Jones apura Stoke

Stoke City FC 1-1 FC Dynamo Kyiv O golo de Kenwnye Jones aos 81 minutos assegurou o apuramento do Stoke para os 16 avos-de-final e deixou o Dínamo com poucas hipóteses de se qualificar.

Kenwyne Jones marca o tento do empate para o Stoke
Kenwyne Jones marca o tento do empate para o Stoke ©Getty Images

Um golo de Kenwyne Jones na recta final do encontro assegurou a presença do Stoke City FC nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League e deixou o FC Dynamo Kyiv numa posição bastante desconfortável.

Durante muito tempo, parecia que o Stoke, que necessitava de um ponto para se qualificar, jamais conseguiria ultrapassar um Dínamo que se colocara em vantagem aos 27 minutos, através de um autogolo de Matthew Upson. Contudo, o golo apontado por Jones a nove minutos do final acabou por ser suficiente para qualificar os ingleses e, com o triunfo do Beşiktaş JK no derradeiro minuto da partida realizada no terreno do Maccabi Tel-Aviv FC, o Dínamo também ficou em apuros. O Stoke visitará, a 14 de Dezembro, o Beşiktaş, necessitando de apenas um ponto para assegurar o primeiro posto.

O Dínamo nunca vencera em Inglaterra, mas os ucranianos responderam à ameaça da qualificação ao praticarem um futebol bastante ofensivo no terreno do adversário. Olexandr Aliyev tentou a sua sorte por duas vezes de fora da área nos minutos iniciais e foi um remate seu que Upson desviou para as próprias redes. Andriy Yarmolenko surgiu desmarcado à entrada da área e serviu Aliyev na direita, de onde rematou rasteiro. Upson tentou contrariar o remate, mas acabou por trair o guardião Asmir Begović.

A situação quase piorou para os comandados de Tony Pulis antes do intervalo, quando Andriy Shevchenko se escapou pelo lado esquerdo e rematou, fazendo a bola embater na parte exterior do poste mais próximo. O Stoke tinha de melhorar na segunda parte e acabou por fazê-lo. Wilson Palacios viu um remate rasteiro ser sacudido por Olexandr Shovkovskiy e, depois, foi Jermaine Pennant que, na sequência de um longo lançamento de linha lateral, rematou fora do alcance do guarda-redes ucraniano, mas viu o remate ser salvo sobre a linha fatal por Yevhen Khacheridi.

Pulis lançou, então, um terceiro ponta-de-lança, Ricardo Fuller, mas viria a ser Jones que, saltando mais alto, bateu Shovkovskyi após um cruzamento de Pennant para o tento da igualdade. Yarmolenko ainda teve tempo para dar o triunfo ao Dínamo, mas Begović fez uma defesa miraculosa, segurando o precioso empate.


 

Topo