Golo de Welbeck derrota Sporting

Um golo de Danny Welbeck, a 12 minutos do fim, permitiu ao Arsenal vencer o Sporting por 1-0 no Estádio José Alvalade e isolar-se no topo do Grupo E.

Um golo de Danny Welbeck, a 12 minutos do fim, permitiu ao Arsenal vencer o Sporting por 1-0 no Estádio José Alvalde e abrir uma vantagem de três pontos sobre o adversário no topo do Grupo E da UEFA Europa League.

Apesar da maior percentagem de posse de bola por parte do Arsenal, mas sempre com o Sporting a responder bem, imperou o equilíbrio durante a primeira parte, altura em que os lances de perigo para ambos os lados aconteceram em remates de fora da área. Aconteceu duas vezes por Bruno Fernandes e uma por Nani, a aproveitar um passe errado na defesa dos “gunners”, enquanto ao livre de Henrikh Mkhitaryan respondeu Renan Ribeiro com defesa apertada.

Com Bruno Gaspar a render o lesionado Stefan Ristovski ao intervalo, o Sporting teve Renan novamente em destaque cinco minutos após o reatamento em dois lances com Pierre-Emerick Aubameyang. No segundo deles, o atacante do Gabão apareceu isolado descaído para o lado esquerdo, mas o guarda-redes brasileiro negou-lhe o golo a preceito. Logo depois Danny Welbeck esteve perto de marcar em plena área, só que André Pinto interceptou o desvio do jogador do Arsenal.

O conjunto de Unay Emery foi acercando-se cada vez mais da área do Sporting e marcou a 12 minutos do fim, quando um toque inadvertido de Sebastián Coates, após escorregar, deixou Welbeck a correr sozinho para a baliza antes de bater Renan. Jovane Cabral já tinha entrado antes do golo e, mesmo também com Abdoulay Diaby, o Sporting não conseguiu impedir a terceira derrota em 26 jogos na UEFA Europa League (qualificação incluída) e terminou o encontro sem nenhum dos 15 remates efectuados a saírem enquadrados com a baliza de Bernd Leno.

FIGURA: Renan Ribeiro (Sporting)

Titular em vez de Roman Salin pela segunda ocasião seguida esta época no lugar de Romain Salin – até então dono da baliza do Sporting –, o guarda-redes brasileiro só não conseguiu defender o golo de Welbeck. Muito seguro, ficou na retina a excelente intervenção quando Aubameyang lhe apareceu isolado aos 50 minutos.

MOMENTO: Golo do Arsenal

Mesmo sem ter feito uma grande exibição em Lisboa, o Arsenal somou a 11ª vitória consecutiva contando todas as competições e deu um passo importante para chegar aos 16 avos-de-final da UEFA Europa League.

Topo