O "site" oficial do futebol europeu

EfB brilha na Estónia

Publicado: Quinta-feira, 28 de Julho de 2005, 22.31CET
Ronda 1:
O Esbjerg afastou o Flora, numa pré-eliminatória em que os três apurados via UEFA Fair Play seguiram em frente.
 
Publicado: Quinta-feira, 28 de Julho de 2005, 22.31CET

EfB brilha na Estónia

Ronda 1:
O Esbjerg afastou o Flora, numa pré-eliminatória em que os três apurados via UEFA Fair Play seguiram em frente.

O Esbjerg fB foi o grande destaque dos jogos da segunda mão da primeira pré-eliminatória da Taça UEFA, ao conseguir um desempenho soberbo na Estónia, que permitiu atirar para fora da prova o FC Flora.

Reviravolta espantosa
Tendo em conta que se tratava de uma equipa apurada para a competição via UEFA Fair Play, a campanha do EfB parecia destinada a ser curta, sobretudo depois de ter sido batido há duas semanas, por 2-1, na Dinamarca. No entanto, no desafio desta quinta-feira, Jakob Poulsen colocou os dinamarqueses na frente do marcador à passagem do primeiro quarto-de-hora, sendo que dois minutos volvidos Jan Kristiansen deixou o EfB em vantagem no cômputo dos dois jogos. Pouco tempo depois, Fredrik Berglund, que também tinha marcado, em período de descontos, no encontro da primeira mão, dilatou a vantagem e, antes do intervalo, Hans Henrik Andreasen assinou o quarto golo da noite. Na segunda parte, Michaël Murcy acertou no alvo por duas vezes (55 e 87 minutos), estabelecendo o 6-0 final - 7-2 no total da eliminatória -, resultado que coloca o EfB no sorteio da segunda ronda de qualificação, que tem lugar esta sexta-feira.

Mainz em frente
Também apurados via UEFA Fair Play, os alemães do FSV 05 Mainz tinham vencido, por 4-0, o FC MIKA no jogo da primeira mão, pelo que a igualdade obtida nesta quinta-feira, na Arménia, foi suficiente para garantir o apuramento. O Viking FK, outro conjunto cujo acesso à competição resulta do ranking Fair Play da UEFA, partia com uma vantagem de 2-1 para o jogo da segunda mão, a disputar no seu terreno frente ao Portadown FC, da Irlanda do Norte. E a verdade é que o conjunto escandinavo foi bem sucedido, uma vez que o golo de Nkosinathi Nhleko, apontado aos 57 minutos, colocou o resultado final da eliminatória em 3-1.

Banants em alta
O FC Banants, da Arménia, também tinha de recuperar de um resultado negativo averbado há duas semanas, depois da derrota (3-2) no reduto do FC Lokomotiv Tbilisi. Os dois golos apontados nesse dia, na Geórgia, revelaram-se cruciais e o 2-0 obtido na segunda mão bastou para seguir em frente. Aram Hakobyan, autor do primeiro golo do Banants no desafio de há 15 dias, inaugurou o marcador aos 22 minutos, antes de Ara Khachatryan consumar o triunfo na eliminatória com um golo a nove minutos do final.

BATE avança
O outro representante da Geórgia, o FC Torpedo Kutaisi, também foi eliminado, ao perder por 5-0 na Bielorrússia - 6-0 no total da eliminatória com o FC BATE Borisov. Quem também retirou dividendos do primeiro jogo foi o NK Domžale, da Eslovénia, que depois de ter vencido o SP Domagnano, por 5-0, em San Marino, voltou à carga com novo triunfo, desta feita por 3-0. Juninho, Nikola Nikezic e Zoran Zeljkovic (de grande penalidade) foram os autores dos golos.

Vaduz apurado
No entanto, o Vaduz FC continuará a erguer a bandeira por outra pequena nação europeia, no caso o Liechtenstein. O triunfo, por 2-0, no jogo da primeira mão frente aos estreantes do FC Dacia Chisinau revelou-se providencial, já que o golo apontado por Vladimir Japalau, aos 64 minutos, para o conjunto moldavo, não foi suficiente para impedir o apuramento do Vaduz, que marcará presença nesta fase da competição pelo segundo ano consecutivo.

Nistru carimba passaporte
Outra formação moldava em competição, o FC Nistru Chisinau, triunfou, por 2-1, no Cazaquistão, ante o FK Khazar Lenkoran, conseguindo um registo de 5-2 no total das duas partidas. Catalin Lichioiu apontou ambos os golos do Nistru ainda antes do intervalo. O tento de consolação dos estreantes nas lides europeias apareceu aos 74 minutos, por intermédio de Samir Aliyev, 12 minutos depois de Miroslav Savic ter desperdiçado uma grande penalidade.

Metalurgs triunfa
O FHK Liepajas Metalurgs, líder isolado do campeonato da Letónia, repetiu esta quinta-feira em casa a vitória por 3-0 obtida nas Ilhas Faroé. Viktors Dobrecovs marcou aos cinco e 37 minutos, antes de Oskars Klava elevar para 3-0 quando faltavam quatro minutos para o final do encontro.

APOEL afasta Birkirkara
O APOEL FC, de Chipre, afastou os malteses do Birkirkara FC graças a um resultado idêntico - 6-0. No início da partida, o resultado da eliminatória estava em 2-0, mas Alexandros Kaklamanos, com dois golos, e Marios Neophytou e Stavros Georgiou, com um tento cada, dilataram a vantagem.

Pétange alcança empate
O CS Pétange, do Luxemburgo, pode ter sido afastado da sua primeira aventura europeia, mas garantiu um impressionante empate a um golo no desafio desta noite frente ao AC Allianssi, que tinha vencido por 3-0 na Finlândia. Dejan Kefert entrou para a história aos 55 minutos, ao assinar o primeiro golo do Pétange nas competições europeias. Porém, oito minutos volvidos, Jon Poulsen confirmou o primeiro triunfo do Allianssi numa eliminatória da Taça UEFA.

MTZ-RIPO aguenta-se
Em Minsk, o FC MTZ-RIPO foi derrotado pelo Ferencvárosi TC, mas conseguiu, ainda assim, garantir o apuramento, vencendo por 3-2 no total da eliminatória. Tendo triunfado por 2-0 na Hungria, naquele que foi o seu jogo de estreia nas competições europeias, o MTZ-Ripo sentiu algumas dificuldades no seu estádio, sobretudo devido à acção do antigo médio do FC Porto, Péter Lipcsei. O Ferencvárosi marcou primeiro, por intermédio de Lipcsei, mas o empate surgiu aos 48 minutos, obra de Kontsevoi. Os húngaros ainda conseguiram chegar ao tento do triunfo, através de Rósa, mas tal revelou-se insuficiente.

Rhyl sorri no final
O FK Atlantas recebeu e bateu o Rhyl FC, por 3-2, mas disse adeus à competição devido à regra dos golos marcados fora, depois de o seu adversário ter ganho por 2-1 no jogo da primeira mão. Dainius Žernys deu vantagem à equipa da casa aos 12 minutos, na cobrança de um penalty, mas foi expulso apenas três minutos depois. O empate surgiu aos 32 minutos, por intermédio de Gregory Stones, antes de Gary Powell fazer o segundo golo dos visitantes. O Atlantas ainda teve forças para chegar ao triunfo, graças a golos de Laurišas e Andrius Peterikis, mas não conseguiu impedir que o Rhyl se tornasse na primeira equipa galesa a vencer uma eliminatória da Taça UEFA desde a temporada 1996/97.

Última actualização: 29-07-05 1.36CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=321777.html#efb+brilha+estonia