O "site" oficial do futebol europeu

Vojvodina ilumina caminho sérvio

Publicado: Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007, 0.20CET
O Vojvodina carimbou a passagem à segunda pré-eliminatória da Taça UEFA numa noite de sortes diversas para os clubes sérvios. O Maccabi Tel-Aviv e o Hajduk Split conseguiram evitar um penoso desaire.
 
Publicado: Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007, 0.20CET

Vojvodina ilumina caminho sérvio

O Vojvodina carimbou a passagem à segunda pré-eliminatória da Taça UEFA numa noite de sortes diversas para os clubes sérvios. O Maccabi Tel-Aviv e o Hajduk Split conseguiram evitar um penoso desaire.

O FK Vojvodina carimbou a passagem para a segunda pré-eliminatória da Taça UEFA numa noite de sortes diversas para os clubes sérvios. O Maccabi Tel-Aviv FC e o HNK Hajduk Split conseguiram evitar o descalabro, enquanto uma história de sucesso cipriota se destaca nos dez jogos que o uefa.com aqui destaca.

Hibernians FC 0-2 FK Vojvodina (total: 1-7)
O Vojvodina confirmou a passagem à segunda pré-eliminatória da Taça UEFA graças a um golo marcado em cada parte por Dušan Tadić e Ranko Despotović. Os visitantes sérvios limitaram-se a confirmar a goleada que na primeira mão tinham aplicado aos malteses, mercê de tiros certeiros obtidos aos 30 e 61 minutos. A má sorte do Hibernians acumulou-se com a expulsão do médio Pablo César Doffo em plena etapa complementar.

Maccabi Tel-Aviv FC 4-0 FC Santa Coloma (total: 4-1)
O Maccabi Tel-Aviv recuperou da derrota da primeira mão, em Andorra, ao golear o Santa Coloma por 4-0, em Israel. Na tentativa de fazer esquecer o surpreendente golo apontado por Juli Fernández há duas semanas, a equipa da casa entrou a matar e logo aos 12’ conseguiu empatar a eliminatória, por intermédio de Yannick Kamanan. Erez Mesika deu ao Maccabi a liderança aos 25 minutos e, depois de Ori Shitrit ser expulso, Yossi Shivhon (63) e Kamanan (69) selaram um convincente triunfo para os anfitriões.

PFC Litex Lovech 4-0 Sliema Wanderers FC (total: 7-0)
O Litex Lovech teve apenas de confirmar a clara vitória obtida na primeira mão, voltando a golear os adversários malteses graças a golos de Fabien Boudarène, de Beto e de Ivelin Popov, em plena Bulgária. Boudarène, com um remate acrobático, foi o autor do único golo verificado na primeira parte, mas Sliema fez questão de animar o jogo na etapa complementar, apontando três golos nos primeiros 15 minutos.

Anorthosis Famagusta FC 1-0 FK Vardar (total: 2-0)
O Anorthosis Famagusta voltou a vencer por 1-0 o Vardar tendo Anton Žlogar garantido, aos 54 minutos, o único golo que se viu no Chipre. Os visitantes, provenientes da Macedónia, raramente colocaram em perigo a vantagem que a equipa da casa trazia da primeira mão e o golo de Žlogar resolveu a contenda. Vladimir Sekuloski foi, depois, expulso para completar o dia negro do Vardar.

HNK Hajduk Split 1-0 FK Budućnost Podgorica (total: 2-1)
O golo apontado por Dario Damjanović, no minuto 47, foi suficiente para garantir ao Hajduk Split a passagem à próxima eliminatória à custa dos montenegrinos do Budućnost. A formação croata chegou ao golo logo no início da segunda parte, quando Damjanović cabeceou com sucesso, após cruzamento de Mirko Hrgović. Nikola Kalinić poderia ter marcado o segundo golo, mas tal não aconteceu, embora tivesse ficado provado que o Budućnost não iria repetir a boa exibição que lhe valeu um empate na primeira mão.

FK Partizan 5-0 NK Zrinjski (total: 11-1)
O Partizan derrotou a formação bósnia do Zrinjski por 5-0 num jogo disputado em Belgrado para garantirem uma qualificação em larga escala. Darko Maletić abriu o marcador no quarto minuto, Almani Moreira fez o segundo e Stefan Jovetić abriu o livro ao apontar os restantes tentos, aos 37, 52 e 72 minutos. O treinador do Zrinjski, Blaz Slišković fez sete alterações na formação inicial, após a primeira mão, embora não tenha tido sucesso.

FK Rudar Pljevlja 0-2 AC Omonia (total: 0-4)
O Rudar não conseguiu materializar em golos a pressão inicial, tendo acabado por ser o Omonia Musawengosi Mguni a repetir o resultado verificado na primeira mão. O internacional do Zimbabué marcou contra a corrente do jogo aos 34 minutos do jogo realizado no Montenegro, deixando o Rudar com uma tarefa complicada em mãos. Ricardo Sousa fez o segundo tento para os visitantes a 15 minutos do fim, antes de Zoran Vuković ser expulso e deixar os donos do terreno reduzidos a 10.

FK Rabotnicki 2-1 NK Gorica (total: 4-2)
O Rabotnicki vai representar a Macedónia na próxima ronda, após ter vencido por 2-1 em Skopje, completando um total de 4-2 nas duas mãos ante os oponentes eslovenos do Gorica. A equipa da casa começou ao ataque e foi recompensada com um golo de Krste Velkoski momentos antes do intervalo. O Gorica voltou forte na segunda parte, mas viu as intenções frustradas aquando do golo de Ertan Demiri, aos 69’. Um penalty transformado por Enes Demirović mesmo a acabar serviu de consolo aos visitantes.

FC Koper 2-3 NK Široki Brijeg (total: 3-6)
O Široki Brijeg, representante da Bósnia-Herzegovina, demonstrou ser demasiado forte para os vencedores da Taça da Eslovénia, levando a melhor num jogo (realizado em Celje) em que se marcaram cinco golos. Com uma vantagem de 3-1 trazida da primeira eliminatória, o Široki Brijeg chegou à liderança bem cedo, mercê de um remate de Mislav Karoglan e cimentou a liderança no jogo após um auto-golo de Rok Božič. Apesar de o Koper ter reagido, mercê de um tento de Dalibor Volas, aos 24 minutos, a resposta de pronto de Ronelle Gomes resolveu a eliminatória, mesmo tendo em conta o golo tardio de Aleš Mejac.

KS Teuta 2-2 NK Slaven Koprivnica (total: 4-8)
Os croatas do Slaven Koprivnica garantiram uma confortável passagem à próxima eliminatória, após terem empatado a dois golos na casa do Teuta, na Albânia, somando 8-4 no total das duas mãos. Bekim Kuli deu ao Teuta um pouco de esperança, através do tento apontado aos 45 minutos, mas Dino Kresinger e Bojan Vručina sublinharam a superioridade do Slaven na segunda parte. O tento do empate, apontado por Kuli, aos 75’, devolveu apenas o orgulho aos donos da casa.

KS Besa 0-0 FK Bežanija (total: 2-2, Besa venceu venceu no desempate por golos fora)
O Besa continuará a representar a Albânia na Taça UEFA, após um nulo verificado em Tirana. Valeram-lhes os golos apontados fora de casa, aquando da deslocação à Sérvia. Os golos de Abdullahi Ishaka e Francois Elokan acabaram por ser decisivos, visto que na segunda mão os visitantes não conseguiram marcar.

Última actualização: 03-08-07 12.46CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=566989.html#vojvodina+ilumina+caminho+servio