Everton no bom caminho

SK Brann 0-2 Everton FC Leon Osman e Victor Anichebe marcaram os golos que garantiram uma vantagem tranquila na Noruega.

Leon Osman inaugurou o marcador com um belo golo
Leon Osman inaugurou o marcador com um belo golo ©Getty Images

Leon Osman e Victor Anichebe marcaram dois golos espectaculares na segunda parte, possibilitando ao Everton FC bater o SK Brann por 2-0, com a equipa inglesa a dar um grande passo rumo aos oitavos-de-final da Taça UEFA.

Bons golos
Após uma primeira parte fraca, o jogo só ganhou animação aos 14 minutos do segundo tempo, altura em que Osman rematou da entrada da grande área e fez a bola entrar no ângulo da baliza da equipa da casa. O segundo golo do Everton surgiu a dois minutos do final, quando, numa bela jogada, Joleon Lescott assistiu Anichebe, que marcou com um toque subtil. Na quinta-feira da próxima semana, os ingleses não devem sentir dificuldades para confirmar o apuramento em Goodison Park, marcando encontro na próxima ronda frente ao Rosenborg BK ou à ACF Fiorentina.

Oportunidades iniciais
O Everton, com Manuel Fernandes a titular, entrou em campo com a confiança proporcionada pelo quarto lugar que ocupa na Premier League e teve uma boa oportunidade para marcar logo aos 30 segundos de jogo, mas Yakubu Ayegbeni não acertou na baliza de um ângulo reduzido. A equipa da casa também dispôs de uma situação para se adiantar no marcador. No nono minuto, Jan Gunnar Solli marcou um livre da esquerda, Kristján Sigurdsson assistiu Azar Karadas e o antigo jogador do Benfica, talvez surpreendido pela velocidade da jogada, rematou por cima quando estava em boa posição para marcar.

Falta de Bakke
Este bom início de jogo criou falsas expectativas em relação ao que se passou no resto do primeiro tempo, onde as defesas se superiorizaram claramente aos ataques. O guarda-redes do Brann, Håkon Opdal, foi obrigado a uma defesa acrobática para evitar o golo de Osman. Do outro lado, Tim Howard não teve trabalho até aos instantes finais da primeira parte, quando, num canto, Eirik Bakke fez falta sobre o norte-americano, levando a bola a entrar na baliza da equipa de Liverpool. A jogada foi bem anulada pelo árbitro e o marcador chegou em branco ao intervalo.

Aviso de Cahill
O Everton entrou no segundo tempo com outra atitude e Tim Cahill deixou o primeiro aviso, atirando ao poste da baliza da equipa norueguesa, antes de Osman inaugurar o marcador aos 59 minutos. As coisas ficaram ainda melhores para a equipa treinada por David Moyes quando o suplente Anichebe correspondeu a um cruzamento da esquerda de Lescott e confirmou a sexta vitória consecutiva do Everton na Taça UEFA.

Topo