Favoritismo repartido

Jorge Jesus mostrou alguma prudência na antevisão do encontro da primeira mão da segunda pré-eliminatória entre o Braga e o Zrinjski.

Matheus é um dos avançados do Braga à disposição do treinador Jorge Jesus
Matheus é um dos avançados do Braga à disposição do treinador Jorge Jesus ©Getty Images

O treinador do Sporting de Braga, Jorge Jesus, mostrou alguma prudência na antevisão do encontro da primeira mão da segunda pré-eliminatória da Taça UEFA entre a sua equipa e o NK Zrinjski.

Eliminatória difícil
Depois de ter chegado a esta prova através da Taça Intertoto - e de ter eliminado os turcos do Sivasspor na ronda anterior da Taça UEFA -, o responsável técnicos dos minhotos, cuja equipa recebe a congénere da Bósnia-Herzegovina esta quinta-feira, não assume a condição de favorito. "Vai ser uma eliminatória difícil e em minha opinião há 50 por cento [de hipóteses] para cada lado", disse Jesus.

Trio de reforços em estreia
Sobre o adversário, o treinador dos bracarenses, que não poderá contar com Stélvio Cruz, Paulo Jorge e Andrés Madrid devido a lesão, ao invés dos reforços Alan, Meyong e Mossoró, estreantes em jogos oficiais, afirmou: "Espero uma equipa a tentar não sofrer golos, de modo a levar para Mostar um resultado que lhe permita disputar a eliminatória".

Elogios ao adversário
"Em teoria, gosto mais de disputar o primeiro jogo fora, mas penso que isso não é uma regra que possa ter influência na eliminatória, tem a ver com o gosto de cada um", acrescentou o anterior técnico do Belenenses. Ainda sobre o Zrinjski, Jesus, cuja equipa tenta a quarta presença consecutiva na Taça UEFA, disse ainda: "Vai ser extremamente difícil, a equipa sabe posicionar-se bem, tem bons princípios de jogo defensivos e já temos esses conhecimentos".

Topo