O "site" oficial do futebol europeu

Ajax diz adeus à Europa

Publicado: Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007, 23.21CET
Ronda 2: O clube holandês foi um dos gigantes a cair na primeira eliminatória da Taça UEFA, onde Carlitos marcou dois golos na vitória do Basileia.
Ajax diz adeus à Europa
Lucas Valdemarin, do AIK, carrega Nascimento Gabriel dos Santos, do Hapoel Tel-Aviv ©Getty Images
 
Publicado: Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007, 23.21CET

Ajax diz adeus à Europa

Ronda 2: O clube holandês foi um dos gigantes a cair na primeira eliminatória da Taça UEFA, onde Carlitos marcou dois golos na vitória do Basileia.

O AFC Ajax foi um dos gigantes europeus que ficaram pelo caminho na Taça UEFA, ao perder, devido aos golos marcados fora, frente ao NK Dinamo Zagreb. Os franceses do FC Sochaux-Montbéliard e do RC Lens, bem como os belgas do R. Standard de Liège e do Club Brugge KV, também foram eliminados, enquanto Villarreal CF, Galatasaray SK e AEK Athens FC garantiram a presença na fase de grupos da prova.

FC Dnipro Dnipropetrovsk 1-1 Aberdeen FC (total: 1-1, Aberdeen apurado)
O Aberdeen deu continuidade à excelente semana dos clubes escoceses nas competições europeias, afastando o Dnipro. Depois do nulo de há duas semanas, a equipa forasteira colocou-se em vantagem a meio da primeira parte, graças a um golo de Darren Mackie, após cruzamento de Richard Foster. Andriy Vorobey deu esperança à equipa ucraniana a 12 minutos do final do encontro, mas, apesar de Konstyantyn Kravchenko ainda ter rematado à barra, o vencedor da Taça dos Vencedores das Taças e da SuperTaça Europeia em 1983 segue em frente na competição.

FC Basel 1893 6-0 FK Sarajevo (total: 8-1)
Com uma vantagem de 2-1 trazida da primeira mão, o Basileia não teve dificuldades em afastar o Sarajevo no Estádio St. Jakob-Park. O médio português Carlitos esteve em grande destaque ao marcar dois golos em outros tantos minutos, com o avançado suíço Marco Streller a bisar aos 19 e 29 minutos. Benjamin Hugge fez o 5-0 à entrada do último quarto-de-hora e ainda houve tempo para Felipe Caicedo elevar a contagem em período de compensação. O Basileia marca presença na fase de grupos pela terceira época consecutiva.

AFC Ajax 2-3 NK Dinamo Zagreb (total: 3-3, Dínamo apurado)
Marijo Mandžukić foi o herói do Dínamo num emocionante encontro em Amesterdão, que apenas foi decidido no prolongamento. A atitude ofensiva dos visitantes teve o merecido prémio quando Mandžukić foi derrubado na área por Gregory van der Wiel (34') e Luka Modrić converteu a respectiva grande penalidade. O jogo foi, então, para tempo extra, onde Mandžukić marcou por duas vezes num espaço de três minutos (94' e 96'). Klaas Jan Huntelaar também bisou (101' e 120'), mas era demasiado tarde para salvar a equipa de Henk ten Cate.

FC BATE Borisov 0-2 Villarreal CF (total: 1-6)
O Villarreal FC cumpriu a obrigação de garantir um lugar na fase de grupos, após nova vitória, desta vez por 2-0, em Minsk. O BATE contou com o regresso de três internacionais bielorrussos à equipa, mas isso de nada serviu para evitar que os espanhóis se adiantassem no marcador aos 24 minutos, por intermédio de Cani. A equipa da casa respondeu com alguns livres perigosos, mas Santiago Carzola serviu Ángel López para o 2-0 aos 78 minutos.

Panionios NFC 0-1 FC Sochaux-Montbéliard (total: 2-1)
O Panionios perdeu em casa, mas, ainda assim, garantiu um lugar na fase de grupos pela segunda vez na sua história, graças à vitória por 2-0 obtida há 15 dias. O Sochaux acertou na barra logo no início do encontro e adiantou-se mesmo no marcador aos 54 minutos, graças a um autogolo de Bennard Kumordzi. Insuficiente, no entanto, para impedir a festa da equipa grega.

R. Standard de Liège 1-1 FC Zenit St. Petersburg (total: 1-4)
A equipa russa não teve dificuldades em seguir em frente, após a clara vitória (3-0) obtida na primeira mão. Oguchi Onyewu ainda deu esperança aos adeptos da casa quando concluiu um cruzamento de Salim Toema aos 36 minutos, mas a sua festa durou pouco, já que viu o segundo cartão amarelo apenas quatro minutos depois. A equipa belga lutou imenso, mas foi o Zenit que marcou por intermédio de Pavel Pogrebnyak, que, curiosamente, também haveria de ser expulso.

FC København 2-1 RC Lens (total: 3-2, após prolongamento)
O veterano extremo Jesper Grønkjær manteve toda a calma para converter uma grande penalidade já no prolongamento, ajudando o Copenhaga, mesmo reduzido a dez elementos, a conseguir uma vitória extraordinária. O Lens, do português Marco Ramos, esteve em vantagem até 14 minutos do final com um golo de Eric Carrière, mas Marcus Allbäck empatou a partida e a eliminatória. Debaixo de muita chuva, o jogo foi então para prolongamento e, apesar da quase imediata expulsão do capitão Michael Gravgaard, o Copenhaga chegou ao golo aos 103 minutos, após uma falta sobre Libor Sionko.

Galatasaray SK 5-1 FC Sion (total: 7-4)
O sonho do Galatasaray em repetir a vitória de 2000 na prova mantém-se intacto, depois de a equipa turca ter dado a volta à desvantagem (3-2) trazida da primeira mão. Lincoln serviu Ümit Karan para o primeiro golo aos 22 minutos, com o mesmo jogador a bisar apenas sete minutos depois, após trabalho de Hakan Şükür. Lincoln assinou o 3-0 ainda antes do intervalo e Arda Turan aumentou para quatro a meio da etapa complementar. Obinna Nwaneri reduziu a desvantagem da equipa suíça (João Manuel Pinto ficou de fora) em período de compensação, mas ainda houve tempo para mais um golo da formação da casa, marcado por Ismael Bouzid.

FC Salzburg 1-0 AEK Athens FC (total: 1-3)
Um golo foi o suficiente para o Salzburgo garantir a vitória esta quinta-feira, mas não impediu o apuramento da equipa grega. Após a derrota, por 3-0, na primeira mão, a equipa de Giovanni Trapattoni tinha uma tarefa muito complicada pela frente, adiantando-se no marcador aos 20 minutos, por Vratislav Lokvenc. A formação da casa continuou a dominar o encontro, mas não conseguiu aproveitar as muitas oportunidades que teve.

AIK Solna 0-1 Hapoel Tel-Aviv FC (total: 0-1)
Um golo de Reuven Oved, aos 63 minutos, foi o suficiente para garantir a segunda presença consecutiva do Hapoel na fase de grupos da Taça UEFA. Oved, que se transferiu do Bnei Yehuda Tel-Aviv FC no Verão, fez, de livre, o seu primeiro golo nas competições europeias e deixou a equipa sueca pelo caminho. O treinador dos israelitas, Guy Luzon, volta assim a ser bem sucedido nesta prova, depois de na época passada ter conduzido o Maccabi Petach-Tikva FC a esta mesma fase.

Club Brugge KV 1-2 SK Brann (total: 2-2, Brann apurado)
Dois golos, na primeira parte, foram o suficiente para o Brann levar a melhor sobre um Club Brugge, que acabou o encontro reduzido a dez elementos. A equipa da casa foi surpreendida no contra-ataque, aos 14 minutos, quando Martin Andresen serviu Thorstein Helstad para o primeiro golo da noite. Robbie Winters assinou o segundo golo (39') após jogada de Erik Husekleep, com o Brugge a reagir na segunda parte. Os belgas marcaram aos 76 minutos, quando Philippe Clement concluiu, de cabeça, um canto de Ivan Leko, mas após a expulsão de Jeroen Simaeys a missão da equipa da casa tornou-se virtualmente impossível.

Última actualização: 05-10-07 1.31CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=598929.html#ajax+adeus+europa