O "site" oficial do futebol europeu

Espanhóis asseguram pleno

Publicado: Sexta-feira, 29 de Setembro de 2006, 0.59CET
Ronda: A noite de quinta-feira revelou-se perfeita para os clubes espanhóis, já que Celta, Espanhol e Osasuna vão fazer companhia ao Sevilha na fase de grupos.
 
Publicado: Sexta-feira, 29 de Setembro de 2006, 0.59CET

Espanhóis asseguram pleno

Ronda: A noite de quinta-feira revelou-se perfeita para os clubes espanhóis, já que Celta, Espanhol e Osasuna vão fazer companhia ao Sevilha na fase de grupos.

A primeira eliminatória da Taça UEFA saldou-se numa ronda sem mácula para os clubes espanhóis, uma vez que RC Celta de Vigo, RCD Espanyol e CA Osasuna venceram os respectivos encontros, juntando-se assim na fase de grupos ao Sevilla FC, que bateu o Atromitos FC por 6-1. Esta também foi uma noite positiva para antigos vencedores da prova, já que os ingleses do Tottenham Hotspur FC e os holandeses do AFC Ajax e Feyenoord também seguiram em frente. O mesmo não sucedeu com o R. Standard de Liége, uma vez que nem Sérgio Conceição nem Areias, os dois portugueses titulares, conseguiram evitar a eliminação da sua equipa. Também o Heart of Midlothian FC, que contou com o contributo de Bruno Aguiar, entrado a sete minutos do fim da partida, ficou pelo caminho. Sorte diferente teve o Paris Saint-Germain FC, que bateu em casa o Derry City FC, por 2-0, com um golo de Pedro Pauleta.

RC Celta de Vigo 3-0 R. Standard de Liège (total: 4-0)
O Celta superou da melhor forma a série de três derrotas em quatro jogos do campeonato espanhol, alcançando sem problemas a fase de grupos. Embalado pela vantagem de 1-0 conseguida na Bélgica, Fernando Baiano assinou o primeiro tento da noite no Balaídos, a meio do primeiro tempo, depois de um cruzamento de Antonio Núñez. Após o guarda-redes do Celta, Esteban Suárez, ter defendido uma grande penalidade cobrada por Milan Jovanović no segundo tempo, a formação espanhola "matou" o encontro por intermédio de Fabián Canobbio (69 minutos) e, novamente, Baiano (82), assegurando a passagem à fase de grupos.

RCD Espanyol 3-1 FC Artmedia (total: 5-3)
Dois golos de Walter Pandiani ajudaram o Espanhol de Barcelona a marcar presença na fase de grupos, tendo em conta que o golo de Jan Buryán, aos seis minutos, para o Artmedia, não teve o mesmo efeito da temporada passada, em que os eslovacos chegaram à fase de grupos da UEFA Champions League. Pandiani empatou aos 19 minutos, depois Ferrán Corominas desviou um remate potente de Pandiani (66), antes de o avançado uruguaio assinar o seu segundo golo do encontro (80), colocando o resultado final em 3-1.

CA Osasuna 0-0 Trabzonspor (total: 2-2)
À terceira foi de vez para o Osasuna, que finalmente alcançou a fase de grupos de uma competição europeia, depois de, no ano passado, ter ficado pelo caminho na primeira eliminatória da Taça UEFA, frente ao Stade Rennais FC, e, há dois anos, teve o mesmo destino diante do Hamburger SV, desta feita na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League. A equipa de Cuco Ziganda conseguiu um empate (2-2) na Turquia há duas semanas, e os golos fora de casa acabaram por ser decisivos, com o Osasuna a aguentar bem a pressão final do Trabzonspor, numa partida sem grandes ocasiões de golo.

Blackburn Rovers FC 2-0 FC Salzburg (total: 4-2)
O Blackburn bateu o Salzburgo por 4-2 no conjunto das duas mãos, com golos de Benni McCarthy e David Bentley, em Ewood Park. A formação inglesa pressionou desde o apito inicial e, depois de Shabani Nonda ter rematado às malhas laterais, o sul-africano Benny McCarthy, que já representou o FC Porto, abriu o activo com um belo golo 13 minutos antes do intervalo. Depois, Bentley capitalizou o domínio do Blackburn com o segundo golo, 11 minutos após o reatamento.

Newcastle United FC 2-1 FC Levadia Tallinn (total: 3-1)
Obafemi Martins conseguiu marcar em St. James Park e logo dois golos no espaço de três minutos, garantindo um apuramento tranquilo para a equipa de Glenn Roeder. Depois de uma primeira parte sem golos, o avançado que o Newcastle contratou ao FC Internazionale Milano marcou aos 47 e 50 minutos, dando aos ingleses uma vantagem de 3-0 na eliminatória. Indrek Zelinski foi o autor do golo de consolação da equipa da Estónia.

Tottenham Hotspur FC 1-0 SK Slavia Praha (total: 2-0)
Uma segunda vitória tangencial foi suficiente para o Tottenham, com Robbie Keane a assinar o único golo da segunda mão, disputada em White Hart Lane. O internacional irlandês desperdiçou três boas ocasiões antes de, finalmente, assinar o seu primeiro golo da temporada a dez minutos do fim, com um remate rasteiro. O Slavia quase não representou qualquer ameaça, tendo a sua melhor oportunidade sido um cabeceamento de Pavel Fořt que foi defendido por Paul Robinson.

AFC Ajax 4-0 IK Start (total: 9-2)
O Ajax não teve qualquer piedade pelo adversário na ArenA de Amesterdão, já que transformou a vantagem de 5-2, conseguida na primeira mão, num resultado total de 9-2. O sueco Markus Rosenberg abriu caminho ao triunfo dos holandeses com dois golos nos primeiros 25 minutos, antes de o defesa checo, Zdeněk Grygera, colocar o resultado em 3-0 ainda antes do intervalo. O jovem avançado Ryan Babel, entrado ao intervalo, fechou a contagem com um golo aos 68 minutos.

Feyenoord 0-0 PFC Lokomotiv Sofia (total: 2-2, Feyenoord vence pela vantagem de golos fora)
O Feyenoord eliminou o Lokomotiv Sofia depois de um empate tenso e sem golos em Roterdão, vencendo pela vantagem dos golos marcados fora de casa. Tsvetan Genkov esteve perto de garantir a vitória para os visitantes no final da primeira parte, mas o Feyenoord ultrapassou o mau momento que atravessa e segue em frente na prova, graças aos dois golos apontados em Sófia.

Paris Saint-Germain FC 2-0 Derry City FC (total: 2-0)
No Parque dos Príncipes, o Derry foi incapaz de causar problemas à defesa do PSG, terminando assim a boa caminhada do clube da Irlanda do Norte. O cabeceamento de Edouard Cissé inaugurou o marcador aos seis minutos do primeiro tempo, antes de o capitão Pedro Pauleta assinar o segundo a três minutos do intervalo. Os gauleses continuaram em busca de mais golos na etapa complementar, mas apesar da oportunidade de Cristian Rodriguez, o Derry não voltou a sofrer.

Rangers FC 2-0 Molde FK (total: 2-0)
Golos de Thomas Buffel e Barry Ferguson, no segundo tempo, valeram o apuramento do Rangers frente ao Molde. Buffel, internacional belga, assegurou um bom início de partida, ao bater Jan Larsen depois de um cruzamento de Steven Smith, aos 13 minutos. Marel Balvindsson podia ter igualado para os noruegueses à passagem da meia-hora de jogo, mas o seu cabeceamento saiu ao lado. Ferguson, capitão do Rangers, acalmou as hostes da casa com um segundo golo (45), depois de servido por Kris Boyd.

AC Sparta Praha 0-0 Heart of Midlothian FC (total: 2-0)
Um empate sem golos bastou para o Sparta seguir em frente, depois da vitória, por 2-0, conseguida em Edimburgo há duas semanas. A equipa da casa dominou os instantes iniciais, com o médio Daniel Kolář a rematar à trave, enquanto Zdeněk Pospěch viu um remate seu ser aliviado em cima da linha de golo. No outro extremo do relvado, Jamie Mole teve a melhor oportunidade do Hearts, mas, depois de alguma confusão, Tomáš Řepka acabou por solucionar o problema.

Última actualização: 29-09-06 10.04CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=462661.html#espanhois+asseguram+pleno