O "site" oficial do futebol europeu

Eindhoven recorda a primeira vez

Publicado: Sexta-feira, 17 de Março de 2006, 8.33CET
Assim que a Taça UEFA for entregue esta sexta-feira ao município de Eindhoven, reavivar-se-ão memórias da edição de 1977/78.
por Berend Scholten
de Eindhoven
 
Publicado: Sexta-feira, 17 de Março de 2006, 8.33CET

Eindhoven recorda a primeira vez

Assim que a Taça UEFA for entregue esta sexta-feira ao município de Eindhoven, reavivar-se-ão memórias da edição de 1977/78.

Assim que a Taça UEFA for esta sexta-feira entregue, em cerimónia solene, ao município de Eindhoven, cidade holandesa que acolherá a final da prova, reavivar-se-ão memórias da edição de 1977/78.

Data histórica
Foi a 9 de Maio de 1978 que a equipa local, o PSV Eindhoven, se tornou numa potência do futebol europeu, ao vencer o SC Bastia, por 3-0, no Philips Stadion – o palco da final da presente edição – e, desse modo, erguer a Taça UEFA, após um empate sem golos registado, duas semanas antes, na partida da primeira mão, na Córsega.

Sucesso europeu
Por essa altura, o PSV já havia quebrado a hegemonia interna dos clubes da Holanda ocidental - Feyenoord e AFC Ajax - ao sagrar-se campeão da Eredivisie em 1974/75 e 1975/76, mas, ao vencer a Taça UEFA, mostrou à Europa que tinha vindo para ficar.

Relvado enlameado
Com a final a realizar-se, naquela altura, a duas mãos, o PSV não teve uma tarefa fácil no jogo da primeira mão, no terreno do Bastia. Uma forte chuvada abateu-se sobre a ilha francesa da Córsega e tornou o relvado do estádio Armand-Césau, também conhecido por Furiani, num enorme lamaçal e nenhuma das equipas conseguiu jogadas de grandes primores técnicos em virtude das condições adversas.

Três marcadores diferentes
Já a segunda mão foi muito mais de sentido único e, sem elementos a bloquearem, de alguma forma, o caminho para o golo, o PSV brilhou com Willy van de Kerkhof, Gerrie Deijkers e Willy van der Kuylen a marcarem os golos que asseguraram um famoso triunfo perante 27 mil espectadores em delírio.

Vitórias holandesas
Tendo tanto o Feyenoord como o Ajax vencido a Taça dos Clubes Campeões Europeus na década de 70, o PSV foi a terceira equipa holandesa a vencer uma competição europeia. Ao triunfo na Taça UEFA de 1977/78, seguiu-se, precisamente dez anos depois, a vitória na Taça dos Clubes Campeões Europeus, onde se impuseram, na final, ao Benfica, no desempate por pontapés da marca de grande penalidade. Em 2004/05, o PSV, tal como em 1988 sob as ordens de Guus Hiddink, chegaria às meias-finais da UEFA Champions League, tendo sido eliminado pelo AC Milan.

Goleadores de 1978 presentes
As memórias desse primeiro sucesso de 1978 serão relembradas quando o vencedor da edição da época transacta, o PFC CSKA Moskva, entregar o troféu à cidade de Eindhoven, numa cerimónia na qual marcarão presença os goleadores Van de Kerkhof e Van der Kuylen. Infelizmente, Deijkers faleceu em Outubro de 2003, com problemas cardíacos, quando contava 56 anos.

A bem-sucedida conversão de Deijkers
A história de Deijkers é fora do comum. Ele jogara como defesa sob as ordens do técnico Kees Rijvers - que também marcará presença na cerimónia - e pediu que este lhe concedesse uma oportunidade como ponta-de-lança quando a equipa passava por problemas no ataque, já na campanha de 1977/78. Deijkers viria a apontar 18 golos para o campeonato holandês e seis na Taça UEFA.

Entrega do troféu
Enquanto Deijkers será certamente lembrado na cerimónia que decorrerá no edifício Evoluon, em Eindhoven, vários outros seus companheiros do PSV de 1978 estarão entre as personalidades presentes, tais como o irmão gémeo de Willy, René van de Kerkhof, Jan Poortvliet, Adri van Kraay e Kees Krijgh.

Última actualização: 16-03-06 18.14CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=405038.html#eindhoven+recorda+primeira