Anderlecht quebra invencibilidade caseira do APOEL

Nicolae Stanciu marcou único golo da primeira mão dos oitavos-de-final com que o Anderlecht quebrou a invencibilidade do APOEL em casa na presente edição da UEFA Europa League.

O APOEL viu a sua invencibilidade em casa na presente edição da UEFA Europa League chegar ao fim ao perder frente ao Anderlecht, por 1-0, na primeira mão dos oitavos-de-final. O português Nuno Morais foi titular na equipa de Chipre e viu um cartão amarelo que o vai deixar fora da segunda mão na Bélgica, devido a castigo, daqui a uma semana.

Numa primeira parte equilibrada, o Anderlecht mostrou-se, ainda assim, mais perigoso que chegava junto da grande área contrária, com Nicolae Stanciu, por duas vezes, e Teodorczyk a ameaçarem a baliza de Boy Waterman. Foi, pois, com naturalidade que os visitantes acabaram mesmo por ganhar vantagem, à passagem do minuto 29. No seguimento de uma bonita jogada, Sofiane Hanni serviu Alexandru Chipciu na direita e este, com um passe atrasado já junto à linha de fundo, assistiu Stanciu que, à entrada da área, rematou certeiro por entre vários jogadores.

Invicto em casa para as provas europeias há sete jogos (6V 1E), o APOEL tentou reagir, mas só na segunda parte conseguiu começar a encostar o Anderlecht à sua grande área. Os adeptos da casa sentiram que o momento da sua equipa estava a chegar, fizeram-se ouvir mais do que nunca, mas o domínio da formação cipriota teimava em não resultar em lances de perigo. E, quando, enfim, o perigo surgiu, Ruben, guarda-redes do Anderlech, aos 77 minutos, e a barra da baliza belga, aos 87, negaram o empate aos anfitriões.

Figura: Nicolae Stanciu (Anderlecht)
O avançado foi uma dor de cabeça para a defesa do APOEL desde os minutos iniciais e acabou mesmo por ser ele a marcar o golo que dá ao Anderlecht uma preciosa vantagem na eliminatória, o seu quarto nesta UEFA Europa League.

Momento: Minuto 29
Foi no seguimento da melhor jogada do encontro que o Anderlecht chegou àquele que acabaria por ser o único golo da partida. Excelente combinação entre Hanni, Chipciu e Stanciu, com este último a finalizar da melhor forma, com um excelente remate.

Topo