Chelsea 1-1 Frankfurt: Ingleses apurados nos penalties

O Chelsea qualificou-se para a final da UEFA Europa League após vencer por 4-3 no desempate por grandes penalidades.

Watch all of the drama from Stamford Bridge where goalkeeper Kepa Arrizabalaga was the Chelsea hero after a penalty shoot-out.

Os visitantes começaram melhor, com Danny Da Costa a testar Kepa Arrizabalaga com um bom remate de primeira, mas os anfitriões assumiram o controlo do jogo e marcaram primeiro quando Eden Hazard desmarcou Ruben Loftus-Cheek e o médio bateu Kevin Trapp com frieza.

O Frankfurt reorganizou-se após o intervalo e rapidamente chegou ao empate, com Luka Jović a marcar o décimo golo na edição desde ano após uma excelente combinação com Mijat Gaćinović. As duas equipas fizeram tudo para apontar o segundo golo até ao apito final, mas o jogo seguiu para prolongamento.

A equipa de Adi Hütter pensou que tinha voltado a marcar no início dos 30 minutos suplementares, mas David Luiz surgiu no último instante a desviar sobre a linha de golo o remate de Sébastien Haller.

Após um jogo de enorme entrega durante 120 minutos, pareceu cruel que tudo fosse decidido nas grandes penalidades, Gonçalo Paciência falhou o quinto pontapé dos alemães e Hazard levou o Chelsea a marcar encontro com o Arsenal em mais uma final inglesa em Baku.

Visão do estádio: Dan Thacker

Sarri esteve, como habitual, muito irrequieto na área técnica, tentando corrigir o posicionamento de todos os seus jogadores com enorme intensidade, isto apesar de ter tido poucos motivos de preocupação na primeira parte controlada pelo Chelsea. A boa exibição de Frankfurt após o intervalo fez aumentar o nervosismo, não apenas em campo, mas também nas bancadas de Stamford Bridge. Os adeptos visitantes, que desfrutaram muito da viagem a Londres, estavam bem mais tranquilos, empurravam a sua equipa para o ataque, com os jogadores do Frankfurt a corresponderem em pleno com uma enorme determinação.

Melhor em campo: Martin Hintegger

No segundo capítulo do duelo com Olivier Giroud foi tão aguerrido como o da primeira mão, mas Martin Hintegger fez uma exibição quase sem falhas em Londres. O austríaco, emprestado por Augsburgo, esteve à altura do desafio no jogo mais importante da época do Frankfurt. Se não fossem as suas inúmeras intercepções, alívios e duelos ganhos, a maioria dos quais se revelaram desafios, o Eintracht não teria tido possibilidade de lutar até final pelo regresso aos títulos europeus.

Jović comemora depois de marcar o golo do empate dos visitantes
Jović comemora depois de marcar o golo do empate dos visitantes©AFP/Getty Images

Principais estatísticas

4: Ruben Loftus-Cheek marcou o quarto golo na Europa League, todos os outros foram no "hat-trick" ao BATE na fase de grupos.

8: Este foi o nono jogo em casa do Chelsea frente a equipas alemães e a oitava vez que marcou o primeiro golo.

10: LukaJović passou a ser um dos melhores marcadores da prova, a par de Olivier Giroud, do Chelsea, com dez golos.

Topo