2018/19: Chelsea vence final inglesa

Olivier Giroud confirmou o estatuto de melhor marcador e ajudou o Chelsea a triunfar facilmente numa final entre dois clubes ingleses.

Eden Hazard, César Azpilicueta e Olivier Giroud com o troféu
Eden Hazard, César Azpilicueta e Olivier Giroud com o troféu ©Getty Images

Olivier Giroud confirmou o estatuto de melhor marcador da prova e ajudou o Chelsea a conquistar pela segunda vez a UEFA Europa League, ao mesmo tempo que aumentou o seu recorde para 18 jogos seguidos sem perder na competição.

Giroud comemora o seu 11º golo na campanha vitoriosa do Chelsea
Giroud comemora o seu 11º golo na campanha vitoriosa do Chelsea©AFP/Getty Images

O avançado francês entrou em campo com dez golos, em igualdade com Luka Jović do Frankfurt, mas mergulhou no final final da primeira parte para bater Petr Čech com um excelente cabeceamento. Foi o primeiro de três golos do Chelsea em 16 minutos que fizeram esfumar as esperanças do Arsenal. Alex Iwobi ainda reduziu a desvantagem com um soberbo disparo de longa distância, mas Eden Hazard foi rápido a responder e deixou de novo tranquila a equipa de Maurizio Sarri.

Giroud, que se descreveu como "o homem mais feliz do mundo" numa emocionada entrevista no final do encontro, foi letal durante toda a campanha na Europa League. O avançado falou calorosamente sobre a sua antiga equipa, mas foi o seu cabeceamento que obrigou o Arsenal a arriscar mais e a abrir os espaços que permitiram a Pedro aumentar a vantagem do Chelsea com um remate colocado. Hazard depois bisou e permitiu à equipa de Sarri tornar-se na primeira a conquistar o troféu na era da Europa League sem sofrer uma única derrota durante toda a época.

Veja como o Chelsea venceu a final
Veja como o Chelsea venceu a final

O Chelsea terminou a campanha com 36 golos, enquanto o Arsenal, cujos últimos oito tinham sido apontados pela temível dupla formada por Pierre-Emerick Aubameyang e Alexandre Lacazette, marcou 30, tantos com o Frankfurt. Os “gunners” tinham mostrado todo o seu poderio ao marcar sete golos na eliminação do Valência nas meias-finais, incluindo dois de Lacazette na primeira mão e um "hat-trick" de Aubameyang no Mestalla.

O Frankfurt de Adi Hütter jogou corajosamente em Stamford Bridge e só foi eliminado das meias-finais nas grandes penalidades. Os alemães foram a sensação da prova e já tinham conseguido uma surpreendente reviravolta nos quartos-de-final ao eliminar o Benfica, antigo finalista da prova, devido aos golos fora, depois de vencerem por 2-0 na Alemanha.

Hazard depois de ser o melhor em campo na final em Baku
Hazard depois de ser o melhor em campo na final em Baku©Getty Images

O Chelsea esteve em desvantagem no desempate, mas conseguiu passar à final, onde mostrou toda a sua classe, impedindo os rivais de Londres de garantirem uma vaga na UEFA Champions League e o treinador Unai Emery de estabelecer um novo recorde com o quarto triunfo na prova.

Melhor marcador: Olivier Giroud (Chelsea) 11
Mais assistências
: Igor Stasevich (BATE Borisov), Willian (Chelsea) 7
Melhor em campo na final
: Eden Hazard (Chelsea)

Destaques da época

Os dez melhores golos na época
Os dez melhores golos na época
  • Giroud levou a que pela quarta vez seguida a França tivesse um jogador a marcar na final da UEFA Europa League, seguindo os passos dos compatriotas Antoine Griezmann (Atlético, 2018), Paul Pogba (Manchester United, 2017) e Kevin Gameiro (Sevilla, 2016.
Emery could não conseguiu o recorde de vencer pela quarta vez a #UEL
Emery could não conseguiu o recorde de vencer pela quarta vez a #UEL©Getty Images
  • O Chelsea tornou-se no 13º clube a vencer mais do que uma vez a Taças UEFA/UEFA Europa Leagues. Os londrinos conquistaram a Taça UEFA em 2013, a Taça dos Vencedores das Taças (1971, 1998), a SuperTaça Europeia (1998) e a UEFA Champions League (2012).

  • Este foi um dos triunfos mais folgados de sempre numa final da UEFA Europa League, igualando a margem das vitórias do Atlético por 3-0 sobre o Athletic Club em 2012 e o Marselha em 2018.

  • O Arsenal, que também foi derrotado em 2000, juntou-se a outras cinco equipas que perderam mais do que uma final da Taça UEFA/UEFA Europa League sem conquistar o troféu. A última equipa a sofrer quatro golos numa final tinha sido o Middlesbrough, que foi batido por 4-0 pelo Sevilla na Taça UEFA de 2006.

  • O golo de Pedro Rodríguez, que deixou o Chelsea a vencer por 2-0, levou a que o espanhol se tornasse no primeiro jogador a marcar na final da UEFA Champions League/Taça dos Campeões Europeus, na Taça UEFA/UEFA Europa League e na SuperTaça Europeia.

  • Além de ter conseguido a proeza inédita de terminar invicto a campanha na UEFA Europa League, a série de 18 jogos sem derrotas levou a que o Chelsea se tornasse no primeiro vencedor a estar invencível na competição até à conquista do troféu.

  • O Arsenal repetiu as proezas conseguidas anteriormente por Benfica e Sevilha ao alcançar os meias-finais em épocas consecutivas, mas o treinador Unai Emery não conseguiu reeditar o sucesso conseguido com o Sevilla entre 2014 e 2016, quando conquistou o troféu em três temporadas seguidas.

  • Aos 19 anos, João Félix tornou-se no jogador mais jovem a fazer um "hat-trick" na UEFA Europa League, com uma exibição deslumbrante pelo Benfica na recepção ao Frankfurt na primeira mão dos quartos-de-final.

  • Sebastiano Esposito, avançado de 16 anos, também se tornou no jogador mais jovem da história da UEFA Europa League, estreando-se pelo Inter frente ao Frankfurt nos oitavos-de-final.

Topo