Chelsea junta-se a trio ilustre

O Chelsea tornou-se no quarto clube a conquistar os três principais troféus do futebol europeu e o UEFA.com recorda como Ajax, Bayern e Juventus conseguiram tal proeza.

O Bayern comemora a conquista da Taça dos Campeões Europeus de 1973/74
O Bayern comemora a conquista da Taça dos Campeões Europeus de 1973/74 ©Getty Images

O sucesso do Chelsea FC na UEFA Europa League, em Amesterdão, significa que se juntou ao grupo restrito de clubes que já venceram as três principais competições de clubes da UEFA.

Os londrinos, que na época passada foram pela primeira vez campeões europeus, juntaram a UEFA Europa League ao seu palmarés ao vencerem o SL Benfica no Amsterdam ArenA, por 2-1. O primeiro troféu europeu a chegar a Stamford Bridge foi a Taça dos Vencedores das Taças de 1971, uma prova que os ingleses voltaram a vencer em 1998.

Só três outros clubes conquistaram a Taça dos Clubes Campeões Europeus, a Taça UEFA ou a UEFA Europa League, e a Taça dos Vencedores das Taças. O UEFA.com recorda os triunfos europeus desse ilustre trio.

AFC Ajax
Taça dos Clubes Campeões Europeus: 1971, 1972, 1973, 1995
Taça UEFA/UEFA Europa League: 1992
Taça dos Vencedores das Taças: 1987

Seguindo o modelo táctico de Rinus Michels e liderado por Johan Cruyff, o Ajax arrasou os adversário no início da década de 1970 com o seu "futebol total". O clube de Amesterdão conquistou por três vezes a Taça dos Clubes Campeões Europeus, as duas últimas sob o comando do romeno Ştefan Kovács. Foi necessário esperar pelo regresso de Cruyff ao clube, já como treinador, para que a equipa conquistasse a Taça dos Vencedores das Taças em 1987, aumentando assim o seu palmarés europeu.

Marco van Basten marcou o único golo do triunfo sobre o 1. FC Lokomotive Leipzig nessa final de Atenas e Louis van Gaal conduziu uma nova geração à conquista da Taça UEFA em 1992, batendo o Torino FC, em duas mãos, devido aos golos marcado fora. Muitos desses jovens valores continuavam na equipa quando, três anos depois, os holandeses surpreenderam a Europa e conquistaram a UEFA Champions League.

FC Bayern München
Taça dos Clubes Campeões Europeus: 1974, 1975, 1976, 2001
Taça UEFA/UEFA Europa League: 1996
Taça dos Vencedores das Taças: 1967

O Bayern sucedeu ao Ajax nas conquistas europeias. Até meados da década de 1970, os bávaros só contavam no palmarés com a Taça dos Vencedores das Taças conquistada em 1967 frente ao Rangers FC, mas depois deram início a uma sequência impressionante de vitórias. A equipa liderada por Uli Hoeness e Franz Beckenbauer venceu três vezes seguidas a Taça dos Campeões Europeus ao bater Club Atlético de Madrid, 4-0 no jogo de desempate, Leeds United AFC e AS Saint-Etienne.

No entanto, o clube de Munique só voltou a colocar as mãos no troféu mais cobiçado do futebol europeu em 2001, quando Oliver Kahn foi a grande figura do desempate por grandes penalidades frente ao Valencia CF. Nessa altura o clube já tinha reunido as três taças na sua sala de troféus, com um triunfo sobre o FC Girondins de Bordeaux na final a duas mãos da Taça UEFA. A Taça dos Campeões Europeus esteve perto de voltar a viajar para Munique nos últimos anos, com destaque para a época passada, quando o Chelsea foi a casa do Bayern conquistar o troféu.

Juventus
Taça dos Clubes Campeões Europeus: 1985, 1996
Taça UEFA/UEFA Europa League: 1977, 1990, 1993
Taça dos Vencedores das Taças: 1984

A Juventus foi o último clube a entrar nesta corrida, pois só venceu a primeira competição europeia em 1977, ao bater o Athletic Club na final da Taça UEFA. Uma equipa com jogadores como Paolo Rossi, Michel Platini e Zbigniew Boniek teve mais sucesso alguns anos mais tarde. A Juve foi derrotada na final da Taça dos Campeões Europeus de 1983, mas reagiu e conquistou a Taça dos Vencedores das Taças na época seguinte ao superar o FC Porto.

O conjunto de Turim venceu a Taça dos Campeões em 1985, um triunfo ofuscada pela tragédia no Estádio Heysel na final com o Liverpool FC. Os italianos conquistaram duas Taças UEFA antes de voltarem a ser campeões europeus, roubando o título ao Ajax após um duelo com o clube de Amesterdão na final de 1996.

Topo