Onze jovens estrelas da Europa League 2017/18

Alguns dos melhores jovens jogadores brilharam nesta edição da UEFA Europa League. Serão estes os principais destaques?

Gianluigi Donnarumma, guarda-redes do Milan, exibiu a sua classe
Gianluigi Donnarumma, guarda-redes do Milan, exibiu a sua classe ©Getty Images

Gianluigi Donnarumma
Milan, guarda-redes, 19
Presença segura na baliza dos "rossoneri" desde a estreia aos 16 anos, em 2015, Donnarumma impressionou na sua primeira campanha europeia. Ainda adolescente, o guardião não sofreu golos em três jogos antes da eliminação nos oitavos-de-final frente ao Arsenal.

Ademola Lookman
Everton, avançado, 20
Lookman foi um dos pontos positivos do Everton numa fase de grupos errática, bisando no único triunfo do clube, por 3-0, na visita ao Apollon Limassol. Rápido e capaz de alinhar em qualquer posição do meio-campo ofensivo, o avançado nascido em Londres foi depois emprestado ao Leipzig e marcou na estreia na Bundesliga.

Houssem Aouar, talento do Lyon
Houssem Aouar, talento do Lyon©AFP/Getty Images

Houssem Aouar
Lyon, médio, 19
 Suficientemente bom para ganhar algumas vezes a titularidade a Memphis Depay no Lyon, Aouar marcou ao Everton na fase de grupos. A sua técnica refinada já originou comparações com Andrés Iniesta.

Resumo: Cutrone bisa na vitória do Milan sobre o Austria Viena na fase de grupos
Resumo: Cutrone bisa na vitória do Milan sobre o Austria Viena na fase de grupos

Patrick Cutrone
Milan, avançado, 20  Avançado-centro à moda antiga, na senda de Filippo Inzaghi, seu antigo treinador nos escalões de formação do Milan, Cutrone marcou dois golos na fase de qualificação da UEFA Europa League e continuou a impressionar na fase de grupos, principalmente com o bis frente ao Áustria Viena.

Ainsley Maitland-Niles
Arsenal, médio, 20
Maitland-Niles alinhou como lateral-esquerdo na fase de grupos, antes de mudar para o centro do meio-campo na vitória por 3-0 sobre o Östersunds nos 16 avos-de-final: "É a sua posição natural", disse Arsène Wenger. "Defensivamente é muito forte e possui boa capacidade de aceleração".

Upamecano impressionou na Bundesliga e nas competições europeias durante a segunda época no Leipzig
Upamecano impressionou na Bundesliga e nas competições europeias durante a segunda época no Leipzig©Getty Images

Dayot Upamecano
Leipzig, defesa, 19  Após trocar o Valenciennes pelo Salzburgo em 2015, o francês seguiu o caminho tradicional rumo ao Leipzig ao fim de uma época e meia. Depois de um período de adaptação na temporada de estreia, o defesa-central impressionou pelo clube alemão.

Resumo: Haidara inspira recuperação notável do Salzburgo frente à Lazio nos quartos-de-final
Resumo: Haidara inspira recuperação notável do Salzburgo frente à Lazio nos quartos-de-final

Amadou Haidara
Salzburgo, médio, 20  Estrela da equipa do Salzburgo que na época passada conquistou a UEFA Youth League, Haidara subiu à equipa sénior esta época juntamente com o treinador Marco Rose. Apontou o segundo golo na memorável vitória por 4-1 sobre a Lázio, na segunda mão dos quartos-de-final e voltou a facturar na eliminatória seguinte ante o Marselha.

Mikel Oyarzabal
Real Sociedad, médio, 21
Utilizado no lado esquerdo e com faro de golo, o extremo deu nas vistas na sua primeira campanha europeia ao inaugurar o marcador na goleada por 6-0 ao Vardar e marcar o golo tardio frente ao Rosenborg que garantiu o apuramento para a fase a eliminar.

Tsygankov: o novo Gareth Bale?
Tsygankov: o novo Gareth Bale?©AFP/Getty Images

Viktor Tsygankov
Dynamo Kiev, médio, 20  "O futuro do Dínamo", segundo o antigo treinador Serhiy Rebrov, o extremo nascido em Israel, e comparado com Gareth Bale, fez três golos e três assistências na campanha europeia do Dínamo, incluindo o tento inaugural no empate 2-2 com a Lázio.

Tanguy Ndombele
Lyon, médio, 21
Após ter disputado a segunda divisão na época passada, Ndombele já foi apelidado de "novo Michael Essien". Autor de uma óptima exibição no triunfo sobre o Paris, em Janeiro, a contar para a Ligue 1, e do primeiro golo no jogo com o Villarreal, nos 16 avos-de-final.

Rodri Hernández
Villarreal, médio, 21
O Villarreal foi eliminado nos 16 avos-de-final
, mas o elegante médio-defensivo deixou boa impressão. Aprendendo ao lado de Bruno Soriano, capitão do "submarino amarelo" e seu ídolo de infância, estreou-se pela selecção principal espanhola em Março.

Esta é uma versão editada de um artigo incluído no programa oficial da final da UEFA Europa League. Adquira o seu aqui.

Topo