Peseiro promove alterações

José Peseiro quer fazer melhor do que a selecção portuguesa conseguiu na final do EURO 2004™, mantendo a Taça UEFA em Portugal.

Watch highlights of CSKA Moskva’s historic victory against Sporting at Estadio José Alvalade in the 2005 UEFA Cup final.

Por Pete Sanderson, em Lisboa

Mais de quatro décadas desde a sua (até agora) única conquista de uma prova europeia, o Sporting está a apenas um jogo de ingressar no lote das equipas que venceram uma final europeia no seu próprio reduto, quando, na noite de quarta-feira, defrontar o PFC CSKA Moskva, no Estádio José Alvalade, para a final da Taça UEFA.

Vantagem de jogar em casa
O caminho para a final pode ter tido mais curvas e contracurvas que as desmarcações do letal Liedson, mas o técnico leonino, José Peseiro, confia que a sua equipa poderá melhorar o registo da selecção portuguesa no UEFA EURO 2004™ e levantar a taça UEFA perante os seus adeptos. "Acredito que poderemos fazê-lo, porque acredito na qualidade dos meus jogadores", afirmou Peseiro ao uefa.com.

O destino do leão
"Estamos à beira de atingir um grande feito. Toda a gente em Portugal espera que ganhemos este encontro e eu não fujo à regra. Treinámos bastante para este dia, sabendo que tínhamos hipóteses de vencer a prova perante os nossos adeptos e, agora que chegámos até aqui, é a melhor oportunidade que teremos para cumprir o nosso destino. Não desiludiremos ninguém", garantiu José Peseiro.

Quinteto de luxo
Caso o Sporting vença a final da Taça UEFA, sucedendo aos espanhóis do Valencia CF, tornar-se-á no quinto clube a vencer uma competição europeia de clubes (em jogo único) no seu próprio recinto, seguindo, desse modo, as pisadas do Feyenoord, Real Madrid CF, FC Internazionale Milano e FC Barcelona. A vitória também consolidará a uma imagem do futebol português a nível internacional, apesar de já estar a atravessar um dos seus melhores períodos de sempre. Com a presença do Sporting na decisão de Alvalade, são quatro as participações de equipas portuguesas em finais de provas de clubes da UEFA nos últimos três anos.

Estrutura ao nível das melhores
"Estamos muito orgulhosos de representar o nosso país numa grande final europeia", afirmou Peseiro, cuja equipa está a apenas um tento dos 300 golos nas competições europeias de clubes. "É maravilhoso podermos continuar a tradição iniciada pelo [FC] Porto e pela selecção nacional. Isto vem mostrar que temos treinadores, jogadores e a restante estrutura para competir ao mais alto nível", acrescentou o técnico do Sporting.

Enakarhire e Liedson de regresso
Peseiro, um adepto convicto do 4-4-2, já poderá contar com Joseph Enakarhire, o qual, contudo, deverá iniciar a partida no banco de suplentes, uma vez que a aposta do técnico deverá recair na manutenção da dupla composta por Beto e Anderson Polga. Entretanto, os olhos estarão postos em Liedson, o homem por todos considerado como o principal candidato a marcar em Alvalade. O brasileiro, que falhou o decisivo encontro para a SuperLiga com o Benfica, volta a liderar a ofensiva leonina, devendo formar dupla com Ricardo Sá Pinto no ataque. O treinador dos leões apenas não poderá contar com Mauricio Pinilla, uma vez que o atacante chileno contraiu uma entorse no joelho direito na derradeira sessão de treino antes da final.

A mesma equipa
Do lado do CSKA, o técnico Valeriy Gazzaev mantém-se optimista, pese embora saber do maior favoritismo do Sporting em virtude do factor-casa. Incrivelmente, este será o 19º jogo europeu da temporada para os moscovitas, incluindo os seis embates realizados na presente edição da UEFA Champions League. Gazzaev, que deverá apresentar a mesma equipa que bateu o FC Parma nas meias-finais, mantendo o 3-5-2, considera que a sua equipa poderá surpreender em Alvalade, caso o sector defensivo consiga anular Liedson.

'Qualidade individual'
"Acredito na qualidade individual dos meus jogadores", confessou ao uefa.com. "Estão em boa forma e têm atitude suficiente para competir de igual para igual com o Sporting. O Sporting é uma equipa muito forte, em termos individuais. Ricardo, [Fábio] Rochemback e Liedson são as suas principais referências, mas também têm futebolistas muito experientes como Sá Pinto e Pedro Barbosa. Contudo, tenho fé na minha equipa e acredito que os pressionarão de início ao fim". O CSKA já empatou duas vezes em Portugal na presente temporada. Primeiro, no Estádio do Dragão, com o FC Porto, para a Liga dos Campeões, e, depois, para os 16-avos-de-final da Taça UEFA, no Estádio da Luz, com o Benfica. Contudo, esperam fazer melhor em Alvalade.

Topo