O "site" oficial do futebol europeu

Militares perto da merecida licença

Publicado: Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005, 23.40CET
A imprensa russa acredita que a eliminação do CSKA das competições europeias pode revelar-se benéfica, num ano em que a equipa já disputou 55 jogos oficiais.
por Eugene Sekundo
 
Publicado: Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005, 23.40CET

Militares perto da merecida licença

A imprensa russa acredita que a eliminação do CSKA das competições europeias pode revelar-se benéfica, num ano em que a equipa já disputou 55 jogos oficiais.

A derrota por 1-0 frente ao FC Dinamo Bucuresti deixou o detentor da Taça UEFA, PFC CSKA Moskva, a encarar a perspectiva de abandonar a prova prematuramente.

Ténue esperança
Os homens de Valeri Gazzaev terminaram os seus compromissos no Grupo F na última quinta-feira, em Bucareste, e a única esperança que têm de seguir em frente é que o SC Heerenveen não vença o jogo que tem por disputar com o PFC Levski Sofia, e que o Dínamo perca em casa do líder do grupo, o Olympique de Marseille, também na 5ª Jornada.

Ano extraordinário
O ano de 2005 foi extraordinário para o CSKA, já que venceu a Taça UEFA de 2004/2005, o campeonato russo e a Taça da Rússia. No entanto, compreende-se que a campanha europeia de 2005/2006 não esteja a correr tão bem para a equipa do exército russo – o jogo de quinta-feira foi a 55ª partida oficial do ano.

Gazzaev desiludido
Ainda assim, Gazzaev mostrou-se desiludido com a derrota frente ao Dínamo, tendo afirmado: "Creio que o resultado é injusto e que a minha equipa não mereceu perder". No entanto, segundo o diário desportivo russo Sport-Express, o CSKA já vinha mostrando bastantes fragilidades antes do golo de Vlad Munteanu, obtido aos 72 minutos.

Guarda-redes em destaque
"Na primeira parte, o CSKA só conseguiu criar perigo através de lances de bola parada", pode ler-se no jornal, ainda que se reconheça que o rendimento melhorou depois do golo sofrido. "O CSKA partiu para cima da baliza defendida por Vladimir Gayev, mas o bielorrusso fez uma defesa incrível a remate de Vágner Love e outra a disparo de Elvir Rahimić".

"Presos no pântano"
As condições climatéricas não favoreceram o CSKA, que assenta o seu jogo no movimento e nas trocas de bola. A chuva torrencial que caiu sobre a capital romena reduziu o terreno de jogo a um lamaçal. Eis como o Sport-Express entitulou a crónica do jogo: "Presos no pântano".

Camisolas sujas
"No primeiro dia invernoso do ano, as equipas tiveram de lutar entre elas, mas, também, com um campo em que era mais fácil destruir do que construir", noticia o Sport-Express. "As camisolas do CSKA estavam tão sujas ao fim de 30 minutos de jogo que nem se distinguiam os números".

Passagem de testemunho
Com tantos obstáculos, o Sovetski Sport não se mostra demasiado preocupado com a possível eliminação do CSKA da prova. "O CSKA passou o testemunho para as outras equipas russas [FC Lokomotiv Moskva e FC Zenit St. Petersburg]", afirma-se no jornal.

Descanso merecido
"Os nossos campeões têm de descansar para chegarem a um patamar mais elevado a nível europeu", acrecenta o Sovetski Sport. "Podem ainda ter o resto da campanha na Taça UEFA pela frente, mas isso poderia até atrapalhar a preparação para a UEFA Champions League da próxima época. Não se pode jogar bem em temporadas consecutivas sem descanso".

Última actualização: 02-12-05 12.50CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=374821.html#militares+perto+merecida+licenca