Portugueses em branco

Uma derrota do Guimarães sem marcar e três nulos nos jogos de Sporting, Nacional e Braga constituem o saldo de Portugal na 1ª mão do “play-off” da UEFA Europa League.

Os golos de Teemu Pukki proporcionaram um dos melhores resultados de sempre do HJK na UEFA
Os golos de Teemu Pukki proporcionaram um dos melhores resultados de sempre do HJK na UEFA ©Getty Images

Uma derrota do Vitória de Guimarães sem marcar e três nulos nos jogos de Sporting, Nacional e Sp. Braga constituem o saldo de Portugal na primeira mão do "play-off" da UEFA Europa League, na qual ŠK Slovan Bratislava e HJK Helsinki protagonizaram as principais surpresas, os finlandeses ao baterem o FC Schalke 04, semifinalista da UEFA Champions League na época passada.

Paris Saint-Germain FC, Tottenham Hotspur FC e SS Lazio conseguiram triunfos folgados na primeira mão e têm praticamente garantida a participação na fase de grupos da UEFA Europa League. Os londrinos conseguiram uma goleada por 5-0 no terreno do Heart of Midlothian FC, a equipa escocesa treinada pelo português Paulo Sérgio. A AS Roma não está numa situação tão confortável, pois Martin Dobrotka marcou o único golo do jogo, aos 80 minutos, para o Slovan, na estreia de Luis Enrique como treinador dos “giallorossi” em jogos oficiais.

O HJK está a causar sensação nas competições europeias e, desta vez, foi Teemu Pukki a bisar no triunfo, por 2-0, sobre o Schalke, deixando a equipa a 90 minutos de se tornar no primeiro clube finlandês a disputar, neste milénio, a fase de grupos de uma competição europeia. No mês passado, o HJK tinha estabelecido um novo recorde ao bater o Bangor City FC, por 10-0, na segunda pré-eliminatória da UEFA Champions League.

Shamrock Rovers FC (1-1 contra o FK Partizan), FC Zestafoni (3-3 frente ao Club Brugge KV) e FC Nordsjælland (0-0 em casa ante o Sporting) conseguiram bons resultados na recepção a adversários mais cotados. O Hannover 96, com Sérgio Pinto mas sem Carlitos, beneficiou de dois golos de Jan Schlaudraff na primeira parte para bater o FC Sevilla, por 2-1, e parte em vantagem para a deslocação, na próxima semana, ao reduto do clube que já conquistou por duas vezes a Taça UEFA.

Jérémy Menez fechou o confortável triunfo do PSG, por 4-0, sobre o FC Differdange 03, no Luxemburgo, enquanto Djibril Cissé iniciou a carreira na Lázio com dois golos que ajudaram os italianos a golear o FK Rabotnicki, por 6-0, no Stadio Olimpico. O Panathinaikos FC, antigo clube de Cissé e treinado por Jesualdo Ferreira, averbou um resultado bem diferente e perdeu por 3-0 no reduto do Maccabi Tel-Aviv FC.

Finalista em Dublin há três meses, o Braga não conseguiu melhor do que um nulo na recepção ao BSC Young Boys, mas o Club Atlético de Madrid, vencedor da prova em 2010, conseguiu um resultado bem melhor frente à outra equipa do Minho em prova. Os espanhóis beneficiaram de dois golos de Elias, marcados em apenas cinco minutos no segundo tempo, para bater por 2-0 o Guimarães, que terminou o encontro na capital espanhola em inferioridade numérica devido à expulsão de João Paulo.

O Fulham FC, equipa batida pelo Atlético na primeira final da prova, ganhou por 3-0 ao FC Dnipro Dnipropetrovsk, em Craven Cottage, e está com um pé na fase de grupos.

A final disputa-se em Bucareste (Roménia) e há cinco clubes do país que sonham em atingir o jogo decisivo de Maio. SC Vaslui, FC Steaua Bucureşti e FC Rapid Bucureşti conseguiram vencer por dois golos e têm boas perspectivas de continuar em prova, mas FC Dinamo Bucureşti e CS Gaz Metan Mediaş vão ter de fazer bem melhor para recuperarem das derrotas com o FC Vorksla Poltava (2-1) e o FK Áustria Wien (3-1), respectivamente.

Os resultados dos 38 desafios da primeira mão disputados na quinta-feira podem ser consultados no MatchCentre do UEFA.com.

Topo