O "site" oficial do futebol europeu

Ventspils em grande estilo

Publicado: Quinta-feira, 29 de Julho de 2004, 18.30CET
O Ventspils arrumou a questão com onze golos sem resposta, juntando-se ao Glentoran no lote de equipas apuradas.
 
Publicado: Quinta-feira, 29 de Julho de 2004, 18.30CET

Ventspils em grande estilo

O Ventspils arrumou a questão com onze golos sem resposta, juntando-se ao Glentoran no lote de equipas apuradas.

O FK Ventspils espantou a Europa ao despachar com uma goleada, por 8-0, o B68 Toftir, enquanto que o Glentoran FC operou uma excelente reviravolta e alcançou a segunda ronda de qualificação da Taça UEFA.

Oito marcadores diferentes
O detentor da Taça da Letónia já liderava a eliminatória frente ao adversário das Ilhas Faroé, por 3-0, graças ao triunfo no jogo da primeira mão, e nesta quinta-feira voltou a impressionar, ao conseguir oito tentos num só encontro, todos apontados por jogadores diferentes, registando no total da eliminatória um expressivo 11-0! Deimantas Bicka, Igoris Stukalinas e Vits Rimkus, que já tinha assinado um "hat trick" no primeiro jogo, assinaram os golos da etapa inicial e, após o reatamento, Alexandr Rehviashvili Maris Smirnovs, Andrejs Butriks, Andrejs Krohmer e Andrejs Agafonov dilataram a vantagem.

Glentoran opera reviravolta
Igualmente presente no sorteio desta sexta-feira, mas graças a uma margem bem menos expressiva, estará o Glentoran, formação da Irlanda do Norte. Depois do empate averbado há quinze dias, em casa, com os finlandeses do AC Allianssi, o Glentoran viu-se em desvantagem à passagem dos 38 minutos, na sequência de um golo apontado por Adriano Munoz. No entanto, quando faltavam 20 minutos para o final, Thomas McCallion igualou a partida e 11 minutos volvidos Colin Nixon assinou o golo decisivo, colocando o desfecho da eliminatória em 4-3.

Haka em frente
Contudo, os compatriotas do Allianssi, o FC Haka, garantiram o apuramento. Os finlandeses traziam uma vantagem de 2-1 do Luxemburgo, adquirida no jogo da primeira mão ante o FC Etzella Ettelbrück, e recuperaram da desvantagem de um golo sofrido no primeiro minuto - Luc Mischo foi o autor da proeza -, para conquistarem um triunfo por 3-1 (5-2 no total da eliminatória), com Sami Ristilä, Sergei Terehhov e Mikko Innanen a inscreverem os seus nomes na lista de marcadores.

Illychivets no sorteio
Também o FC Illychivets Mariupil, da Ucrânia, que adquiriu o direito de participação na prova graças ao "Fair Play", confirmou a vitória obtida no jogo da primeira mão (2-0) na Arménia, frente ao FC Banants. Os ucranianos repetiram o resultado, sentenciando a eliminatória com quatro golos sem resposta. No jogo desta quinta-feira, Dmitry Esin, aos nove minutos, e Valentyn Platonov, na segunda parte, foram os autores dos tentos da formação estreante nas competições europeias.

Vitórias expressivas
Para completar a série dos desfechos expressivos, registe-se os triunfos do FC Otelul Galati, da Roménia, e do NK Željeznicar, da Bósnia-Herzegovina. Na deslocação à Albânia, o Otelul venceu, por 4-1, o KS Dinamo Tirana, passando à ronda seguinte com um total de 8-1, enquanto que em Sarajevo, o Željeznicar derrotou, por 4-0, o S.S. Pennarossa, campeão de San Marino, registando um resultado de 9-1 no conjunto dos dois jogos.

Modrica continua em prova
O outro detentor do título do seu país a iniciar a época na Taça UEFA, o FC Santa Coloma, de Andorra, também foi afastado por um adversário bósnio, perdendo, por 3-0, no terreno do FC Modrica, o que se traduziu num resultado de 4-0 no total da eliminatória. O encontro começou 1h45 mais cedo, devido à fraca visibilidade do Estádio Novi Gradski, que não possui iluminação artificial.

ÍA segue em frente
O ÍA Akranes, da Islândia, eliminou o FC TVMK Tallinn, da Estónia, vencendo por 3-1 no terreno do adversário e colocando em 6-3 os números finais da disputa. Pouco antes do intervalo, Ellert Jon Björnsson, na cobrança de um livre, colocou o ÍA em vantagem. Não satisfeito, aos 53 minutos, elevou o marcador, com um forte pontapé de longa distância. O veterano médio Andrei Borissov assinou o tento de consolação.

BATE mais fraco
O FC Dinamo Tbilisi ultrapassou o FC BATE Borisov, da Bielorrússia, triunfando por 1-0, na Geórgia, e estabelecendo um resultado global de 4-2. Resultado idêntico alcançaram os eslovacos do FK Dukla Banská Bystrica, o que também foi suficiente para seguirem em prova. Os estreantes nas competições europeias deixaram pelo caminho o FK Karabakh, do Azerbaijão, sentenciando a eliminatória com quatro golos sem resposta.                           

Última actualização: 29-07-04 22.18CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=211095.html#ventspils+grande+estilo