Sporting bate Plzeň com bis de Montero

Dois golos de Fredy Montero, um em cada parte, permitem ao Sporting viajar com uma vantagem relativamente confortável para a República Checa, dentro de uma semana.

Watch the best of the action from the first leg of this UEFA Europa League round of 16 tie.

O Sporting CP bateu o Viktoria Plzeň por 2-0, com um golo no final do primeiro tempo e outro no arranque do segundo, e leva uma boa vantagem para o jogo da segunda mão, dentro de uma semana, na República Checa. Na ausência de Bas Dost, foi Fredy Montero a assumir o papel de goleador, assinando os dois tentos "verde-e-brancos".

A primeira ocasião de golo pertenceu a Gelson Martins que, já na pequena área mas pressionado por um adversário, não consegui tocar para o fundo das redes um cruzamento rasteiro de Marcos Acuña, na esquerda. Bryan Ruiz também esteve perto de marcar e, logo depois, foi Acuña, com um remate em jeito, de pé esquerdo, ainda de fora da área, a acertar na trave. O Sporting dominava e o primeiro golo acabou por surgir em cima do intervalo, no seguimento de uma excelente jogada de ataque, com Coentrão, já dentro da grande área, a assistir com um excelente toque acrobático Montero para o 1-0.

Motivado pelo golo a fechar o primeiro tempo, o Sporting entrou com tudo no segundo tempo e depressa dilatou a vantagem. Acuña recuperou uma bola a meio do meio-campo visitante, serviu Montero e este trabalhou bem sobre um adversário antes de entrar na área e rematar de pé esquerdo para o fundo das redes. A vencer por 2-0, o Sporting não tirou o pé do acelerador e só duas grandes defesas de Hrusca impediram que Bryan Ruiz, primeiro, e Bruno Fernandes, colocassem o Sporting com uma vantagem ainda mais confortável no marcador. Aspecto negativo para os "leões" apenas os cartões amarelos vistos por Coates e William Carvalho, que os afastam, por castigo, da partida da segunda mão.

Jogador-chave: Fredy Montero (Sporting)
O avançado colombiano, que regressou aos "leões" em Janeiro, decidiu o encontro a favor do Sporting com um "bis" e conseguiu fazer com que a turma de Jorge Jesus não sentisse a falta do seu habitual goleador, Bas Dost.

Momento: Minuto 45
O Sporting dominava o encontro e já tinha enviado uma bola à trave, mas a bola teimava em não entrar e corria o risco de sair para o intervalo "em branco" até que em cima do apito final dos primeiros 45 minutos, num rápido lance de ataque, Coentrão teve uma assistência primorosa para Montero e este não perdoou, desbloqueando o jogo para os "leões".

Topo