Braga em vantagem

Braga 1-0 NK Zrinjski Os "arsenalistas" bateram a formação da Bósnia-Herzegovina com um golo solitário de Roland Linz.

Linz apontou o golo dos bracarenses
Linz apontou o golo dos bracarenses ©Getty Images

O Sp. Braga venceu por 1-0 os bósnios do NK Zrinjski na primeira mão da segunda pré-eliminatória da Taça UEFA, graças a um golo de Roland Linz na segunda parte do desafio disputado no Estádio Municipal de Braga.

Meyong perto do golo
A jogar em casa, os bracarenses tentaram desde cedo pegar no jogo, assumindo as despesas do mesmo desde os instantes iniciais. A formação da Bósnia ia tentando defender da melhor forma possível, apostando preferencialmente no contra-ataque. Aos oito minutos, os "arsenalistas" desperdiçaram a primeira oportunidade do encontro, após cruzamento de João Pereira. Meyong, no coração da área, rematou à meia-volta, permitindo a Igor Melher uma excelente defesa. Aos 11 minutos, o avançado camaronês voltou a criar perigo, agora com um disparo de pé esquerdo, travado pela defensiva contrária.

Zrinjski responde
Os comandados de Jorge Jesus continuaram a dominar o jogo, se bem que os homens de Dragan Jovic iam sustento as investidas dos bracarenses. Aos 29 minutos, o Zrinjski criou mesmo o primeiro lance de apuro junto da baliza à guarda de Eduardo, com Matko a cabecear ao lado. Aos 39 minutos, o atacante bósnio esteve novamente perto de inaugurar o marcador, tendo valido aos homens da casa a decidida intervenção de Eduardo, a negar a vantagem aos forasteiros. Aos 41 minutos, o Braga poderia ter chegado ao golo, novamente após cruzamento de João Pereira. Roland Linz dominou a bola no peito, tentou o pontapé-de-bicicleta mas Melher defendeu sem problemas, com a primeira parte a terminar sem golos.

Domínio inconsequente
Aos 54 minutos, pertenceu a Linz a primeira oportunidade do segundo tempo, mas o avançado austríaco permitiu a intervenção do guarda-redes bósnio, que se saiu destemido aos pés do atacante do Braga. Os minhotos continuaram a exercer maior domínio, mas na altura de visar a baliza contrária, os "arsenalistas" sentiam algumas dificuldades, perante uma boa organização defensiva dos bósnios.

Golo de Linz
Mas aos 67 minutos, o Braga chegou finalmente à vantagem, por intermédio de Roland Linz. Alan efectuou o cruzamento do lado direito, Meyong cabeceou e Melher efectuou uma defesa incompleta, com a bola a tocar ainda na barra. Na recarga, Linz não falhou o deu vantagem à sua equipa, resultado que se manteria até final. O Braga viaja até Mostar daqui a duas semanas, no dia 28 de Agosto, para a partida relativa à segunda mão.

Topo