Frey 'milagreiro' em Sevilha

Sevilla FC 0-0 Parma FC
O guarda-redes do Parma impediu o Sevilha de chegar ao golo, tendo a partida terminado com um nulo.

Por Andy Hall

Está tudo em aberto para Sevilla FC e Parma FC no que respeita ao encontro das duas equipas na próxima quinta-feira, a contar para a segunda mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA, uma vez que o jogo desta noite no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán terminou empatado a zero. O avançado português Makukula entrou aos 71 minutos de jogo, tendo visto um amarelo no minuto seguinte.

Sevilha não marca
A equipa da casa não conseguiu traduzir em golos uma série de oportunidades criadas e, apesar de ter dominado a maior parte do tempo, esbarrou no guarda-redes Sebastian Frey, que rubricou uma excelente exibição.

Navas regressa
O técnico Joaquín Capparós efectuou várias alterações à equipa do Sevilha que vinha actuando nos últimos tempos, fazendo entrar o jovem extremo Jesús Navas e o médio José Luis Martí, com Antoñito Ramiro e Julio Baptista na frente de ataque. Nos visitantes, o treinador Pietro Carmignani não teve outra opção senão mexer na equipa, uma vez que Paolo Cannavaro e Jorge Bolaño se encontram castigados.

Domínio caseiro
A equipa espanhola, desejosa de chegar pela primeira vez aos quartos-de-final ao cabo de sete tentativas, entrou decidida, com Martí a testar a atenção de Frey logo aos quatro minutos. O resto da primeira parte decorreu deste modo, com o Sevilha a dominar o jogo e o Parma a ameaçar a baliza de Esteban Suárez através de contra-ataques esporádicos.

Defesa de Frey
Frey foi rápido a negar o golo a Jesuli, aos 15 minutos, e Francesco Ruopolo respondeu com um pontapé acrobático no extremo contrário do relvado. Mesmo antes do intervalo, os adeptos ainda gritaram golo, mas nem Antoñito nem Pablo Alfaro conseguiram emendar com sucesso um cruzamento rasteiro de Navas.

Entrada de Makukula
O Sevilha entrou no segundo tempo da mesma forma que no primeiro, a pressionar mas sem conseguir marcar. No entanto, a táctica dos visitantes resultou em oito cartões amarelos para a equipa do Parma. Entretanto, Caparrós fez entrar o português Ariza Makukula, Darío Silva e Adriano Correia com o objectivo de intensificar ainda mais o ataque andaluz.

Navas remata ao poste
Marco Marchionni quase surpreendeu Esteban com um remate de longe à passagem dos 60 minutos de jogo, mas o guarda-redes foi rápido a reagir. Do lado do Parma, Frey efectuou duas defesas que impediram os golos de Makukula e Darío Silva. Navas poderia ter marcado o golo da vitória nos últimos minutos do encontro, mas o seu remate embateu no poste da baliza do Sevilha. As duas equipas, que venceram por duas vezes a Taça UEFA, terminaram empatadas.

Topo