Manuel Fernandes impressiona no Lokomotiv

A atravessar talvez o melhor momento da carreira aos 32 anos, Manuel Fernandes tem estado em destaque na UEFA Europa League: analisamos as estatísticas do médio português em 2017/18.

Manuel Fernandes festeja após marca o golo da vitória do Lokomotiv em Nice
Manuel Fernandes festeja após marca o golo da vitória do Lokomotiv em Nice ©AFP/Getty Images

A atravessar talvez o melhor momento da carreira aos 32 anos, o médio português Manuel Fernandes é um dos destaques do Lokomotiv Moscovo na UEFA Europa League e, esta quinta-feira, pode confirmar a passagem aos oitavos-de-final frente ao Nice, em Moscovo, após marcar todos os golos da vitória por 3-2 no sul de França.

Após três épocas e meia no Beşiktaş, Manuel Fernandes vai na quarta ao serviço da formação da capital da Rússia e as suas estatísticas são esclarecedoras, atestando a influência que actualmente tem a nível nacional e na prova europeia.

No campeonato, liderado pelo Lokomotiv com oito pontos de vantagem sobre o Zenit, é o terceiro mais utilizado da equipa, tendo participado nos 20 jogos e falhando apenas 18 minutos. Apontou cinco golos, que fazem dele o terceiro melhor marcador da equipa. Curiosidade para o facto de ter facturado contra equipas de peso, como os rivais moscovitas Spartak, Dínamo e CSKA, para além de golos diante de Anzhi e Krasnodar. Dois dos tentos ajudaram a somar quatro pontos (vitória frente a Anzhi e empate com o CSKA). Ao nível das assistências, é o segundo melhor da equipa nesse capítulo, com quatro, menos uma do que o líder.

O médio já marcou em quatro derbies moscovitas esta época
O médio já marcou em quatro derbies moscovitas esta época©Getty Images

Na UEFA Europa League, é o mais utilizados da equipa - condição que divide com dois colegas -, o melhor marcador, um dos segundos melhores da competição (a um do topo) e contabiliza uma assistência. As suas exibições ajudaram o Lokomotiv a terminar no primeiro lugar do Grupo F, destacando-se o "hat-trick" frente ao Zlín, à segunda jornada, conseguido em apenas 15 minutos. O segundo "hat-trick", na semana passada, demorou um pouco mais (32 minutos), mas revelou-se ainda mais importante, pois ajudou a inverter uma desvantagem de 2-0 em Nice e ganhar fora na primeira mão dos 16 avos-de-final.

Manuel Fernandes em acção frente à Arábia Saudita
Manuel Fernandes em acção frente à Arábia Saudita©Getty Images

Deste modo, esta é já a sua época mais produtiva em termos de golos, com 12, em que se inclui um na SuperTaça da Rússia, a abrir 2017/18, embora não tenha evitado a derrota do Lokomotiv, tendo melhorado o registo alcançado na temporada anterior (9).

Com estes números, e em ano de Campeonato do Mundo Manuel Fernandes está bem lançado para poder ser um 23 convocados de Portugal para o torneio que se realiza precisamente na Rússia. Voltou recentemente à selecção principal, pela qual somava apenas 11 jogos e que não representava desde Fevereiro de 2012. E o regresso não podia ter corrido melhor, pois marcou um dos três golos da equipa das "quinas" no amigável frente à Arábia Saudita, a 10 de Novembro do ano passado. Após os 54 minutos feitos nessa partida, foi utilizado durante 90 minutos no empate com os Estados Unidos quatro dias depois.

O seu estilo de jogo agressivo na pressão defensiva e acutilante na hora de atacar fazem dele um activo importante, sendo também útil a nível táctico, pois a sua capacidade de jogar de área a área com igual intensidade poderão ajudar Fernando Santos se quiser reforçar o ataque e ter um meio-campo com apenas dois elementos. A tudo isto junta-se facilidade e potência de remate. As hipóteses são boas, pois para além dos próprios desempenhos próprios há algumas escolhas habituais do seleccionador que têm passado, ou estão a passar, por fases de menor fulgor.

Mas primeiro Manuel Fernandes certamente quererá ajudar o Lokomotiv a vencer um título que lhe escapa desde 2004, o mesmo ano em que Manuel Fernandes se estreou no futebol sénior.

Topo