Equipa Revelação da Europa League em 2018

Quem se destacou em 2018? Apresentamos a Equipa Revelação da UEFA Europa League em 2018.

©Getty Images

O UEFA.com formou uma equipa de jovens jogadores que mais se destacaram na UEFA Europa League durante este ano civil.

Para restringir a escolha, estabelecemos os seguintes critérios: i) 24 anos ou menos; ii) Estreia na UEFA Europa League em 2018 ou apenas reduzida experiência anterior mas com enorme evolução este ano.

Como se comportaria esta equipa face à homóloga da UEFA Champions League?

Guarda-redes: Dominik Livaković, 23 (Dínamo Zagreb)

Estreou-se no campeonato aos 17 anos e já é o esteio da equipa do Dínamo Zagreb, que sofreu apenas uma derrota em toda a época. Manteve a baliza inviolada em três desafios da fase de grupos.

Pape Abou Cissé, do Olympiacos
Pape Abou Cissé, do Olympiacos©Getty Images

Defesa: Pape Abou Cissé, 23 (Olympiacos)

Presença imponente no sector mais recuado na equipa de Pedro Martins, aliada a uma velocidade assinalável e excelente sentido posicional. O defesa-central senegalês também é uma ameaça em lances de bola parada.

Defesa: Joseph Aidoo, 23 (Genk)

O ganês chegou a Genk em 2017, com a reputação de ser o melhor defesa do campeonato sueco, e já se afirmou com dos melhores na Bélgica.

Defesa: Junior Firpo, 22 (Bétis)

Só fez a estreia pelos seniores em Fevereiro, mas a irreverência que tem mostrado no flanco esquerdo leva a que este defesa, nascido na República Dominicana, seja temível a defender e a atacar.

Médio: Mijat Gaćinović, 23 (Frankfurt)

Um médio criativo que já ganhou um lugar na selecção da Sérvia e que conquistou títulos com equipas sérvias e alemãs pouco conceituadas. É o motor do Eintracht.

Médio: Giovani Lo Celso, 22 (Bétis)

Marcou três golos e fez a assistência para um em cinco jogos na fase de grupos, sendo fundamental no decisivo triunfo sobre o Milan. O criativo argentino está emprestado pelo Paris Saint-Germain.

Médio: Kai Havertz, 19 (Leverkusen)

Três golos e três assistências na fase de grupos provam a crescente influência que tem no equipa da Bundesliga.

Pablo Fornals, do Villarreal
Pablo Fornals, do Villarreal©AFP/Getty Images

Médio: Pablo Fornals, 22 (Villarreal)

O elemento mais criativo do "submarino amarelo" brilhou na fase de grupos graças às suas movimentações, imaginação e capacidade de trabalho.

Avançado: Ismaïla Sarr, 20 (Rennes)

O veloz atacante marcou três golos, o melhor dos quais terá sido o violento disparo frente ao Jablonec, na primeira jornada.

Avançado: Luka Jović, 20 (Frankfurt)

Na fase de grupos, apenas Munas Dabbur marcou mais que os cinco golos de Jović. A campanha perfeita do Eintracht muito se deve ao oportunismo do sérvio na área.

Avançado: Takumi Minamino (Salzburgo)

Destacou-se em Novembro, quando fez um "hat-trick" no reduto do Rosenborg, mas brilhou em todos os desafios graças à versatilidade demonstrada no ataque.

Esta equipa foi seleccionada pelos repórteres e editores do UEFA.com e não pretende rivalizar com outros prémios mais conceituados.

Topo