Alemães voltam a medir forças

O 32º encontro entre equipas alemãs nas provas da UEFA vai colocar frente-a-frente o Leverkusen e o Hamburgo, nos oitavos-de-final da prova.

Sergej Barbarez
Sergej Barbarez ©Getty Images

O 32º encontro entre equipas alemãs nas competições de clubes da UEFA - e o 26º na Taça UEFA - vai colocar frente-a-frente o Bayer 04 Leverkusen e o Hamburger SV, nos oitavos-de-final da prova.

• As duas equipas nunca se defrontaram nas provas europeias, mas há décadas que são presença assídua no principal escalão do futebol alemão.

• Há uma longa história de embates entre equipas alemãs na Taça UEFA. Disputaram-se seis meias-finais entre formações germânicas e, na temporada de 1979/80, as quatro semi-finalistas eram todas provenientes da antiga República Federal da Alemanha. O Eintracht Frankfurt bateu o FC Bayern München numa dessas meias-finais, enquanto na outra o VfL Borussia Mönchengladbach levou a melhor sobre o VfB Stuttgart. O Eintracht acabaria por conquistar a prova nessa edição, graças aos golos marcados fora, depois de perder por 3-2 no terreno do seu adversário, mas venceu em casa por 1-0 na partida da segunda mão.

• O mais recente embate entre equipas alemãs nas provas da UEFA aconteceu em 1998, quando o FC Bayern München encontrou o 1. FC Kaiserslautern nos quartos-de-final da UEFA Champions League. O Bayern levou a melhor com um total de 6-0 no conjunto das duas mãos.

• O Leverkusen já disputou uma eliminatória da Taça UEFA frente a outra formação alemã, nas meias-finais da prova em 1987/88, quando teve pela frente o Werder Bremen. Venceu em casa por 1-0, graças a um golo de Alois Reinhardt, e depois empatou a zero no Weserstadion, apurando-se para a final.

• O Leverkusen acabou mesmo por conquistar essa final, perdendo por 3-0 em Espanha, no terreno do RCD Espanyol, mas vencendo pela mesma margem em casa, na segunda mão, antes de garantir a conquista do troféu com uma vitória por 3-2 no desempate por grandes penalidades.

• O Hamburgo, por seu lado, encontrou outras equipas alemãs nas competições europeias em duas ocasiões, uma na Taça UEFA e outra na Taça dos Campeões Europeus.

• Na temporada de 1974/75 o Hamburgo enfrentou o 1. FC Dynamo Dresden, da República Democrática da Alemanha, na terceira eliminatória da Taça UEFA, vencendo por 4-1 em casa e empatando 2-2 em Dresden. O Hamburgo acabou depois eliminado pela Juventus nos quartos-de-final.

• Na primeira eliminatória da Taça dos Campeões de 1982/83 o Hamburgo enfrentou o FC Dynamo de Berlim, também da ex-RDA. Empatou 1-1 em Munique antes de garantir o apuramento com uma vitória por 2-0 no seu terreno. O Hamburgo conquistou a competição nessa temporada, batendo na final a Juventus por 1-0, com um golo de Felix Magath.

• Leverkusen e Hamburgo encontraram-se por 60 vezes em jogos do campeonato e da Taça da Alemanha, com o Hamburgo a levar uma ligeira vantagem, somando 24 vitórias contra 21 do Leverkusen. Os restantes 15 encontros terminaram empatados.

• Nos 30 jogos disputados em Leverkusen, a equipa da casa somou 13 vitórias, o Hamburgo 11 e registaram-se seis empates. Contudo, o Leverkusen não ganhou nenhum dos três últimos encontros frente ao Hamburgo no BayArena, obtendo apenas um empate e duas derrotas.

• Nestes números incluem-se duas eliminatórias a uma mão da Taça da Alemanha entre as duas equipas. O Leverkusen venceu por 2-1 em casa após prolongamento na segunda eliminatória da prova de 1997/98, enquanto o Hamburgo, no seu terreno e na mesma fase da edição de 2005/06, levou a melhor por 3-2, com um dos golos a ser apontado por Sergej Barbarez, actualmente a jogar no Levekusen.

• Carsten Ramelow pode ser considerado um talismã para o Leverkusen nos encontros com o Hamburgo. O jogador alemão fez parte da equipa que bateu o Hamburgo por 5-0 no campeonato em 1997 e por 4-1 em Setembro de 2001. Contudo, esta sua felicidade diante do Hamburgo não se estende aos jogos fora, tendo sido derrotado por 4-1 no terreno do adversário em Maio de 2003.

• Leverkusen e Hamburgo já se defrontaram por duas vezes no campeonato esta temporada. O Hamburgo recebeu e venceu o Leverkusen por 1-0 em Agosto, com um golo de penalty de Rafael van der Vaart.

• Voltaram a encontrar-se a 9 de Fevereiro último, desta feita no BayArena, onde Van der Vaart abriu o activo antes de Manuel Freidrich restabelecer a igualdade. As duas formações dispuseram de ocasiões para vencer o encontro, mas o resultado final foi mesmo de 1-1.

• Agora com 36 anos, o médio bósnio Barbarez alinhou seis temporadas no Hamburgo antes de se mudar para o Leverkusen no Verão de 2006. No Hamburgo actuou ao lado dos ainda jogadores do clube Bastian Reinhardt, David Jarolím, Timothée Atouba, Guy Demel, Collin Benjamin, Mario Fillinger, Piotr Trochowski, Van der Vaart e Nigel de Jong.

• Para além disso, Barbarez alinhou ainda ao lado de Otto Addo, actualmente no Hamburgo, aquando da passagem de ambos pelo BV Borussia Dortmund na temporada de 1999/00.

• O guarda-redes do Hamburgo, Frank Rost, fez parte da primeira equipa do Werder Bremen até 2002, altura em que o agora médio do Leverkusen, Simon Rolfes, estava a aparecer na equipa do Bremen vindo das camadas jovens. Contudo, nunca chegaram a jogar um encontro oficial lado a lado.

• O defesa do Leverkusen, Manuel Friedrich, jogou ao lado do avançado egípcio Mohamed Zidan, no 1. FSV Mainz 05, na temporada de 2005/05.

• O Leverkusen venceu os quatro encontros que disputou em casa esta temporada na Taça UEFA, marcando dez golos e sofrendo apenas dois.

• Stefan Kiessling, do Leverkusen, é actualmente um dos melhores marcadores da prova, sendo um dos quatro jogadores que já apontaram seis golos na competição desde a primeira eliminatória.

• O Hamburgo é o único sobrevivente das equipas oriundas da Taça Intertoto e antes do jogo da segunda mão, a 12 de Março, no seu terreno, vai receber uma placa de reconhecimento como vencedor oficial dessa competição da UEFA. O órgão máximo do futebol europeu reconhece como vencedor da sua competição de Verão de clubes a equipa que consiga, depois, sobreviver mais tempo na Taça UEFA.

• Nigel de Jong e Vincent Kompany, do Hamburgo, estão em risco de suspensão caso vejam mais um cartão amarelo, tal como Gonzalo Castro e Stefan Kiessling, do Leverkusen.

• O Leverkusen terminou no primeiro lugar do Grupo E e seguiu assim para os 16 avos-de-final, onde empatou 0-0 no terreno do Galatasaray AS antes de vencer por 5-1 em casa. O Hamburgo, por seu lado, venceu o grupo D e depois deixou pelo caminho nos 16 avos-de-final o FC Zürich, com um total de 3-1 no total das duas mãos.

• A segunda mão será disputada em Hamburgo a 12 de Março. O sorteio dos quartos-de-final e das meias-finais da Taça UEFA terá lugar em Nyon, a 14 de Março, pelas 11h00 (de Portugal Continental).

Topo