O "site" oficial do futebol europeu

Semana histórica no Chipre

Publicado: Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008, 20.54CET
Zona Sul: O APOEL eliminou o Estrela Vermelha no culminar de uma semana de sonho para os cipriotas, ao passo que Nápoles e Beşiktaş golearam.
Semana histórica no Chipre
O Cherno More foi mais forte que o Maccabi Netanya ©Meridian Match
 
Publicado: Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008, 20.54CET

Semana histórica no Chipre

Zona Sul: O APOEL eliminou o Estrela Vermelha no culminar de uma semana de sonho para os cipriotas, ao passo que Nápoles e Beşiktaş golearam.

O APOEL FC, reduzido a dez elementos, seguiu as pisadas do Anorthosis Famagusta FC e AC Omonia e seguiu em frente para a primeira eliminatória da Taça UEFA, com um golo perto do final do prolongamento que eliminou o antigo campeão europeu FK Crvena Zvezda. O apuramento foi menos complicado para o SSC Napoli, vencedor da Taça UEFA de 1989. No entanto, as esperanças de Lothar Matthäus em apurar o Maccabi Netanya FC chegaram ao fim, aos pés do PFC Cherno More Varna, que conquistou uma das duas vitórias de equipas búlgaras diante de adversários israelitas. O uefa.com faz a ronda pelos encontros da segunda eliminatória, da Zona Sul.

FK Crvena Zvezda 3-3 APOEL FC (total: 5-5 a.p., APOEL apurado devido aos golos marcados fora)
Depois de o Anorthosis ter chegado à fase de grupos da UEFA Champions League e o Omonia eliminado o AEK Athens FC da Taça UEFA, o APOEL deu aos cipriotas mais motivos para festejar, com um resultado histórico em Belgrado. O Estrela Vermelha estava em vantagem, depois do empate (2-2) conseguido fora de portas há duas semanas, mas, aos 55 minutos, Kamil Kosowki colocou o APOEL em vantagem, através de uma jogada individual. Dois minutos depois, o português Hélio Pinto rematou de longe e dilatou a vantagem. O Estrela vermelha voltou a acreditar aos 77 minutos, quando Branimir Subašić finalizou da melhor forma uma jogada de Vladimir Bogdanović, e o capitão Nenad Milijaš rematou de longe para o fundo das redes adversárias, levando o encontro para prolongamento. O APOEL viu as suas expectativas de seguir em frente drasticamente reduzidas no final da primeira parte do prolongamento, quando o guarda-redes Dionisis Chiotis foi expulso por derrubar Subašić dentro da área. Milijaš marcou na cobrança do penalty. No entanto, os visitantes, mesmo a jogar com menos um, chegaram ao golo decisivo, por intermédio de Nenad Mirosavljavić, ex-FK Partizan, que assim deixou pelo caminho os seus compatriotas sérvios, garantindo o empate e o apuramento graças à vantagem de golos marcados fora de casa.

SSC Napoli 5-0 KS Vllaznia (total: 8-0)
Já com uma vantagem de 3-0 conseguida na Albânia, os vencedores da Taça Intertoto remataram ao poste, por intermédio de Samuele Dalla Bona, aos 32 minutos, mas chegaram ao golo ainda antes do intervalo, quando Walter Gargano cobrou um livre a que o pé direito de Leandro Rinaudo deu o rumo certo. Aos 52 minutos, o remate colocado de Inácio Piá dilatou o marcador, antes de Rinaudo facturar, após canto cobrado por Gargano. A dez minutos do fim, o avançado argentino Ezequiel Lavezzi também incorporou a lista de marcadores e o seu compatriota Germán Denis serviu Marek Hamšík, que fechou a contagem da vitória mais dilatada da segunda eliminatória. É o regresso do Nápoles às competições europeias, ao cabo de 14 anos de afastamento.

NK Slaven Koprivnica 2-0 Aris Thessaloniki FC (total: 2-1)
O Slaven vai estrear-se na Taça UEFA, após bater os gregos do Aris. O golo de Nacho na própria baliza, aos 13 minutos, igualou a eliminatória, mas os visitantes causaram sempre mais perigo e quase marcaram, aos 58 minutos, quando Antonio Calvo permitiu a defesa de Silvio Rodić. Porém, seis minutos depois, Vedran Purić cruzou para Bojan Vručina colocar a equipa croata na fase seguinte da prova.

Beşiktaş JK 4-0 NK Široki Brijeg (total: 6-1)
Na próxima fase, o Beşiktaş terá a companhia dos rivais turcos Kayserispor e Galatasaray AŞ, após confirmar o triunfo, por 2-1, conseguido na primeira mão, na Bósnia-Herzegovina. Ugur Inceman marcou cedo para a equipa da casa, com um remate forte, e no segundo tempo, Serdar Özkan, Bobo e Rodrigo Tello acabaram com os sonhos do Široki Brijeg.

Hapoel Ironi Kiryat Shmona FC 1-2 PFC Litex Lovech (total: 1-2)
Apesar do susto inicial, o Litex garantiu mais um triunfo para uma equipa búlgara perante adversários israelitas. Ivelin Popov e Sandrinho assinaram os golos decisivos. Depois de conseguir um empate sem golos na primeira mão, fora de casa, o Kiryat Shmona chegou à vantagem aos oito minutos, quando Guy Zarfati inaugurou o marcador, após boa jogada de Omer Peretz. No entanto, o golo de Popov, aos 20 minutos, colocou a sua equipa em vantagem na eliminatória. Sandrinho também marcou, no segundo tempo, e garantiu o apuramento do Litex.

Hapoel Tel-Aviv FC 3-0 FK Vojvodina (total: 3-0)
As coisas correram bem em Telavive para os da casa, com os golos de Samuel Yeboah, Gil Vermouth e Shay Abutbul a apurarem o Hapoel. Depois de empatar sem golos na Sérvia, Yeboah colocou o Hapoel na frente, aos 29 minutos, após cruzamento de Abutbul. Vermouth dilatou a vantagem aos 58, com um remate de longe, antes de Abutbul fechar a contagem, de penalty, a 14 minutos do fim.

Conteúdos relacionados
Última actualização: 29-08-08 1.41CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=743506.html#semana+historica+chipre