A influência de Bas Dost no Sporting

Bas Dost chegou, no passado domingo, aos 60 golos com a camisola do Sporting. Olhamos para o momento de forma do holandês, para a sua importância na turma de Jorge Jesus e para os seus números no clube.

Bas Dost chegou aos 60 golos pelo Sporting em menos de ano e meio no clube
Bas Dost chegou aos 60 golos pelo Sporting em menos de ano e meio no clube ©Getty Images

Bas Dost estreou-se pelo Sporting a 10 de Setembro de 2016, num triunfo sobre o Rio Ave. E logo aí deixou a sua marca, com um golo. Desde então disputou mais 70 jogos com a camisola dos "leões" e marcou mais 59 golos. São, pois, 60 golos em 71 jogos, numa impressionante média de um golo a cada 98 minutos em campo, números que vincam bem a sua importância na equipa orientada por Jorge Jesus.

Na época passada, a sua primeira em Portugal, terminou a temporada com 34 golos marcados na Liga portuguesa, registo que lhe valeu o título de melhor marcador da prova, sendo apenas superado por nada mais, nada menos do que Lionel Messi na corrida à Bota de Ouro da ESM. "Marcar 34 golos é um feito em qualquer Liga", frisou o holandês na altura, antes de lembrar o importante papel dos colegas nos golos que marca: "Há muita gente a trabalhar para eu finalizar, jogadores rápidos e que cruzam bem. E Jorge Jesus sabe tirar o máximo rendimento de mim. O sistema construído à minha volta tem dado frutos."

Dost festeja com os colegas depois de somar, frente ao Aves, o seu 2º 'hat-trick' consecutivo na Liga portuguesa
Dost festeja com os colegas depois de somar, frente ao Aves, o seu 2º 'hat-trick' consecutivo na Liga portuguesa©Getty Images

Se foi assim na época passada, esta época não é diferente. Dost soma 19 golos em 18 jogos na Liga - apenas Jonas, do Benfica, com 21, tem mais -, para além de ter ainda marcado três golos na UEFA Champions League (incluindo "play-off") e somar já dois na Taça de Portugal. Aproximadamente 1/3 dos golos marcados pelo Sporting no conjunto de todas as competições foram assinados pelo ponta-de-lança holandês de 28 anos. E se olharmos apenas para a Liga portuguesa, a percentagem dos golos do Sporting apontados por Dost ultrapassa os 46 por cento.

O seu instinto goleador permite-lhe uma eficácia notável no capítulo da finalização e faz com que não precise de tocar muitas vezes na bola dentro da grande área adversária. Efectivamente, uma análise recente efectuada aos golos apontados pelo "camisola 28" dos "verde-e-brancos" esta temporada mostra que todos eles foram apontados ao primeiro toque. A equipa joga em função dele e ele, por norma, corresponde. "Sou um jogador que finaliza e todos sabem o que podem esperar de mim", afirma.

A verdade é que, ao longo da sua carreira, Bas Dost nunca tinha apresentado uma média de golos tão elevada como a que apresenta no Sporting. No Heerenveen, onde começou a afirmar-se no futebol holandês e onde até chegou a marcar 37 golos numa só época, totalizou 51 golos em 73 jogos. E no Wolfsburgo, clube que representou antes de se mudar para Lisboa, apontou 48 golos em 117 jogos. "Jorge Jesus mostrou-me quais as minhas forças e aquilo que tinha de melhorar. Ele confronta-me muitas vezes e eu gosto dessa exigência. Sinto-me, agora, um jogador mais completo", explica o holandês.

Sabia que?

Com 53 golos, Bas Dost é já - em igualdade com Mário Jardel - o quarto melhor marcador estrangeiro de sempre do Sporting na Liga portuguesa, apenas atrás de Iordanov (56 golos), Yazalde (104 golos) e Liedson (116 golos). Porém, nenhum deles apresenta uma média de golos por jogo na prova pelos "leões" superior à do holandês. Curiosamente, Jardel precisou dos mesmos 49 jogos que Dost para somar os seus 53 golos na Liga portuguesa pelo Sporting.

Topo