Final da Europa League: factos do Chelsea - Arsenal

O Estádio Olímpico de Baku vai ser palco da primeira final da UEFA entre dois clubes de Londres quando o Chelsea defrontar o rival Arsenal.

O troféu da UEFA Europa League
O troféu da UEFA Europa League ©Getty Images

Chelsea e Arsenal vão viajar da zona leste de Londres até ao Estádio Olímpico de Baku, onde ambos já venceram o campeão local Qarabağ, para disputar a primeira final europeia entre dois clubes de Inglaterra em 11 anos e apenas a terceira na história da UEFA.

• É a terceira final da UEFA Europa League entre clubes do mesmo país, com o Porto a bater o Braga por 1-0 em Dublin em 2011, antes do Atlético Madrid vencer o Athletic Club por 3-0, 12 meses depois, no duelo espanhol em Bucareste.

• O Chelsea não perde há 14 jogos da UEFA Europa League (11V 3E). Dominou o Grupo L no Outono antes de eliminar Malmö, Dínamo Kiev, Slávia Praga e Eintracht Frankfurt, nas grandes penalidades, a caminho da final.

• O Arsenal chega ao Azerbaijão numa série de cinco vitórias seguidas na prova. Ultrapassou facilmente o Grupo E, com apenas dois pontos perdidos e qualificando-se com duas jornadas por disputar, mas passou por sustos nos 16 avos-de-final e nos oitavos, frente a BATE Borisov e Rennes, respectivamente, antes de vencer ambos os desafios nos quartos-de-final, frente ao Nápoles, e nas meia-final, com o Valência.

• Enquanto o Chelsea já garantiu um lugar na fase de grupos da UEFA Champions League de 2019/20, graças ao terceiro lugar na Premier League, o quinto lugar do Arsenal significa que só terá uma vaga na UEFA Champions League da próxima época se vencer em Baku.

Finais da Europa League e da Taça UEFA entre clubes do mesmo país
Finais da Europa League e da Taça UEFA entre clubes do mesmo país

Encontros anteriores
• Os rivais de Londres são velhos conhecidos das competições nacionais, mas só se defrontaram uma vez nas provas da UEFA. O Chelsea levou a melhor sobre o Arsenal nos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2003/04, quando empatou 1-1 em Stamford Bridge e venceu por 2-1 em Highbury. O defesa-esquerdo Wayne Bridge marcou o golo decisivo para a equipa de Claudio Ranieri a três minutos do final.

• Apesar do Chelsea ter sido derrotado no desempate por grandes penalidades pelo Manchester United na última final inglesa, em Moscovo, na UEFA Champions League de 2008 (depois de um empate a um golo), tem apenas quatro derrotas em 17 jogos nas provas da UEFA com rivais ingleses. Duas delas foram no último encontro, quando perdeu em casa (0-1) e fora (1-2) com o Manchester United nos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2010/11.

• O Arsenal nunca conseguiu vencer um jogo das provas da UEFA frente a outro clube inglês em seis tentativas (2E 4D), as últimas três terminaram em derrotas, frente ao Liverpool na segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2007/08 (2-4) e nos dois jogos das meias-finais da época seguinte com o Manchester United (0-1 fora, 1-3 casa).

Resumo: Chelsea 1-1 Eintracht Frankfurt (4-3 pens)
Resumo: Chelsea 1-1 Eintracht Frankfurt (4-3 pens)

Guia de forma
Chelsea
• Na fase de grupos da UEFA Europa League, pela primeira vez esta época, o Chelsea rumou às rondas a eliminar sem grandes problemas, fazendo a dupla ante PAOK (1-0 fora, 4-0 em casa) e BATE Borisov (3-1 em casa, 1- 0 fora), antes do Vidi, que perdeu por 1-0 em Stamford Bridge, ter impedido um registo perfeito com um 2-2 em Budapeste, na sexta jornada.

• Nos 16 avos-de-final, derrotou Malmö (2-1) e em casa (3-0), antes de afastar o Dynamo Kyiv (3-0 em casa, 5-0 fora). As seis vitórias consecutivas vieram contra o Slavia Praha nos quartos-de-final. (1-0 fora, 4-3 em casa), antes de ser obrigado pelo Frankfurt a disputar o desempate por grandes penalidades nas meias-finais (1-1 fora, 1-1 casa), com Eden Hazard a converter o pontapé decisivo em Stamford Bridge.

Hazard sobre a grande penalidade decisiva
Hazard sobre a grande penalidade decisiva

• Esta é a segunda presença do Chelsea numa final da UEFA Europa League, a primeira foi em 2013, quando Branislav Ivanović marcou o golo da vitória sobre o Benfica no período de compensação em Amesterdão. Esta foi a única participação anterior do clube na prova.

• O Chelsea tem o recorde de 17 jogos sem derrotas na UEFA Europa League, incluindo os últimos três desafios da campanha vitoriosa em 2013, tendo somado 14 vitórias desta série.

• Os “blues” são a equipa com mais concretizadora esta época, com 32 golos, menos cinco que o recorde da UEFA Europa League estabelecido pelo Porto em 2010/11.

Arsenal
• O Arsenal esteve presente em 19 épocas consecutivas na UEFA Champions League, até ao ano passado, altura em que atingiu as meias-finais da UEFA Europa League na época de estreia, sendo eliminado pelo Atlético, que viria a conquistar o troféu.

Resumo: Valência 2-4 Arsenal
Resumo: Valência 2-4 Arsenal

• Esta época, os londrinos conseguiram esta época ultrapassar com facilidade a fase de grupos. Começaram com um triunfo por 4-2 na recepção ao Vorskla Poltava, conseguindo depois quatro vitórias e um empate em que não sofreram mais golos. O primeiro desses jogos foi no Baku Olympic Stadium, onde bateram o Qarabağ por 3-0, com Sokratis Papastathopoulos e Matteo Guendouzi a marcarem os primeiros golos pelo clube. 

• A série de cinco jogos sem sofrer golos, que igualou um recorde da prova, terminou na visita ao BATE; onde o Arsenal perdeu por 1-0, antes de conseguir vencer por 3-0 em casa. Nos oitavos-de-final conseguiu uma reviravolta semelhante, perdeu por 3-1 Rennes, antes de mais uma vitória por 3-0 em Londres. O triunfo por 1-0 em Nápoles veio reforçar a vantagem de 2-0 conseguida na primeira mão frente aos italianos. O Valência foi depois batido com um total de 7-3 nas meias-finais (3-1 em casa, 4-2 fora), com os atacantes Pierre-Emerick Aubameyang (quatro) e Alexandre Lacazette (três) a apontarem todos os golos.

• O Arsenal nunca tinha disputado uma final da UEFA Europa League, apesar de ter atingido a final da Taça UEFA em 1999/2000, onde perder por 4-1 no desempate por grandes penalidades frente ao Galatasaray, após um nulo em Copenhaga.

• Os "gunners” na sua maior série de vitórias a UEFA Europa League - cinco jogos - nunca tendo conseguido antes mais do que três triunfos seguidos.

Čech: My dream is to win my last final
Čech: My dream is to win my last final

Finais anteriores da UEFA
Chelsea (5V 3D)
1970/71 Desempate da final da Taça dos Vencedores das Taças 2-1 v Real Madrid (depois de um empate 1-1)
1997/98 Taça dos Vencedores das Taças 1-0 v Estugarda
1998 SuperTaça Europeia 1-0 v Real Madrid
2007/08 UEFA Champions League 1-1 v Manchester United (5-6 nos penalties)
2011/12 UEFA Champions League 1-1 v Bayern (4-3 nos penalties)
2012 SuperTaça Europeia 1-4 v Atlético
2012/13 UEFA Europa League 2-1 v Benfica
2013 SuperTaça Europeia 2-2 v Bayern (4-5 nos penalties)

Arsenal (1V 5D)
1979/80 Taça dos Vencedores das Taças 0-0 v Valência (4-5 nos penalties)
1993/94 Taça dos Vencedores das Taças 1-0 v Parma
1994 UEFA Super Cup 0-2 tot v Milan (0-0 c, 0-2 f)
1994/95 Taça dos Vencedores das Taças 1-2 v Saragoça
1999/00 Taça UEFA 0-0 v Galatasaray (1-4 nos penalties)
2005/06 UEFA Champions League 1-2 v Barcelona

Detalhes da final
• Esta é a décima final da UEFA Europa League. Os nove anteriores renderam 24 golos, à média de 2.667 por jogo. O triunfo mais folgado é de 3-0, conseguido duas vezes pelo Atlético, frente ao Athletic Club (2012) e ao Marselha (2018). A final com mais golos foi i triunfo do Sevilha, por 3-2, sobre o Dnipro, em 2015.

As melhores defesas das meias-finais da Europa League
As melhores defesas das meias-finais da Europa League

• O treinador do Arsenal, Unai Emery, era o treinador do Sevilha nos três triunfos consecutivos na UEFA Europa League, entre 2013/14 e 2015/16. 

• Atlético e Sevilha venceram as três finais da UEFA Europa League que disputaram e partilham o recorde de vitórias.

• A Inglaterra já teve quatro finalistas da UEFA Europa League, o último foi o Manchester United, que conquistou o troféu ao bater o Ajax por 2-0 em 2017. O Chelsea é o primeiro dos quatro a repetir a presença.

• O Arsenal é o 14º clube diferente a atingir a final da UEFA Europa League e pode ser o sexto a vencer a competição.

• Nunca houve expulsões numa final da UEFA Europa League.

Resumo da final de 2013: Benfica 1-2 Chelsea
Resumo da final de 2013: Benfica 1-2 Chelsea

• Só foi assinalada uma grande penalidade em finais da UEFA Europa League. Foi convertida com sucesso por Óscar Cardozo pelo Benfica frente ao Chelsea em 2013. 

• A única final da UEFA Europa League decidida num desempate por grandes penalidades foi em 2014, quando o Sevilha bateu o Benfica por 4-2 após um nulo em Turim.

• Cinco jogadores conseguiram bisar na final: Diego Forlán (Atlético) em 2010, Radamel Falcao (Atlético) em 2012, Carlos Bacca (Sevilha) em 2015, Coke (Sevilha) em 2016 e Antoine Griezmann (Atlético) em 2018. Nunca houve um "hat-trick".

• Falcao é o único jogador que marcou em duas finais da UEFA Europa League. Também apontou o golo da vitória do Porto em 2011.

• O jogador mais jovem a vencer uma final da UEFA Europa League é Marcus Rashford, do Manchester United (2017), com 19 anos e 206 dias; o mais velho é Frank Lampard (2013), do Chelsea, com 34 anos e 329 dias.

• Se o Chelsea vencer a final, Maurizio Sarri será o treinador mais velhor a ganhar a UEFA Europa League, com 60 anos e 139 dias, superando José Mourinho, que tinha 54 anos e 118 dias quando comandou o Manchester United em 2017. Pode ser também o primeiro grande troféu da carreira do treinador italiano.

Ligações e curiosidades
• O guarda-redes do Arsenal, Petr Čech, que vai terminar a carreira depois da final, trocou o Chelsea pelos "gunners" em 2015, após 11 anos a defender a baliza do clube londrino onde conquistou 13 troféus importantes.
• Čech venceu a UEFA Europa League em 2013, ao lado de César Azpilicueta, Gary Cahill, David Luiz e Eden Hazard. O belga falhou a final com o Benfica devido a lesão.
• Olivier Giroud foi contratado pelo Chelsea ao Arsenal em Janeiro de 2018, após cinco época e meia com os “gunners”, ao serviço dos quais marcou 105 golos em 253 jogos em todas as competições e ganhou por três vezes a Taça de Inglaterra.
• Giroud é um dos melhores marcadores da UEFA Europa League desta época com dez golos, a par de Luka Jović, do Eintracht Frankfurt. O jogador do Arsenal com mais golos na edição deste ano é Aubameyang, que fez um “hat-trick” no último jogo com o Valência, com oito golos.

Veja a derrota do Arsenal na final da Taça UEFA de 2000
Veja a derrota do Arsenal na final da Taça UEFA de 2000

• Willian fez sete assistências na prova, liderando esta estatística em igualdade com Igor Stasevich do BATE. 

• O extremo brasileiro marcou dois golos no Baku Olympic Stadium no triunfo do Chelsea, por 4-0, sobre o Qarabağ, na fase de grupos da UEFA Champions League da época passada, com Hazard a inaugurar o marcador da grande penalidade.

• Mesut Özil, médio do Arsenal, foi finalista vencido na última final da Taça UEFA, há dez anos, quando o Werder Bremen perdeu por 2-1 com o Shakhtar Donetsk, em Istambul. Willian fazia parte da equipa ucraniana.

• Chelsea e Arsenal conseguiram vencer em casa nos duelos na Premier League desta época, com os "blues" a vencerem por 3-2 em Agosto e os "gunners" a imporem-se por 2-0 em Janeiro. Os clubes já se defrontaram por 197 vezes, com o Arsenal a somar 76 vitórias face às 63 do Chelsea.

• A série de 17 jogos do Chelsea sem derrotas na UEFA Europa League superou o anterior máximo de 15 desafios, que tinha sido conseguido pelo Atlético em Outubro de 2012. Nunca um vencedor da UEFA Europa League terminou a prova sem derrotas.

Resumo da final de 2018: Terceiro título do Atlético
Resumo da final de 2018: Terceiro título do Atlético

Desempates por grandes penalidades
• O registo do Chelsea em cinco desempates nas provas da UEFA é 2V 3D:
1-4 v Liverpool, meias-finais da UEFA Champions League de 2006/07
5-6 v Manchester United, final da UEFA Champions League de 2007/08
4-3 v Bayern, final da UEFA Champions League de 2011/12
4-5 v Bayern, SuperTaça Europeia de 2013
4-3 v Eintracht Frankfurt, meia-final da UEFA Europa League de 2018/19

• O registo do Arsenal em quatro desempates em provas da UEFA é de V2 D2:
4-5 v Valência, 1979/80, final da Taça dos Vencedores das Taças
3-2 v Sampdoria, 1994/95, meia-final da Taça dos Vencedores das Taças
1-4 v Galatasaray, 1999/2000, final da Taça UEFA
7-6 v Roma, 2008/09, oitavos-de-final da UEFA Champions League

Os treinadores
• Sucedendo ao compatriota italiano Antonio Conte como treinador do Chelsea em julho de 2018, Maurizio Sarri é olhado por muitos como um dos treinadores mais progressistas da Europa. Depois de muitos anos nas ligas inferiores em Itália ao serviço de vários clubes, foi no Empoli que deu o salto na carreira, levando-o à Serie A e ocupando depois o lugar de Rafael Benítez no Nápoles, em 2015. Nas três temporadas em Nápoles ficou sempre nos três primeiros da tabela, tendo ficado muito perto de roubar o Scudetto à Juventus em 2017/18.

•  Após dois anos no Paris Saint-Germain, em que conquistou sete troféus nacionais, Unai Emery foi apresentado como treinador do Arsenal em Maio de 2018, substituindo o lendário Arsène Wenger. O espanhol foi o responsável pelo histórico "hat-trick" do Sevilha na UEFA Europa League entre 2013/14 e 2015/16, tendo assumido o cargo após quatro épocas no Valência e uma breve passagem pelo Spartak Moscovo. É o treinador com mais jogos na UEFA Europa League, este será o 74º.

Topo