Griezmann sobre o Atlético, Simeone e o "louco" Diego Costa

Antes da final da UEFA Europa League, na quarta-feira, Antoine Griezmann, avançado do Atlético, falou ao UEFA.com.

Antoine Griezmann num "media day" antes da final da UEFA Europa League
Antoine Griezmann num "media day" antes da final da UEFA Europa League ©UEFA.com

Aos 27 anos, Antoine Griezmann tem enorme reputação, apesar do seu palmarés não corresponder. Na preparação para tentar ganhar o seu primeiro título europeu, em Lyon, na quarta-feira, o avançado do Atlético partilhou os seus pensamento com o UEFA.com.

Sobre a final da Europa League

Este poderá ser o meu primeiro título de relevo após a Supertaça de Espanha. Agora tenho a oportunidade de ganhar a Europa League e é algo que desejo muito. Vou fazer tudo ao meu alcance para ajudar os meus colegas. Para o clube, é apenas mais um título. É importante e mostra que competimos sempre frente às melhores equipas.

Veja cinco grandes golos de Antoine Griezmann
Veja cinco grandes golos de Antoine Griezmann

 Mal posso esperar pelo dia do jogo e será fantástico jogar em Lyon, que fica a apenas 45 minutos da minha cidade-natal [Mâcon]. Muitos familiares meus vão assistir ao jogo. Tenho óptimas recordações do estádio [bisou numa vitória sobre a República da Irlanda no UEFA EURO 2016]. Também marquei de pontapé-de-bicicleta em Lyon numa partida da Champions League [pela Real Sociedad, em Agosto de 2013], por isso é uma cidade onde já me dei bem e espero que possa continuar assim.

Sobre Diego Simeone, treinador do Atlético

Simeone:
Simeone:©Getty Images

 O que o "Cholo" está a fazer pelo clube é histórico. É como aquilo que [Alex] Ferguson fez com o Manchester United, e espero que ganhe mais títulos e coloque a equipa num patamar elevado, pois merece. Desejo que faça história com o clube, pois é graças a ele que estamos aqui.

Aprende-se bastante com ele [Diego Simeone]. Penso que, a nível mundial, é o melhor treinador a nível táctico e defensivo, e mostra isso todas as épocas. É um prazer trabalhar com ele. É capaz de identificar os pontos-fracos de um jogador e tenta corrigi-los, tornando o jogador mais completo. Ajudou-me a crescer como pessoa e como jogador. Vai sempre exigir o melhor de mim e fazer com que me esforce ao máximo. Da minha parte, vou estar sempre presente para o ajudar a ganhar jogos.

Sobre o colega de ataque Diego Costa

Diego Costa:
Diego Costa:©AFP/Getty Images

 [Diego Costa é] uma grande ajuda para mim. Abre bastante espaço para mim entrelinhas, e eu sei que ele vai acorrer aos meus passes a rasgar. Ainda não tivemos muito tempo juntos, mas estamos a combinar bem. Ele parece um animal em campo e nunca vira a cara à luta. Quanto maiores as dificuldades, melhor ele joga. Diante da comunicação social é mais descontraído, mas no balneário é um louco. Está sempre a dizer piadas, a pregar partidas e a fazer coisas malucas.

Sobre defrontar colegas de selecção em Lyon

Sem ressentimentos Lacazette e Griezmann durante as meias-finais
Sem ressentimentos Lacazette e Griezmann durante as meias-finais©AFP/Getty Images

 Defrontei o [Alexandre] Lacazette, que é um dos meus melhores amigos, na eliminatória anterior. Basicamente, assim que o jogo começa, as amizades são colocadas em pausa. [Dimitri] Payet, [Florian] Thauvin e [Adil] Rami estão a realizar uma óptima temporada e este jogo é uma oportunidade para fazerem história com o Marselha e para o futebol francês. Por isso, acredito que também estão entusiasmados com este duelo.

Topo