O "site" oficial do futebol europeu

Reencontro com as boas exibições

Publicado: Sexta-feira, 8 de Outubro de 2004, 13.16CET
Grupo F: Rangers, Auxerre, Amica Wronki, Alkmaar e Grazer começaram mal a época, mas estão agora a atingir a boa forma antes do arranque dos jogos do Grupo F.
 
Publicado: Sexta-feira, 8 de Outubro de 2004, 13.16CET

Reencontro com as boas exibições

Grupo F: Rangers, Auxerre, Amica Wronki, Alkmaar e Grazer começaram mal a época, mas estão agora a atingir a boa forma antes do arranque dos jogos do Grupo F.

O uefa.com avalia a forma das equipas do Grupo F da Taça UEFA antes dos jogos de abertura da fase de grupos, que se realizam a 21 de Outubro.

*RANGERS FC

Após um complicado início de temporada, em que chegou a ocupar o quinto lugar da Premier League escocesa e foi eliminado na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League, frente ao PFC CSKA Moskva, o Rangers parece ter finalmente acordado, com quatro triunfos consecutivos no campeonato e uma vitória nas grandes penalidades na primeira eliminatória da Taça UEFA, frente ao Marítimo.

Entre as novas contratações, destaque para o avançado croata Dado Pršo, que marcou o importante golo contra a formação maritimista no jogo da segunda mão. Contudo, o futebolista ainda não mostrou a mesma forma que atingiu ao serviço do AS Monaco FC. Outra cara nova é o defesa-central francês Jean-Alain Boumsong, que tem sido uma autêntica revelação no eixo da defensiva escocesa e estará, certamente, ansioso por defrontar o seu anterior clube, o AJ Auxerre.

O médio servo-montenegrino Dragan Mladenovic, outra contratação de Verão, deverá estar disponível para o primeiro jogo do Rangers na fase de grupos da Taça UEFA, na Polónia, frente ao KS Amica Wronki, a 21 de Outubro, após recuperar de uma lesão num joelho. Também recuperado deverá estar Alex Rae, afastado devido a uma rotura nos gémeos. No entanto, o médio ainda terá de cumprir dois jogos de castigo dos cinco que lhe foram impostos, na sequência de uma entrada à margem das leis no encontro da primeira mão frente ao CSKA. Dois dos mais jovens jogadores da equipa de Alex McLeish, Hamed Namouchi e Alan Hutton, estão praticamente recuperados de lesões num joelho e num tornozelo, respectivamente. Todavia, o médio Gavin Rae só estará em condições no início do próximo ano.

*AJ AUXERRE

Esta pode ser a primeira fase de grupos de sempre da Taça UEFA, mas no que concerne ao Auxerre, não há nada de novo no que toca à sua participação a este nível.

O treinador Guy Roux encontra-se na sua 42ª temporada no comando da equipa e em 13 dos últimos 15 anos levou o Auxerre às competições europeias. E, mais uma vez, com muitos dos produtos da famosa escola de formação do Auxerre a partirem para outras paragens - Djibril Cissé, Philippe Mexes, Boumsong e Olivier Kapo são os mais recentes exemplos - novos talentos surgem para ocupar os seus lugares.

Desta vez, Guy Roux contratou o defesa checo René Bolf e o eficaz avançado belga Luigi Pieroni, mas são os produtos da casa que constituem a base de uma equipa que tem na frente Bonaventure Kalou, Kanga Akalé e Benjani Mwaruwari, no já familiar sistema de 4-3-3. O quarto lugar na Ligue 1 e o triunfo na primeira eliminatória da Taça UEFA, frente ao Aalborg BK, são a prova de que Roux conseguiu descobrir mais qualidade no seu plantel.

Contudo, os defesas Jean-Sébastien Jaurès e Johan Radet vão ambos falhar a visita ao terreno do Grazer AK, a 21 de Outubro, devido a lesão. Abre-se assim uma oportunidade para o internacional Sub-18 francês, Younes Kaboul, que impressionou tudo e todos na sua estreia na Liga gaulesa frente ao Toulouse FC, na passada semana.

*GRAZER AK

Após o ponto alto que foi a conquista da 'dobradinha' austríaca na época passada - onde se inclui o primeiro título da Bundesliga da sua história - o GAK parece viver ainda na ressaca dos festejos.

O FK Austria Wien e o SK Rapid dominaram as fases iniciais do campeonato austríaco, deixando para trás o GAK, em quarto lugar, após perder por 1-0 com o Áustria de Viena e ter conseguido apenas um ponto em dois jogos contra o Rapid. No entanto, a goleada em casa, por 5-0, frente ao PFC Litex Lovech, na primeira mão da primeira eliminatória da Taça UEFA, garantiu ao GAK o apuramento para a fase de grupos, mesmo após uma derrota na Bulgária.

Fundamental para as aspirações do GAK é o regresso à boa forma do avançado Roland Kollmann. Bastante eficaz na temporada passada, o jogador demorou a arrancar esta época, mas um golo apontado pela Áustria frente ao Azerbaijão e mais dois frente ao Litex mudaram a sua sorte. O FC Wacker Tirol sentiu-o da pior forma no passado fim-de-semana, mercê de dois golos de Kollmann na vitória por 2-1 na Bundesliga austríaca. O Gak vai precisar de mais tentos de Kollmann se quiser que a sua décima participação na Taça UEFA se prolongue para além da passagem de ano.

*KS AMICA WRONKI

O único representante polaco que ainda subsiste nas competições europeias, após os afastamentos de Wisla Kraków e Legia Warszawa, o Amica - que terminou bem atrás dos dois primeiros na Ekstraklasa, a Liga polaca, na época passada - fundamenta o seu sucesso nos jogadores jovens.

A equipa é liderada pelos experientes antigos internacionais Jacek Dembinski e Pawel Kryszalowic, mas são os jovens talentos em evolução, como Marcin Kikut, Filip Burkhardt e Karol Gregorek, que marcam o ritmo de um conjunto que apresenta melhorias de semana para semana. Um facto que não é de estranhar, uma vez que o treinador Maciej Skorza esteve anteriormente ao serviço da famosa academia do clube e os seus adjuntos, Maciej Szczesny e Waldemar Fornalik, são também altamente cotados.

Embora o Amica não tenha iniciado a sua campanha da melhor forma e tenha perdido os talentosos avançados Marek Zienczu e Tomasz Dawidowski para o Wisla, o clube conseguiu manter um bom nível e segurar o quarto lugar na Liga polaca, bem como ultrapassar o Budapest Honvéd FC nas grandes penalidades e eliminar o FK Ventspils numa eliminatória renhida, a caminho da fase de grupos da Taça UEFA.

*AZ ALKMAAR

Este tem sido um feliz regresso às competições europeias para o Alkmaar, após uma ausência de quase 22 anos.

Após alcançar a final da Taça UEFA em 1980/81 e a segunda eliminatória da Taça das Taças nas duas épocas seguintes, o clube teve de esperar muito tempo pelo regresso à Europa e pelo confronto com o FC PAOK. Um triunfo por 3-2 na Grécia e uma vitória por 2-1 em casa abriu ao Alkmaar o caminho para a fase de grupos.

Nas competições domésticas, as coisas não começaram assim tão bem, uma vez que o conjunto orientado por Co Adriaanse empatou em casa frente ao SC Heerenveen e perdeu por 5-1 no terreno do PSV Eindhoven. No entanto, a recuperação do onze da temporada passada e o regresso do médio Barry van Galen introduziram visíveis melhorias. O empate a zero do passado fim-de-semana com o AFC Ajax colocou o Alkmaar em quinto lugar - posição em que terminou na temporada 2003/04.

Última actualização: 11-10-04 18.50CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=243740.html#reencontro+boas+exibicoes