Antevisão da final da UEFA Europa League: Liverpool - Sevilha

São muitas as diferenças de estilos entre Liverpool e Sevilha, mas a ideia entre os seus treinadores é a de que haverá pouco a separar as duas equipas quando estas subirem ao relvado em Basileia.

See some of the most memorable moments from Liverpool and Sevilla in their route to the final as the countdown hots up to the showpiece in Basel.
  • Sevilha tenta tornar-se na primeira equipa a erguer o troféu três vezes consecutivas
  • Liverpool em busca do seu quarto êxito na prova e de igualar, assim, o recorde do Sevilha
  • Unai Emery aponta tenta igualar recorde de Giovanni Trapattoni com terceira vitória na prova como treinador
  • Jürgen Klopp procura terminar a sua primeira temporada em Anfield com um troféu europeu
  • Vencedor garante um lugar na fase de grupos da UEFA Champions League na próxima época

Equipas prováveis
Liverpool: Mignolet; Clyne, Lovren, Touré, Moreno; Lallana, Can, Milner; Firmino, Sturridge, Coutinho.
De fora: Rossiter (tendão da coxa), Gomez (joelho), Sakho (suspenso)
Em dúvida: Origi (tornozelo/pé)

Sevilla: David Soria; Mariano, Rami, Carriço, Escudero; Krychowiak, N'Zonzi; Coke, Banega, Vitolo; Gameiro.
De fora: Krohn-Dehli (joelho), Trémoulinas (knee)

Jürgen Klopp, treinador do Liverpool
Vim para aqui porque estava convicto da qualidade destes jogadores. No início era o único a acreditar, mas agora há mais algumas pessoas que acreditam. Saber o quanto eles merecem esta final faz-me sentir muito bem. Estou feliz por eles poderem mostrar a qualidade que têm. Esta é uma grande oportunidade para dar um grande passo.

Quando mais tempo se está sem ganhar nada, mais se tenta. Já todos conhecemos a vontade dos adeptos. Sabemos o quanto eles anseiam por este troféu. Mostraram-no de forma fantástica tanto nos jogos em casa como nos jogos fora. Viajaram por toda a Europa. Queremos muito concretizar o sonho deles. Prometo que vamos tentar tudo. O problema é que o Sevilha vai fazer o mesmo!

Teremos de estar organizados, preparados, controlar cada momento – ser pacientes no passe o tempo suficiente para criar oportunidades. Numa final há que estar pronto para cometer erros com o mundo todo a ver. O futebol não funciona sem erros. Mas depois há que saber encontrar a solução para os superar.

Basileia à espera de Liverpool e Sevilha
Basileia à espera de Liverpool e Sevilha


Unai Emery, treinador do Sevilha
Cada vez que o futebol te dá uma oportunidade tens de a agarrar. O que alcançámos nos últimos anos é fantástico, mas não nos podemos ficar por aí; há que reviver esses momentos e passar por essa experiência de novo. Os adeptos do Sevilha sabem disso: olham para este clube como a sua segunda mulher, ou a sua segunda namorada.

A chegada do Sevilha à Suíça
A chegada do Sevilha à Suíça©Getty Images

O Liverpool está entre os dez maiores clubes do mundo. Tem uma história fantástica – já conquistou a Taça dos Campeões cinco vezes, ganhou a Taça UEFA várias vezes e a tem inúmeros títulos em Inglaterra. A equipa mudou com a chegada do novo treinador. É agora uma equipa mais alegre. Têm um estilo semelhante ao do Athletic Bilbao, na forma como pressionam e dão 100 por cento em cada lance.

Todos os meus jogadores têm características especiais e vamos precisar do melhore de cada um deles para batermos o Liverpool. Queremos crescer ainda mais. Já fizemos história e já gravámos o nosso nome nesta competição. Agora teremos de manter o equilíbrio e controlar as emoções, de forma a estarmos totalmente concentrados. Isso vai ser fundamental.

Jordan Henderson, capitão do Liverpool, está de volta à equipa
Jordan Henderson, capitão do Liverpool, está de volta à equipa©Getty Images

Resultados do fim-de-semana
West Brom 1-1 Liverpool (Rondón 13; Ibe 23)
Klopp fez 11 mexidas na equipa que tinha empatado 1-1 com o Chelsea na passada semana para este que foi o último jogo da época do Liverpool a nível interno, com Jordan Henderson e Danny a regressarem de lesão. Depois de se verem em desvantagem no marcador, os visitantes restabeleceram a igualdade por intermédio de Jordon Ibe, na sequência de uma boa jogada individual. Foi o primeiro golo da temporada do jovem avançado na Premier League. O Liverpool terminou a prova no oitavo posto – igualando a sua pior classificação desde 1962.

Athletic 3-1 Sevilha (Aduriz 11 31, Raúl García 71; Juan Muñoz 55)
O Sevilha estava já destinado a terminar no sétimo posto da Liga espanhola, fosse qual fosse o resultado, e dos 11 jogadores que foram titulares em Bilbau apenas Adil Rami, Vicente Iborra, Timothée Kolodziejczak e Yevhen Konoplyanka deverão jogar frente ao Liverpool. Acabou por ser uma tarde para esquecer para Kolodziejczak, expulso numa derrota que significou que o Sevilha terminou mesmo a prova sem um único triunfo fora de portas. Juan Muñoz, de 20 anos, estreou-se a marcar na Liga espanhola ao apontar o tento de honra da formação da Andaluzia.

Guia de forma (todas as competições, jogos mais recentes primeiro)
Liverpool: EEVVDDEVVV
Sevilha: DDVDEVDEDD

Visão do repórter: John Atkin (@UEFAcomJohnA)
Como prever o imprevisível? Que Liverpool vamos ter? A equipa irresistível que afastou o Manchester United, o Villarreal e, claro, o Dortmund para chegar até aqui, ou a equipa que terminou no oitavo lugar da Premier League? E depois há o Sevilha. Uma equipa forte como poucas a jogar em casa, mas que não ganhou um único jogo fora em toda a temporada na Liga espanhola. Acredita-se que as duas equipas estarão no seu melhor esta quarta-feira, pelo que poderemos ter um duelo de estilos: Emery contra Klopp, Clássico contra Rock 'n Roll.

Sabia que?
• O último êxito do Liverpool na Taça UEFA, em 2001, foi alcançado numa final frente a uma equipa espanhola, em Dortmund. Foi um jogo emocionante, com nove golos, decidido apenas no prolongamento – um bom prenúncio? Confira este e outros factos na nossa extensa retrospectiva do encontro.

Melhores momentos: Liverpool vence a Taça UEFA em 2001
Melhores momentos: Liverpool vence a Taça UEFA em 2001
Topo