Prémio para vencedor da Europa League

Explicamos-lhe como tudo funciona e porque é que a França tem razões para sorrir independentemente do que acontecer em Lyon.

O Manchester United ganhou um lugar na fase de grupos da #UCL 2017/18 ao vencer a #UEL 2016/17 em Estocolmo
O Manchester United ganhou um lugar na fase de grupos da #UCL 2017/18 ao vencer a #UEL 2016/17 em Estocolmo ©AFP/Getty Images

Esta época é a quarta em que o vencedor da UEFA Europa League ganhará entrada automática na UEFA Champions League e a primeira em que tem a certeza que vai estar na fase de grupos.

Qual o ponto de situação esta temporada?

Na prática, a França tem já garantidas três equipas na fase de grupos da UEFA Champions League da próxima época, independentemente de quem vença a final entre Atlético e Marselha, em Lyon, a 16 de Maio.

  • Se o Atlético ganhar, como a turma madrilena asseguou já uma vaga na fase de grupos ao garantir um dos primeiros quatro lugares na Liga espanhola, a vaga na fase de grupos da #UCL destinada ao vencedor da UEFA Europa League será preenchida pelo terceiro clasificado da quinta federação do ranking. E, esta temporada, essa federação é...a francesa.
  • Se o Marselha ganhar e terminar fora dos dois primeiros lugares da Liga francesa, então qualificar-se-á para a fase de grupos da UEFA Champions League juntamente com o campeão e o vice-campeão gauleses.
  • Se o Marselha ganhar e terminar no segundo lugar da Liga francesa, então qualificar-se-á para a fase de grupos da UEFA Champions League como vice-campeão francês, juntamente com o já coroado campeão Paris Saint-Germain e com a equipa que terminar no terceiro posto.

Quem já beneficiou até ao momento?
O Sevilha, por duas vezes e Manchester United. O Sevilha garantiu um lugar na temporada de 2015/16 da UEFA Champions League apesar de ter terminado a Liga espanhola 2014/15 no quinto lugar, o que permtiu a Espanha ter um recorde de cinco equipas na edição 2015/16 da fase de grupos da UEFA Champions League. Novo triunfo na UEFA Europa League nessa temporada de 2015/16, em Basileia, em Maio, garantiu à formação andaluza, sétima no campeonato, nova presença na fase de grupos da UEFA Champions League em 2016/17. O Manchester United seguiu-lhe o exemplo ao vencer a UEFA Europa League em 2016/17 e ficar também fora dos quatro primeiros da the Premier League, com a Inglaterra a ter cinco equipas na fase de grupos da UEFA Champions League 2017/18 - e todas elas a passarem aos oitavos-de-final.

Onde entram os vencedores
• Houve uma alteração no sistema de qualificação das competições de clubes da UEFA esta temporada mas, como já sucedia, o vencedor da UEFA Europa League continua a ter lugar garantido na UEFA Champions League da temporada seguinte.

• Contudo, até agora o vencedor da UEFA Europa League tinha apenas assegurada a 100 por cento uma vaga no "play-off" da UEFA Champions League da temporada seguinte, entrando apenas directamente para a fase de grupos se ele mesmo ou o detentor do troféu da UEFA Champions League garantissem a qualificação para essa mesma fase de grupos através da sua Liga nacional (o que, de facto, aconteceu nas três temporadas em que essa regra existiu)..

• Agora, porém, o vencedor da UEFA Europa League passa a ter 100 por cento garantida uma vaga na fase de grupos, independentemente de o conseguir ou não também através da sua Liga nacional.

Veja o triunfo do Sevilha em 2016, frente ao Liverpool
Veja o triunfo do Sevilha em 2016, frente ao Liverpool

Máximo de cinco
• Não mais de cinco clubes do mesmo país podem entrar na UEFA Champions League.

•  Se os vencedores da UEFA Champions League e da UEFA Europa League forem do mesmo país e ambos terminarem abaixo dos quatro primeiros lugares numa das quatro Ligas nacionais que conferem quatro lugares de acesso directo à fase de grupos (Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália em 2018/19), então a equipa que terminar no quarto lugar dessa Liga nacional segue para a fase de grupos da UEFA Europa League e não da UEFA Champions League.

*Por favor, note que as vagas alocadas a cada federação podem mudar. Além disso, a lista de acesso está sujeita a aprovação final por parte da UEFA.

Topo