Bruno Fernandes sobe à liderança da FedEx Perfomanace Zone

Bruno Fernandes, do Sporting, é o novo líder da FedEx Perfomanace Zone após a conclusão dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League.

Bruno Fernandes é o líder do ranking FedEx Performance Zone
Bruno Fernandes é o líder do ranking FedEx Performance Zone ©AFP/Getty Images

Bruno Fernandes, do Sporting, é o novo líder da FedEx Perfomanace Zone após a conclusão dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League.

Num ranking baseado no desempenho dos jogadores ao serviço dos seus clubes na UEFA Europa League e nas Ligas nacionais, o médio português de 23 anos era terceiro na tabela desde o bom jogo em Astana, na semana transacta e agora trocou de posição com o francês Florian Thauvin, do Marselha. Nabil Fekil, compatriota dele do Lyon, passou a ser o segundo classificado.

No que toca a jogadores portugueses, atrás de Bruno Fernandes seguem Manuel Fernandes (Lokomotiv Moscovo) e Bruma (Leipzig), enquanto na Liga portuguesa os melhores são Matheus, guarda-redes do Braga, e Marcos Acuña, companheiro de Bruno Fernandes, líder igualmente neste capítulo.

Com apenas dois jogos e 180 minutos disputados na presente edição da UEFA Europa League, Bruno Fernandes soma três golos e uma assistência, apresenta 81% de eficácia de passe e tem oito cruzamentos completos, um desarme e três recuperações de bola, tendo feito parte da mais recente Equipa da Semana da FedEx Performance Zone, divulgada na passada sexta-feira.

Veja os dois golos de Bruno Fernandes frente ao Astana
Veja os dois golos de Bruno Fernandes frente ao Astana

"É um bom reconhecimento", afirmou sobre o assunto Bruno Fernandes, autor de 13 tentos em 35 partidas realizadas pelo Sporting esta temporada em todas as competições. "Trabalhamos para ser reconhecidos por aquilo que fazemos dentro do campo, pelo enorme trabalho ao longo de toda a época, durante os treinos, para depois demonstrarmos nos jogos o nosso valor e esse reconhecimento é sempre bom. Dá-nos mais força e mais energia, mas o grande objectivo é continuar a ajudar o Sporting."

As boas exibições ajudam a que possa ser chamado à selecção de Portugal e a estar presente no Campeonato do Mundo da FIFA de 2018. "Claro que o sonho está lá", disse o jogador do Sporting, duas vezes internacional sénior e capitão de Portugal no EURO Sub-21 de 2017, categoria na qual fez 17 jogos. "Obviamente quero participar no Mundial, mas o meu principal foco está no Sporting. Quero ser campeão, conquistar mais títulos, a fazer boas exibições e a ajudar o Sporting porque só assim será possível a chamada à Rússia."

Topo