O "site" oficial do futebol europeu

CSKA segue em frente

Publicado: Sexta-feira, 30 de Setembro de 2005, 0.26CET
Ronda 1: O CSKA vai poder defender o troféu conquistado na época passaada, após eliminar o Midtjylland .
 
Publicado: Sexta-feira, 30 de Setembro de 2005, 0.26CET

CSKA segue em frente

Ronda 1: O CSKA vai poder defender o troféu conquistado na época passaada, após eliminar o Midtjylland .

O PFC CSKA Moskva, vencedor da última edição da Taça UEFA, alcançou a fase de grupos, ao passo que o Maccabi Petach-Tikva FC, de Israel, conseguiu um resultado sensacional no jogo da segunda mão, diante do FK Partizan.

FC Midtjylland 1-3 PFC CSKA Moskva (total: 2-6)
Os detentores do troféu repetiram o resultado da primeira mão e não deram quaisquer esperanças ao conjunto dinamarquês. Ainda assim, os anfitriões colocaram-se em vantagem aos 14 minutos, com David Nielsen a marcar após um cruzamento de Rasmus Hansen. À passagem dos 60 minutos, o jogo estava ainda em 1-0, mas Daniel Carvalho fez o empate após ter sido assisitido por Alexei Berezutsky. Dois golos consecutivos, aos 77 minutos, por Sergei Samodin e Carvalho - este último após mais uma assistência de Berezutsky - permitiram ao CSKA alcançar a fase de grupos de forma contundente.

FC Partizan 2-5 Maccabi Petach-Tikva FC (total: 4-5)
O "hat-trick" de Omer Golan foi fundamental para a surpresa causada pelos israelitas na casa dos campeões servo-montenegrinos, em Belgrado. Com uma vitória, por 2-0, conseguida há duas semanas, o Partizan era favorito para o jogo desta noite, mas Asaf Mashiach colocou os visitantes em vantagem logo aos três minutos. Um penalty cobrado por Srdjan Radonjić, nove minutos depois, serviu para acalmar os nervos do Partizan, mas Golan assinou o seu primeiro aos 20 minutos, e apesar de Radonjić ter voltado a empatar, aos 41, o avançado do Petach-Tikva bisou no encontro. Estavam decorridos apenas três minutos do segundo tempo e Golan completou o "hat-trick". Em desvantagem nos golos conseguidos fora de casa, o Partizan tinha de marcar mas, em vez disso, o jogo ficou resolvido a três minutos do fim, quando Marko Lomić introduziu a bola na própria baliza. Esta foi uma recuperação memorável do Petach-Tikva, tal como a conseguida na estreia na Taça UEFA, em que transformou um resultado desfavorável de 3-0 numa vitória, por 4-3, frente ao AEK Larnaca FC, na temporada passada.

Aris Thessaloniki FC 0-0 AS Roma (total: 1-5)
Tendo ganho por 5-1 na primeira mão, o treinador da Roma, Luciano Spalletti, optou por fazer descansar alguns habituais titulares, tendo conseguido um empate sem golos na Grécia. Alexander Doni, que esteve à frente da baliza transalpina, não sofreu qualquer golo.

Anorthosis Famagusta FC 0-4 US Città di Palermo (total: 1-6)
O Palermo completou da melhor forma a estreia nas competições europeias, sendo que o triunfo, por 2-1, na primeira mão acabou por transformar-se numa vitória confortável em Nicósia. Andrea Caraccioli levou apenas cinco minutos a abrir o activo em Chipre e Stephen Makinwa duplicou a vantagem logo após o intervalo. Aos 53 minutos, Mario Alberto Santana aumentou a contagem e Makinwa selou a vitória do Palermo, a meio do segundo tempo.

Everton FC 1-0 FC Dinamo Bucuresti (total: 2-5)
Seria sempre uma tarefa muito complicada para o Everton, depois de ter perdido na Roménia, por 5-1. Tim Cahill fez renascer alguma esperança com um golo aos 28 minutos, mas, dez minutos depois, viu o segundo ser-lhe anulado por falta sobre o guarda-redes do Dínamo, Uladzimir Hayeu. Mikel Arteta, médio da equipa da casa, abandonou o relvado lesionado, já em tempo de descontos.

PFC Lokomotiv Plovdiv 1936 1-2 Bolton Wanderers FC (total: 2-4)
Tal como na primeira mão, o Bolton, formação inglesa que se estreia na prova, conseguiu dois golos nos instantes finais, após estar a perder. Os búlgaros colocaram-se em vantagem na eliminatória logo no início do segundo tempo, graças ao golo de Georgi Iliev. No entanto, com dez minutos para jogar, o Bolton conseguiu o empate em circunstâncias estranhas, com um cruzamento de Henrik Pedersen a ser desviado para a própria baliza pelo defesa Aleksandar Tunchev. A três minutos do fim, um golo pleno de oportunidade de Kevin Nolan confirmou a passagem do clube britânico.

Skoda Xanthi FC 0-0 Middlesbrough FC (total: 0-2)
Houve poucas oportunidades para os dois conjuntos, na Grécia, apesar de Szilárd Nemeth ter aliviado a bola em cima da linha de golo após um remate de Emerson, antigo jogador do Middlesbrough, a quatro minutos do final, com os visitantes a conseguirem um lugar na fase de grupos pela segunda vez consecutiva.

RC Strasbourg 5-0 Grazer AK (total: 7-0)
O Estrasburgo conseguiu um triunfo confortável diante do GAK, que alcançou os 16 avos-de-final em 2004/05. Karim Haggui marcou o primeiros aos seis minutos, assistido por Alexander Farnerud e, a cinco minutos do intervalo, o médio sueco assinou também um golo, o quarto do Estrasburgo na eliminatória. O irmão mais velho de Farnerud, Pontus, também marcou no recomeço, com um remate de fora da área, sendo os restantes golos apontados por Ulrich Le Pen e Rabo Hosni.

Willem II 1-3 AS Monaco FC (total: 1-5)
Maicon, do Mónaco, conseguiu o golo fora de casa que decidiu, efectivamente, a eliminatória, aos três minutos do segundo tempo, ao cabecear para golo um canto cobrado por Camel Meriem. Sete minutos depois, Oivier Kapo serviu Emmanuel Adebayor e este enviou a bola por cima de Oscar Moens, guarda-redes do Willem II, fazendo o segundo. Anouar Hadouir marcou o golo de honra da sua equipa, a seis minutos do fim, mas, apesar da pressão holandesa em busca do empate, Javier Chevantón ficou com a palavra final, com um golo de fora da área, após um bom trabalho de Kapo.

KRC Genk 0-1 PFC Litex Lovech (total: 2-3)
O Litex havia empatado em casa (2-2) na primeira mão. No entanto, na Bélgica, Sandrinho aproveitou o passe de Robert Popov para fazer o único golo, aos 56 minutos. Mirsad Bešlija rematou de longe mas ao poste, aos 82 minutos.

Última actualização: 30-09-05 0.49CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=347856.html#cska+segue+frente