Antevisão do Dnipro - Club Brugge

Alguém vai ter de ceder na segunda mão do duelo entre Dnipro e Club Brugge, já que ambas as equipas estão numa boa fase, empatadas a zero e não querem as grandes penalidades.

José Izquierdo disputa uma jogada com Jaba Kankava, do Dnipro, na primeira mão
José Izquierdo disputa uma jogada com Jaba Kankava, do Dnipro, na primeira mão ©AFP/Getty Images

O Dnipro recebe o Club Brugge em Kiev com o duelo dos quartos-de-final empatado 0-0 após a primeira mão
O treinador do Dnipro, Myron Markevych, quer evitar o desempate por grandes penalidades
O treinador do Club Brugge, Michel Preud'homme, diz que cada formação continua a ter 50 por cento de hipóteses
Os belgas são a única equipa em prova que ainda não perdeu (11V 4E)
O Dnipro venceu os três últimos jogos europeus sem sofrer golos

Equipas prováveis
Dnipro: Boyko; Fedetskiy, Douglas, Cheberyachko, Léo Matos; Kankava, Rotan, Bezus, Luchkevych, Konoplyanka; Kalinić.
De fora: Mazuch (joelho), Zozulya (joelho), Fedorchuk (suspenso), Egídio (desconhecido), Matheus (costas, joelho)

Club Brugge: Ryan; De Fauw, Simons, Mechele, De Bock; Vormer, Silva, Vázquez; Refaelov, Oularé, Izquerdo.
De fora: Engels (joelho), Meunier (músculo abdominal), Gedoz (virilha), Bolingoli-Mbombo (tornozelo)
Em dúvida: Duarte (coxa)

Myron Markevych, treinador do Dnipro
Estamos privados de vários jogadores importantes e o nosso banco é demasiado curto para a UEFA Europa League. Vamos conseguir apresentar uma equipa competitiva para este desafio, mas espero não perder mais jogadores durante o encontro. Esse é o mau maior receio.

De certa forma, nós e Brugge temos equipas semelhantes. Ambas contam com jogadores rápidos e bons atacantes. A primeira parte mostrou que o desafio de amanhã vai ser muito difícil para ambas as equipas. Tenho de ser honesto e confessar que gostaria de evitar um desempate, pois tivemos alguns problemas com as grandes penalidades na fase de grupos. No entanto, temos jogadores para marcar grandes penalidades.

Lior Refaelov depois de marcar o golo decisivo na final da Taça
Lior Refaelov depois de marcar o golo decisivo na final da Taça©Getty Images

Michel Preud'homme, treinador do Club Brugge
O Brugge não chega há muito tempo a uma fase tão adiantada de uma competição europeia, por isso estamos felizes por estar aqui. Estou orgulhoso por a minha equipa ainda poder conquistar três troféus - Liga, Taça [que ganhou em Março] e UEFA Europa League. Vamos dar o nosso melhor para ter sucesso em todas elas. Não definimos prioridades, o próximo jogo é sempre o mais importante.

O Dnipro é uma equipa muito forte, mas não há adversários fracos nesta fase. São muito organizados, mas nós também. Preparámo-nos muito bem, estudámos bem o adversário e esperamos atingir o nosso objectivo. Não considero que eles tenham vantagem da primeira mão. Claro que não fomos capazes de marcar um golo, mas também não sofremos. A eliminatória continua 50-50.

Concordo com Markevych que seria melhor evitar as grandes penalidades, mas estamos prontos se for necessário.

Seis das melhores eliminatórias na UEFA Europa League knockout ties
Seis das melhores eliminatórias na UEFA Europa League knockout ties

Resultados do fim-de-semana
FC Olimpik Donetsk 0-5 Dnipro (Blyznychenko 15, Seleznyov 26 45pen, Konoplyanka 68, Kalinić 76) 
Club Brugge 2-1 RSC Anderlecht (Oularé 74, Vormer 86; Mitrović 26) 

Guia de forma (todas as competições, o mais recente primeiro)
Dnipro: VEEVVV
Club Brugge: VEDVVV

Facto do jogo
Yevhen Konoplyanka, do Dnipro, é de longe o jogador que sofreu mais faltas na edição deste ano (38), mais 12 do que qualquer outro jogador. Saiba mais detalhes na nossa retrospectiva do jogo.

Topo