Centenário espera por Pazzini

O avançado da Fiorentina quer comemorar o seu jogo 100 pelos "viola" com um primeiro golo nas provas europeias, aquando da partida ante o Rosenborg.

O avançado da ACF Fiorentina, Giampaolo Pazzini, quer comemorar o seu centésimo jogo pelos "viola" com um primeiro golo nas provas europeias aquando da partida de quinta-feira da Taça UEFA, ante o Rosenborg BK.

Centenário
"Ainda não marquei na Europa", afirmou Pazzini antes do encontro da primeira mão, a disputar na Noruega. "Marcar na Taça UEFA seria brilhante para mim". O avançado de 23 anos ingressou na equipa onde joga Manuel da Costa em Janeiro de 2005, vindo da Atalanta BC, sendo que desde então marcou 21 golos na Serie A, num total de 99 encontros disputados com a camisola da Fiorentina. "Completar um centenário é um grande feito. Significa que fiz um bom trabalho pelo clube e que contribuiu para o seu sucesso. É isso que quero continuar a fazer e se puder, mais importante, marcando golos. Por isso, na quinta-feira, darei o meu melhor para marcar um golo na comemoração do meu jogo 100".

A sombra de Vieri
Pazzini, que assinou um "hat-trick" pela selecção italiana de Sub-21 contra a Inglaterra, naquele que foi o primeiro encontro realizado no novo Estádio de Wembley em Março, foi apontado como o sucessor natural de Luca Toni, que saiu da Fiorentina rumo ao FC Bayern München, no Verão passado. O dianteiro tem, contudo, dado conta do recado, isto apesar da luta que o veterano Christian Vieri lhe tem dado. O antigo internacional italiano, de 34 anos, que não vai defrontar o Rosenborg devido a lesão, soma quatro golos na Serie A e três na Taça UEFA.

Sem pressão extra
Apesar da concorrência, Pazzini tem estado à altura, ao somar cinco golos nos seus últimos seis encontros e voltando a estar na primeira linha de opções do ataque para o técnico Cesare Prandelli. "Não me interessa se as minhas exibições são sempre analisadas à lupa, pois vou prosseguir o meu trabalho", afirmou. "Estou em boa forma e não sinto nenhuma pressão extra. Perdemos alguns pontos na liga, mas apesar disso ainda aspiramos a um lugar na UEFA Champions League da próxima temporada. Sabemos que será difícil dado os opositores, mas não vamos desistir".

Topo