Irmãos e irmãs no futebol europeu

A transferência de Tomáš Necid para o Légia significa que ele e a irmã podem alinhar esta época nas provas da UEFA: o UEFA.com apresenta-lhe outras histórias de irmãos e irmãs.

Tomáš Necid e Simona Necidová
Tomáš Necid e Simona Necidová ©Getty Images/Ondřej Zlámal

A transferência de Tomáš Necid do Bursaspor para o Legia Varsóvia, neste mercado de Inverno, significa que ele e a sua irmã, Simona Necidová, podem alinhar em jogos das competições de clubes da UEFA esta época.

Avançada do Slavia Praga, onde o irmão também começou a carreira, Necidová, de 23 anos, participou pela terceira vez consecutiva na UEFA Women's Champions League esta temporada. Tanto ela como o irmão também estiveram nas competições europeias em 2014/15, Necid com o Zwolle e Necidová com o Slavia, e os internacionais checos estão atentos aos resultados um do outro.

"Estou verdadeiramente orgulhoso por ela estar a exibir-se tão bem", disse Necid ao UEFA.com. "Costumávamos jogar juntos quando éramos miúdos, não só fora de casa, com outras crianças, mas também dentro dela, algo que não agradava muito aos nossos pais. Vejo os jogos dela 'online' e falamos um com o outro sobre eles".

O sentimento é mútuo, com Necidova a acrescentar: "Admiro o seu jogo aéreo e gostava de ser tão boa quanto ele nesse aspecto. As pessoas dizem que somos parecidos, não só em termos físicos e personalidade, mas também no estilo de jogo".

Melania e Manolo Gabbiadini
Melania e Manolo Gabbiadini©Getty Images

Mas a sua situação não é única. Nas últimas três épocas, Manolo e Melania Gabbiadini disputaram as competições europeias, com Nápoles e Verona, respectivamente, e Manolo seguiu as pisadas da irmã, ao tornar-se internacional italiano a nível sénior.

Manolo diz que a sua irmã foi uma influência a nível desportivo: "Após a ver efectuar um grande remate, decidi que queria ser tão bom quanto ela". Melania acredita que é mais do que isso. "Penso que o futebol está no nosso sangue", afirmou. "Gostaria de ser tão boa com o pé esquerdo como ele. Ele chuta forte com ele, enquanto o meu serve apenas para andar".

Ainda em Itália, Riana Nainggolan juntou-se ao irmão gémeo Radja na Roma em 2014, e falou sobre ele assim: "Temos quase o mesmo estilo, só que ele é a versão masculina e eu a feminina, mas se Radja também fosse mulher, eu seria melhor!"

Outros casos notáveis de irmãos e irmãs no desporto

Eniola e Sone Aluko
Sone, irmão mais novo de Eni Aluko, avançada do Chelsea e de Inglaterra, alinha no segundo escalão inglês e já foi internacional pela Nigéria.

Gianluigi, Guendolina e Veronica Buffon
As irmãs mais velhas do guarda-redes foram internacionais italianas em voleibol e Guendolina conquistou um título europeu de clubes pelo Matera.

Valérie Courtois, irmã de Thibaut
Valérie Courtois, irmã de Thibaut©Getty Images

Thibaut e Valerie Courtois
A irmã mais velha do guardião do Chelsea pratica voleibol e é internacional belga.

Andrea e Nikola Gavrić
Ambos defesas, Andrea (15) e Nikola (19) representam o Bayern e as selecções jovens da Bósnia e Herzegovina.

Anna e Yannick Gerhardt
Internacional sénior alemão pela primeira vez em 2016, Yannick, do Wolfsburgo, não é o único Gerhardt futebolista: a sua irmã mais nova alinha no Bayern.

Lisa e Lukas Klostermann
Mais internacionais seniores em potência, já que Lisa, do Gevelsberg, alinha pelos Sub-19 da Alemanha, enquanto Lukas, do Leipzig, está nos Sub-21.

Tracey Neville, treinadora de Netball de Inglaterra
Tracey Neville, treinadora de Netball de Inglaterra©Getty Images

Artem Milevskiy e Ksenia Milevskaya
A irmã mais nova do internacional ucraniano nascido na Bielorrússia chegou a ser 148ª do ranking WTA de ténis, mas retirou-se em 2013, com apenas 22 anos.

Gary, Phil e Tracey Neville
Enquanto Gary e Phil brilharam pelo Manchester United, Tracey, irmã gémea de Phil, jogou Netball (semelhante ao corfebol) por Inglaterra, sendo agora seleccionadora da modalidade.

Chiara e Louis Schaub
A irmã mais nova do médio do Rapid Viena representa o Neulengbach e já foi internacional austríaca nos escalões jovens.

Marta Torrejón em acção pelo Barcelona
Marta Torrejón em acção pelo Barcelona©Getty Images

Marc e Marta Torrejón
Actualmente no Friburgo, Marc Torrejón, antigo internacional Sub-21 espanhol, tem visto a irmã mais nova roubar-lhe protagonismo, já que ela, internacional sénior, conquistou campeonatos com Espanhol e Barcelona.

Blanka e Nikola Vlašić
O croata Nikola, de 19 anos, promissor médio do Hajduk, é o irmão mais novo de Blanka Vlašić, medalha de prata (2008) e bronze (2016) olímpica no salto em altura.

Topo