entre ambos.

• Apesar dessa derrota, o Sporting tem um excelente registo frente a clubes holandeses (V11 E3 D3) e não perdeu nenhum dos oito jogos em casa, vencendo os seis primeiros e empatando os dois mais recentes: a zero frente ao FC Twente, numa pré-eliminatória da UEFA Champions League 2009/10, e a um golo ante o Heerenveen, na fase de grupos da UEFA Europa League 2009/10.

• O PSV disputou 13 jogos europeus frente a clubes portugueses e conseguiu apenas três vitórias (E6 D4). Após o triunfo sobre o Benfica no desempate por grandes penalidades na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1988 (nulo no tempo regulamentar), em Estugarda, o clube de Eindhoven visitou Portugal em cinco ocasiões e nunca conseguiu vencer (E2 D3). No desafio mais recente empatou a três golos com o Estoril, na quinta jornada da UEFA Europa League 2014/15, com o jogo a ser concluído no dia seguinte após uma chuva torrencial ter obrigado à sua suspensão.

Resumo: Sporting CP 1-0 Rosenborg
Resumo: Sporting CP 1-0 Rosenborg

Guia de forma
Sporting
• O Sporting apurou-se directamente para a fase de grupos da UEFA Europa League 2019/20 ao conquistar a Taça de Portugal na temporada passada, graças a um triunfo sobre o FC Porto no desempate por penalties. Terminou a Liga portuguesa no terceiro posto e foi eliminado pelo Villarreal nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League.

• Esta é a nona presença do Sporting na UEFA Europa League – um recorde da competição, excluindo pré-eliminatórias – e a sétima vez que disputa a fase de grupos. Em cinco das anteriores seis presenças conseguiu alcançar a fase a eliminar, tendo registado a sua melhor campanha em 2011/12, quando atingiu as meias-finais.

• Nas cinco primeiras épocas na UEFA Europa League o Sporting somou 20 jogos caseiros seguidos sem perder (V13 E7), registo que constitui um recorde da competição se considerarmos apenas encontros desde a fase de grupos até à final. Porém, perdeu quatro dos últimos 13 jogos disputados, dois deles na temporada passada, frente a Arsenal e Villarreal, ambos por 0-1. Os triunfos sobre LASK e Rosenborg esta época fazem com que o seu registo caseiro na fase de grupos da UEFA Europa League seja de 14 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.

Resumo: LASK 4-1 PSV
Resumo: LASK 4-1 PSV

PSV
• O PSV perdeu o título de campeão holandês para o Ajax na temporada passada, terminando no segundo lugar da Liga holandesa, e fez também pior figura que o rival de Amesterdão na UEFA Champions League, falhando o acesso aos oitavos-de-final após ficar no quarto lugar do grupo, atrás de Barcelona, Tottenham e Inter.

• Esta temporada o clube de Eindhoven viu as suas ambições na UEFA Champions League terminarem ainda mais cedo, sendo eliminado pelo Basileia devido aos golos fora (3-2 em casa, 1-2 fora) logo na segunda pré-eliminatória. Relegado para a UEFA Europa League, afastou Haugesund e Apollon Limassol para chegar à fase de grupos pela sétima vez. Seguiu para a fase a eliminar em quatro das anteriores seis presenças, tendo atingido os quartos-de-final em 2010/11.

• O PSV não sofreu nenhuma derrota nos primeiros nove jogos fora na fase de grupos da UEFA Europa League (V7 E2), mas perdeu cinco dos 11 desafios disputados desde então (V4 DE). Posteriormente esteve nove jogos sem vencer como visitante na UEFA Champions League (E3 D6).

Resumo: Sporting CP 2-1 LASK
Resumo: Sporting CP 2-1 LASK

Ligações e curiosidades
• O internacional português Bruma, extremo contratado esta época pelo PSV, é produto dos escalões de formação do Sporting e iniciou a carreira profissional nos "leões". Na selecção de Portugal já jogou ao lado dos sportinguistas Luís Neto e Bruno Fernandes.

• O Sporting tornou-se na quinta equipa a atingir os 100 golos na UEFA Europa League, da fase de grupos até à final, quando Sebastián Coates abriu a contagem no triunfo por 2-0 em casa do Rosenborg, na quarta jornada.

• O PSV terminou uma série de seis jogos sem vencer em todas as competições ao bater o Heerenveen por 2-1 em casa, no fim-de-semana, em partida da Liga holandesa.

Resumo: Rosenborg 1-4 PSV
Resumo: Rosenborg 1-4 PSV

Os treinadores

• Filho de um antigo jogador, Emanuel Ferro optou pela carreira de treinador, que começou aos 24 anos e conta com uma passagem pelos escalões de formação do Benfica. Entre 2014 e 2015 foi treinador-adjunto da Malásia e responsável pelo futebol juvenil do Espérance de Tunis, antes de regressar a Portugal para trabalhar no Sporting CP como adjunto, nas equipas Sub-14, B e Sub-23. Orientou brevemente os Sub-23, substituindo Leonel Pontes, e agora é adjunto de Silas na equipa principal.

• Centrocampista combativo e versátil, Van Bommel teve uma carreira de jogador repleta de títulos, tendo-se sagrado campeão nacional em todos os países em que jogou: conquistou uma Liga espanhola – mais uma UEFA Champions League – pelo Barcelona, duas Bundesligas pelo Bayern, uma Serie A pelo Milan e quatro Ligas holandesas pelo PSV. Foi 79 vezes internacional pela Holanda e terminou a carreira em 2013. Regressou ao PSV como treinador principal em 2018, após ter sido treinador-adjunto do sogro Bert van Marwijk na selecção da Austrália durante o Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia.

Topo