Antevisão: Jagiellonia - Rio Ave

O Rio Ave inicia esta quinta-feira mais uma aventura europeia frente ao desconhecido Jagiellonia e o novo treinador José Gomes diz que "não há favoritos".

O Rio Ave prepara-se para a sua estreia oficial na época 2018/19
O Rio Ave prepara-se para a sua estreia oficial na época 2018/19 ©UEFA.com
  • Rio Ave visita terreno do Jagiellonia na 1ª mão da 2ª pré-eliminatória da #UEL 2018/19
  • Primeiro embate de sempre do Rio Ave com equipas polacas na UEFA; Jagiellonia também nunca enfrentou portugueses
  • Ireneusz Mamrot, treinador do Jagiellonia: "Será um encontro difícil, mas estamos preparados"
  • José Gomes, treinador do Rio Ave: "Não podemos estar à espera de resolver as coisas apenas na segunda parte da eliminatória"
  • Vila do Conde recebe 2ª mão a 2 de Agosto; vencedor defronta belgas do Gent na eliminatória seguinte

O Rio Ave disputa esta quinta-feira o seu primeiro jogo oficial da temporada, na segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League, com uma visita à Polónia para defrontar o Jagiellonia, equipa que nunca foi além desta etapa da competição nas anteriores participações na prova. Por seu lado, os vilacondenses procuram repetir a presença na fase de grupos alcançada em 2014/15.

Ireneusz Mamrot, treinador do Jagiellonia Bialystok

Será um encontro difícil, mas estamos preparados para isso. Apesar de não sermos favoritos, o nosso objetivo é vencer. O Rio Ave é uma equipa com uma boa organização no seu jogo defensivo e com alta qualidade individual para criar jogo e ter posse de bola.

Sabemos que tipo de jogadores vamos enfrentar. Apesar de muitas mudanças, o Rio Ave parece continuar a ser uma equipa muito boa em termos de organização do jogo.

José Gomes, treinador do Rio Ave

As hipóteses são as mesmas para as duas equipas. Não há favoritos! Apenas contamos nesta convocatória com seis elementos que fizeram parte do plantel época passada, mas não podemos usar isso como desculpa.

Eles têm essa força de terem um plantel que começou a época praticamente com os mesmos que acabaram época anterior, mas vamos bater-nos cara a cara e tentar vencer a eliminatória. O Jagiellonia é uma equipa extremamente bem organizada mas, como todas as equipas, tem pontos fortes e fracos. Não podemos estar à espera de resolver as coisas apenas na segunda parte da eliminatória, temos de lutar com tudo já neste jogo.

Topo