Vukčević de garras afiadas

Sporting 2-0 FC Basel 1893
O internacional montenegrino bisou em Alvalade e colocou os "leões" na rota do apuramento.

Simon Vukčević festeja um dos seus dois golos frente ao Basileia
Simon Vukčević festeja um dos seus dois golos frente ao Basileia ©Getty Images

O Sporting recebeu e bateu o FC Basel 1893, por 2-0, em partida relativa à primeira mão dos 16 avos-de-final da Taça UEFA. Os dois golos do encontro disputado no Estádio José Alvalade foram apontados por Simon Vukčević.

Entrada de leão
A equipa leonina entrou com ganas de resolver bem cedo a contenda e precisou de apenas oito minutos para ganhar vantagem, com a curiosidade de o tento ter sido construído por dois jogadores cuja utilização esteve em dúvida praticamente até ao apito inicial. Leandro Romagnoli cruzou atrasado para Vukčević e o internacional montenegrino rematou de primeira com o seu pé direito, tendo a bola sofrido um desvio em François Marque e traído o guarda-redes Franco Costanzo.

Guarda-redes brilham
A resposta do Basileia, por sinal a única dos helvéticos durante o primeiro tempo, surgiu quatro minutos volvidos. Um pontapé de canto apontado pelo extremo português dos visitantes, Carlitos, proporcionou a Eduardo um espectacular pontapé de bicicleta, ao qual Rui Patrício respondeu com uma soberba defesa para canto. Muito perto de bisar ficou Vukčević aos 26 minutos, mas o disparo de pé esquerdo do jogador leonino foi desviado com mestria por Costanzo. O guardião argentino acabou por sair por lesão mesmo em cima do intervalo, sendo rendido por Crayton.

Vukčević endiabrado
A etapa complementar ofereceu mais do mesmo, com o Sporting a dominar por completo as operações, perante um adversário muitos furos abaixo do esperado. O segundo golo dos "leões" só não apareceu ao minuto 56 porque Crayton efectuou uma defesa providencial após um remate de Romagnoli, mas o inevitável demorou apenas mais dois minutos. Abel efectuou um lançamento lateral e endossou a bola a João Moutinho, que desmarcou de imediato Vukčević. Descaído na direita, o montenegrino enquadrou-se com a baliza e "fuzilou" autenticamente o guardião contrário, com o seu "míssil" a entrar ao canto superior esquerdo.

Poste impede terceiro
A avalanche atacante do Sporting não abrandou e Liedson quase festejou o terceiro golo da sua equipa aos 62 minutos, mas Crayton esticou-se todo e conseguiu defender o esférico na direcção do poste. Esse lance marcou, contudo, o início de um período de certa acalmia no encontro, cenário esse que se acentuou ainda mais depois da saída de Vukčević, por lesão, aos 72 minutos. O Basileia logrou equilibrar um pouco mais as operações a meio-campo, mas a verdade é que os visitantes nunca revelaram arte e engenho para importunarem o último reduto leonino. A segunda mão está agendada para a próxima quinta-feira, desta feita em solo suíço.

Topo