Alcunhas das equipas da UEFA Europa League: A a K

Temos Diabos Negros, Canários Amarelos, Smurfs e Búfalos. Quantas alcunhas de equipas dos 16 avos-de-final conhece? Saiba tudo aqui e descubra as origens.

©Getty Images

Ajax – Godenzonen (Filhos dos Deuses)
O clube de Amesterdão deve a sua alcunha ao herói mitológico Ajax, considerado o mais importante de todos os gregos, juntamente com o seu primo Aquiles (apesar de, ao contrário de Aquiles, Ajax ter morrido sem ser derrotado). Filhos dos Deuses é uma extensão disso, mesmo que, tal como grande parte das alcunhas na Holanda, raramente seja usada.

Anderlecht – Les Mauves (Roxos), Paars-wit (Roxos-e-Brancos)
Quando o Anderlecht foi fundado em 1908, a recente visita de Elizabete, futura Rainha da Bélgica, ainda era motivo de conversa na cidade. Tinha passeado numa carruagem adornada por flores brancas e roxas, que de pronto foram adoptadas como as cores do recém-formado clube.

APOEL – Thrylos (Lenda)
A única alcunha partilhada com outra equipa presente nos 16 avos-de-final (alguém sabe?) e que se diz ter sido originada pela equipa do APOEL que ganhou cinco campeonatos consecutivos nos anos 30 – os primeiros da sua história! Esse recorde do clube pode ser igualado esta temporada.

 

Astra Giurgiu – Diabos Negros
A equipa foi fundada em 1921 por engenheiros romenos, holandeses e ingleses que trabalhavam na refinaria de petróleo Astra Română, em Ploiesti (em 2012 o clube mudou-se para Giurgiu, 100 quilómetros a sul). Aí, os seus rivais eram os Lobos Amarelos de Petrolul, por isso, e inspirado pelo petróleo, o Astra tornou-se nos Diabos Negros.

Athletic e o seu Leão
Athletic e o seu Leão©Getty Images

Athletic Club – Leones (Leões)
O estádio do Athletic está perto da igreja de San Mamés, que deve o seu nome a um santo que, segundo a lenda, foi atirado aos leões pelos romanos. Em vez de atacarem o prisioneiro, as feras ajoelharam-se perante ele. Os jogadores do Athletic são os leões, defendendo o seu estádio, San Mamés.

AZ Alkmaar – Kaaskoppen (Cabeças de Queijo)
Uma referência à orgulhosa história de Alkmaar como produtora de queijos. A cidade é famosa pelo seu mercado de queijos semanal, que se diz ser o maior e melhor na Holanda.

Beşiktaş – Águias Negras
Esta alcunha tem a sua origem na equipa que terminou a época 1940/41 invicta. Num jogo, o Beşiktaş vencia o rival Süleymaniye por 1-0, e em vez de refrear o ímpeto atacou sem piedade. "Força, Águias Negras! Ataquem, Águias Negras!" ouviu-se de forma bem audível na bancada, ao que parece dito por um pescador chamado Mehmet Galin. A equipa ganhou o jogo, por 6-0, e uma nova alcunha.

 

Celta Vigo – Olívicos (Azeitonas)
Vigo é conhecida como a "Cidade Azeitona", após uma famosa árvore ter evitado um massacre na Galiza no século XV, ordenado por uma devota, mas vingativa, Isabel de Castilha. Tal deveu-se ao facto de estar em solo sagrado.

Fenerbahçe – Sarı Kanaryalar (Canários Amarelos)
Parece que a alcunha se deve a Cihat Arman, guarda-redes do Fener entre 1939 e 1952, que envergava uma camisola amarela garrida e cujas defesas acrobáticas faziam lembrar o voo de um pássaro. Um adepto lançou o nome e este foi acolhido com agrado.

Os adeptos do Gent saúdam os
Os adeptos do Gent saúdam os©Getty Images

Fiorentina – Gigliati (Lírios), Viola (Roxos)
O lírio é o símbolo de Florença. A flor, que faz parte do emblema do clube, foi em tempos branca em fundo vermelho, mas as cores foram alteradas em 1250 pelos vencedores de uma batalha sangrenta, como demonstração do seu poder.

Genk – De Smurfen (Smurfs)
Alguns chamam-lhes Genkies (o nome genérico dos habitantes da cidade), outros optam por Mineiros (uma referência ao passado mineiro da zona), mas Smurfs é o nome preferido dos adeptos. Deve-se ao equipamento azul e branco e inspirou uma conhecida imagem no derby com o Sint-Truidense (Canários), em que um Smurf com ar ameaçador aperta o Tweety na mão.

Gent – Búfalos
No final do século XIX, William F Cody, mais conhecido por Buffalo Bill, deslocou-se até Ghent com o famoso circo Barnum & Bailey. Num espectáculo que contava com búfalos e nativos americanos a cavalo, o cântico "Buffalo, Buffalo, Wild West Ra" foi escutado e de pronto adoptado pelo recém-formado clube local. O Gent tem um nativo americano no seu emblema.

O Hapoel Beer-Sheva é os Camelos de Israel
O Hapoel Beer-Sheva é os Camelos de Israel©Getty Images

Hapoel Beer-Sheva – Camelos
Beer-Sheva é a maior cidade no deserto de Negev. Moisés, Abraão, o Rei Salomão e muitas outras figuras bíblicas atravessaram a região montados em camelos, sob um sol abrasador.

København – Byens Hold (Equipa da Cidade)
E porque não um pouco de gabarolice? O Copenhaga e o Brøndby dominam o futebol dinamarquês, mas como os adeptos do Copenhaga fazem questão de lembrar ao rival, apenas um está no centro da cidade, logo nos corações dos habitantes de Copenhaga. Isto porque Brondby é um subúrbio.

Krasnodar – Byki (Touros)
Por causa do animal que adorna o emblema de uma equipa fundada há apenas nove anos. Sergei Galitski, presidente do clube, explica: "Seria estranho se um clube da região de Kuban tivesse um papagaio ou uma girafa no seu emblema. Já os touros são muito comuns".

As restantes equipas, de L a Z, serão reveladas amanhã.

Topo