Abel sobre o Braga, a Europa League e o sonho de repetir 2011

Com o Braga bem lançado na Europa League, Abel falou ao UEFA.com sobre os objectivos para a época, o excelente arranque da equipa na prova e o sonho de repetir a caminhada de 2011 até à final.

Abel Ferreira está satisfeito com os primeiros tempos ao leme do Braga
Abel Ferreira está satisfeito com os primeiros tempos ao leme do Braga ©AFP/Getty Images

Com o SC Braga bem lançado no Grupo C da UEFA Europa League, com duas vitórias em dois jogos, e antes da recepção desta noite ao Ludogorets, Abel esteve à conversa com o UEFA.com.

O treinador da turma minhota falou sobre o que sente por treinar o clube, dos objectivos para a época, da excelente campanha europeia até ao momento e do sonho de repetir a caminhada de 2011 até à final.

Treinar o Braga

Este era um passo natural na minha carreira. O percurso que tive até aqui ajudou-me a consolidar a minha filosofia futebolística. Trata-se de um grande desafio, mas um desafio entusiasmante. O Braga é um clube fantástico, que tem vivido um considerável progresso ao longo da última década, entrando para o mapa do futebol não só a nível nacional, mas também a nível internacional. Sei o que esperam de mim e quero contribuir para que esse desenvolvimento continue.

Os objectivos para esta temporada

Recorde os melhores momentos da final de 2011, perdida pelo Braga para o Porto
Recorde os melhores momentos da final de 2011, perdida pelo Braga para o Porto

Os nosso objectivos para esta época são muito claros na Liga portuguesa: terminar nos quatro primeiros lugares. Na Europa League estamos a encarar as coisas jogo a jogo e o primeiro passo era o apuramento para esta fase de grupos. Não foi fácil, mas conseguimos. Agora, o próximo passo é ultrapassar a fase de grupos, num grupo complicado, com equipas que estiveram nas pré-eliminatórias da Champions League. Neste clube colocamos sempre a fasquia alta. Temos um bom registo na Taça de Portugal nos últimos anos e gostávamos de repetir esse sucesso passado, o mesmo sucedendo com a Taça da Liga portuguesa.

O fantástico arranque na fase de grupos UEFA Europa League 2017/18

Acima de tudo, temos sabido reconhecer as nossas forças e as nossas fraquezas. E também temos sabido analisar as forças e fraquezas dos nossos adversários. O triunfo na Alemanha, por exemplo, foi um reflexo do que é esta equipa. Sabemos que se pode sempre dar a volta ao resultado quando ele não nos é favorável. Não temos mostrado medo de ganhar, e essa tem sido uma das principais imagens de marca desta equipa. Se, por algum motivo, as coisas não começam da melhor maneira para, temos mostrado capacidade de reacção para dar a volta aos acontecimentos.

O sonho de repetir a caminhada até à final de 2011

O Braga abriu a fase de grupos da UEFA Europa League com um triunfo no terreno do Hoffenheim
O Braga abriu a fase de grupos da UEFA Europa League com um triunfo no terreno do Hoffenheim©Getty Images

Muito tempo passou desde então mas, claro, essa final serve de fonte de motivação para nós. Mas sabemos os obstáculos que temos pela frente, olhando para as equipas que estão em prova na Europa League. Temos consciência de que repetir essa presença na final não é impossível, mas sabemos que será extremamente complicado. Ainda assim, o sonho comanda a vida. Porque não sonharmos com isso? Mas, claro, temos de ser realistas. Não posso prometer algo que, não sendo impossível, é extremamente complicado, mas posso prometer que, em cada jogo, vamos lutar pela vitória e por ir mais além. Primeiro, há que ultrapassar a fase de grupos. Não podemos pensar no amanhã se não fizermos o trabalho de casa de hoje.

A recepção desta quinta-feira ao Ludogorets

Vai ser maus uma grande batalha. É verdade que começámos muito bem esta fase de grupos, mas os jogos têm sido decididos nos pequenos detalhes. Temos já seis pontos somados, é um facto, mas sabemos que nada está garantido e temos consciência da importância deste jogo em casa que se segue. Vamos entrar em campo preparados e com o objectivo de somarmos mais uma vitória, ainda que conscientes de que vamos defrontar um grande adversário, capaz de nos criar problemas, pois vimos a forma como eles jogaram contra o Hoffenheim.

Topo