Factos: Rosenborg - Sporting

O Rosenborg procura ainda os primeiros pontos no Grupo D, numa altura em que recebe o Sporting, vitorioso por 1-0 na terceira jornada, em Lisboa.

Yannick Bolasie marcou o único golo do confronto entre Sporting e Rosenborg em Lisboa
Yannick Bolasie marcou o único golo do confronto entre Sporting e Rosenborg em Lisboa ©AFP/Getty Images

O campeão norueguês Rosenborg procura ainda os primeiros pontos no Grupo D, numa altura em que recebe o Sporting, vitorioso por 1-0 na terceira jornada, em Lisboa, no primeiro encontro oficial entre os clubes. Yannick Bolasie marcou o tento decisivo o seu primeiro na Europa – aos 70 minutos e deixou os "leões" a um ponto do líder PSV Eindhoven.

• O Sporting recuperou da derrota na primeira jornada no terreno do PSV Eindhoven (2-3) ao bater o LASK, por 2-1, em Lisboa, enquanto o Rosenborg registou três derrotas seguidas: para alem da sofrida por 1-0 em Alvalade, vinha de mais dois desaires, por 4-1 na recepção ao PSV e 1-0 no terreno do LASK.

Highlights: Sporting 1-0 Rosenborg
Highlights: Sporting 1-0 Rosenborg

Confrontos anteriores
• Nos 11 jogos anteriores da UEFA com adversários portugueses o Rosenborg somou quatro vitórias, um empate e seis derrotas. Três desses triunfos aconteceram em Trondheim, apesar do mais recente – contra o Benfica, por 2-1, na segunda mão da terceira eliminatória da Taça UEFA de 2003/04 – ter sido em vão, pois perdera o primeiro jogo, por 1-0, em Lisboa.

• O encontro da terceira jornada foi o primeiro do Sporting contra oposição norueguesa em 20 anos. Os dois jogos anteriores fora terminaram com resultado de 3-0 – o primeiro deles a favor, contra o Lyn Oslo, na primeira eliminatória da Taça dos Campeões de 1971/72, e o segundo a favor dos nórdicos, frente ao Viking, na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1999/2000, em que a equipa de Lisboa caiu por um total de 3-1.

Resumo: Rosenborg 1-4 PSV
Resumo: Rosenborg 1-4 PSV

Guia de forma
Rosenborg
• O Rosenborg conseguiu a décima “dobradinha” na Noruega no ano passado, juntando o 12º triunfo na taça ao 26º título no campeonato – ambos recordes daquele país nórdico. Foi também o quarto triunfo seguido na liga. O clube também disputou 14 jogos europeus em 2018, tendo terminado a campanha na fase de grupos da UEFA Europa League, campanha na qual perdeu os cinco primeiros cinco jogos antes do empate 1-1 no Leipzig na sexta jornada.

• Com 30 participações europeias nas últimas 31 épocas, esta é a sexta presença do emblema de Trondheim na fase de grupos da UEFA Europa League, prova em que não conseguiu passar à fase a eliminar nas cinco tentativas anteriores. A última vez que terminou nos dois primeiros lugares da fase de grupos aconteceu na UEFA Champions League de 1999/2000.

• O Rosenborg começou a época na primeira pré-eliminatória da UEFA Champions League, tendo eliminado Linfield (2-0 f, 4-0 c) BATE Borisov (1-2 f, 2-0 c) e Maribor (3-1 f, 3-1 c) antes de ser afastado pelo Dínamo Zagreb no “play-off” (0-2 f, 1-1 c). Invicto em casa durante a fase de qualificação, foi batido nos três jogos da fase de grupos da UEFA Europa League em Trondheim na temporada passada e está agora numa série de cinco derrotas consecutivas em casa na fase de grupos, além de uma sequência de 13 jogos sem ganhar na prova.

Resumo: Sporting 2-1 LASK
Resumo: Sporting 2-1 LASK

Sporting
• O Sporting terminou a Liga portuguesa passada no terceiro lugar e apurou-se directamente para a fase de grupos da UEFA Europa League de 2019/20 ao conquistar a Taça de Portugal, graças a um triunfo sobre o Porto no desempate por grande penalidades. Os "leões" chegaram igualmente aos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, fase em que foram afastados pelo Villarreal.

• Esta é a nona presença do Sporting na fase adiantada da UEFA Europa League – registo recorde da competição – e a sétima vez que disputa a fase de grupos. Os "leões" passaram à fase a eliminar em cinco das seis participações anteriores na fase de grupos e a sua melhor campanha aconteceu em 2011/12, quando atingiram as meias-finais.

• O registo fora do Sporting na fase de grupos da UEFA Europa League é de V7 D2 L10. Não perdeu longe de Lisboa na última temporada (V2 E2) e aqui inclui-se o empate 0-0 em casa do futuro finalista vencido da prova, o Arsenal – na única vez em quatro encontros da quarta jornada jogados fora em que evitou a derrota.

Resumo: PSV 3-2 Sporting
Resumo: PSV 3-2 Sporting

Ligações e curiosidades 
• O avançado internacional norueguês Bjørn Johnsen, que está emprestado ao Rosenborg, passou 18 meses em Portugal no início da carreira. Jogou pelo Louletano, no terceiro escalão, em 2013/14 e esteve até Fevereiro da época seguinte no Atlético CP, da segunda divisão.

• O próximo jogo do guarda-redes André Hansen, do Rosenborg, nas competições da UEFA será o seu 50º.

• O Sporting precisa apenas de mais um golo para atingir os 100 na UEFA Europa League, contando desde a fase de grupos até à final, número até agora alcançado apenas por cinco clubes.

• A série de 13 jogos do Rosenborg sem vitórias a partir da fase de grupos da UEFA Europa League está a dois do recorde negativo da prova estabelecido na época passada pelo Apollon Limassol.

• O Rosenborg é actualmente quarto classificado, está fora dos lugares que dão acesso às provas da UEFA, e não pode revalidar o título da Noruega, já que está a 14 pontos do líder Molde com três jogos por disputar.

Resumo: LASK 1-0 Rosenborg
Resumo: LASK 1-0 Rosenborg

Os treinadores
• Depois de uma carreira de jogador passada principalmente nos escalões inferiores da Noruega ao serviço do Vard Haugesund, antes de representar o rival Haugesund, Eirik Horneland tornou-se treinador-adjunto do segundo antes de assumir o comando da seleção Sub-19 da Noruega em 2015. No final do ano seguinte regressou ao Haugesund como técnico e lá passou duas épocas, terminando a segunda no quarto lugar do campeonato, resultado que, aos 43 anos, lhe valeu o cobiçado lugar de treinador do campeão Rosenborg, onde substituiu o interino holandês Rini Coolen.

• Filho de um antigo jogador, Emanuel Ferro optou pela carreira de treinador, que começou aos 24 anos nas camadas jovens do Benfica. Entre 2014 e 2015 foi treinador-adjunto da Malásia e responsável pelo futebol juvenil do Espérance de Tunis, antes de regressar a Portugal para trabalhar no Sporting CP como adjunto nas equipas de Sub-14, B e Sub-23. Orientou mesmo os Sub-23, substituindo Leonel Pontes, e agora trabalha ao lado de Silas na equipa principal.

Topo