Sevilha manda em casa

Momento de forma: Quando defrontar o Parma, o Sevilha vai procurar manter os bos resultados das actuações no estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

O Sevilla FC tentará recuperar da segunda derrota mais pesada da temporada, frente do Club Atlético de Madrid, no fim-de-semana, procurando aproveitar a vantagem de jogar em casa, com o Parma FC, nos oitavos-de-final da Taça UEFA.

Factor-casa
A equipa madrilena conseguiu um triunfo, por 3-0, no sábado, com o Sevilha a contabilizar a sétima derrota fora, ficando em sexto no campeonato espanhol. No entanto, em casa, a temporada dos andaluzes tem sido consideravelmente melhor, com apenas uma derrota diante do FC Barcelona, apesar de não vencer desde a vitória, por 2-0, diante do Panathinaikos FC, a 24 de Fevereiro, com empates consecutivos a duas bolas, frente ao Real Racing Club Santander e Valencia CF.

Ausência de Adriano
O último jogo proporcionou o regresso do lateral-direito Sergio Ramos, entretanto recuperado de uma lesão, assim como o avançado Jesuli. No entanto, o avançado Adriano Correia vai falhar as duas mãos com o Parma, devido a lesão na coxa esquerda, ao passo que David Castedo está em dúvida, após ter-se lesionado frente ao Atlético. A perda dos defesas é um problema para o técnico Joaquín Caparrós, que vai assistir ao jogo na bancada, após ter sido castigado com um jogo de suspensão, no seguimento da expulsão durante o embate com o Panaithinaikos.

Mais longe da despromoção
O Parma foi mais feliz no domingo, ao fugir aos lugares de despromoção, com o último de cinco golos diante do Cagliari Calcio a ser assinado pelo brasileiro Fábio Simplício. Alberto Gilardino e o defesa Cesare Bovo também marcaram, com a equipa de Pietro Carmignani a conseguir ficar três pontos acima da linha de água, pese embora a expulsão do guarda-redes Sébastien Frey, aos 25 minutos.

Castigo de Canavarro
Marco Marchionni entrou aos 65 minutos e parece estar recuperado de uma lesão muscular que o afastou da derrota, por 2-0, com a S.S. Lazio, na passada semana. Carmignani não conta com os castigados Jorge Bolaño e Paolo Cannavaro, estando o último suspenso por dois jogos.

Topo